La Boulangerie

Restaurantes, Francês Estrela/Lapa/Santos
  • 5 /5 estrelas
(2comentários)
2 Gostar
Guardar
La Boulangerie

A cozinha está à vista e a primeira sensação é olfactiva e chega directamente do forno. É sentar e escolher entre um croissant de massa folhada, estaladiça, pão variado, uma empada vegetariana de cogumelos – ou querer experimentar tudo e apostar no brunch. Na Boulangerie, os olhos também comem e não só o que vem para a mesa. Nas paredes há mensagens escritas em ardósia, quadros e fotografias, pratos e azulejos combinados de forma inusitada e muitos objectos vintage, a espicaçar memórias.

Publicado:

Nome do local La Boulangerie
Contato
Endereço Rua do Olival, 42
Lisboa

Horário Seg-Dom 08.00-20.00
Preço €15

Average User Rating

5 / 5

Rating Breakdown

  • 5 star:1
  • 4 star:0
  • 3 star:0
  • 2 star:0
  • 1 star:0
LiveReviews|2
1 person listening
Inês RC
tastemaker

Visitei a La Boulangerie para um brunch ao fim de semana e em dia de bom tempo (a esplanada foi uma opção muito tentadora). O início desta experiência não foi muito promissor: ficámos algum tempo à espera sem que ninguém falasse connosco, quando o fizeram foi de forma algo bruta e a despachar. Passado algum tempo lá conseguimos sentar (a partir deste momento o atendimento melhorou substancialmente, creio que também para nos compensar pelo tempo de espera e confusão aquando da chegada). Escolhemos o menu standard de brunch, com pão variado, croissant e pain au chocolat (tudo caseiro, tudo delicioso). A acompanhar um prato de enchidos, salmão, queijos vários e salada. Os ovos mexidos estavam muito bons e bem temperados. A quantidade é mais que suficiente por isso levar apetite é essencial. O preço é talvez um pouco elevado, mas sem dúvida que tudo o que nos serviram estava muito bom!


Opinião publicada na página do restaurante na Zomato.

J C

Os melhores croissants da cidade saem do forno da Boulangerie todas as manhã e podem chegar à mesa salgados ou doces, com recheios mais clássicos, como queijo, fiambre ou Nutella, ou tão improváveis como chèvre e figos, salmão e cebolinho ou Nutella e gelado de stracciatella. Até simples são uma perdição. Aos fins-de-semana fazem parte do menu de brunch, que não é daqueles buffets de hotel gigantescos (que juntam numa única sala o pequeno-almoço e o almoço e dão cabo do ordenado de uma vezada só), mas sim servido à mesa. Destaque ainda para o incrível pão de alfarroba.