Less by Miguel Castro e Silva

Restaurantes Princípe Real
4 /5 estrelas
4 /5 estrelas
(1comentário)
Less by Miguel Castro e Silva
Fotografia: Arlindo Camacho Less by Miguel Castro e Silva

Foi a segunda vez que almocei na Embaixada e voltei a sentir-me deslocado. O Palacete Ribeiro da Cunha parece um riade de Marraquexe em pleno Príncipe Real, projectado por um arquitecto sob o efeito de ácidos. O estilo é neo-árabe, o senhor que desenhou o edifício do século XIX era um português relativamente desconhecido, e nem a inspiração veio do Magrebe, veio da casa de um capitalista português residente em Manaus, Brasil. Tudo para o senhor Ribeiro da Cunha, também ele abastado e amante de abóbadas e clarabóias.

Foi precisamente no pátio, debaixo da clarabóia central, que almocei, e desta vez melhor do que na estreia. Nessa altura, o restaurante que dá de comer aos clientes das lojas – perdão, dos espaços – deste centro comercial – perdão, desta galeria comercial – era outro, e razoável, mas o nível subiu muito deste que Miguel Castro e Silva se meteu ao barulho e nasceu este Less.

O projecto tem a particularidade de acontecer a reboque do bar da Gin Lover’s, no mesmo espaço, com carta própria. E é mais um restaurante da cidade com o apêndice “by chef”, o que por vezes significa bye chef: ou seja, mal acaba o almoço de apresentação à imprensa, o chef agarra nas suas faquinhas e no seu dinheirinho e bye à sua vidinha, deixando como única marca as fichas técnicas dos pratos que alguém tratará rapidamente de aldrabar.

Não parece o caso.

Castro e Silva até pode estar ausente (o empregado disse que faz visitas regulares), mas na cozinha há um residente permanente que sabe da poda, nenhuma dúvida sobre isso.

A primeira prova surgiu logo a abrir, com o robalo marinado em citrinos, funcho por cima, o peixe em fatiado em dominó. Assim que o vi lembrei-me do saudoso restaurante Bull & Bear, no Porto, onde o chef ganhou nome e eu comi este prato, há uns quinze anos. Fresco e exótico, uma variação superlativa da clássica combinação de salmão e aneto.

Depois, provei só o melhor risoto do ano – e sabe Deus a quantidade de risotos que esta cidade nos dá e eu recebo. O grão duro por dentro, gordo, e a ligar tudo queijo Gorgonzola na quantidade certa. Ao lado pêra Rocha em vinho do Porto e vinagre balsâmico, a consistência perfeita, nem farinhenta nem rija, bela ligação com o cereal.

A completar o trio (o empregado recomenda três pratos para partilhar por duas pessoas), vieram uns raviólis de abóbora assada com lâminas de amêndoa torrada e parmesão, delicado e inteligente, outra vez Castro e Silva a ir misturar o livro de receitas tradicionais com anotações de viagens.

Estava enganado o empregado, três foi pouco para o duo de comensais e houve necessidade de recorrer ainda ao Parmentier, o novo menino bonito da restauração sofisticada da cidade: puré de batata trufado e manteigoso, com uma gema de codorniz crua para misturar na mesa e um espargo verde magnífico, crocante. Uma delícia, um bocadinho de trufa a mais e era o céu.

Para muitos, esse espaço está reservado aos doces. E até nisso o Less não desiludiu: a tarte de limão merengada é perfeita para gulosos e é fresca e tem tudo o que uma tarte de limão merengada deve ter, incluindo a base consistente, o recheio de um creme condensado e açúcar, demasiado açúcar.

A carta do Less (curta e suficiente) é mais delicada e internacional do que a de outros sítios onde Miguel Castro e Silva tem assento, incluindo o restaurante do Time Out Market, galeria de comida muito aqui de casa, ou o De Castro Elias. Podíamos embirrar com isso por a Embaixada querer ser uma montra do melhor do país. Mas lá está, já falámos da arquitectura neo-árabe. Interessa sobretudo a comida. E essa é magnífica.

*As críticas da Time Out dizem respeito a uma ou mais visitas feitas pelos críticos da revista, de forma anónima, à data de publicação em papel. Não nos responsabilizamos nem actualizamos informações relativas a alterações de chef, carta ou espaço. Foi assim que aconteceu.

Por Alfredo Lacerda

Publicado:

Nome do local Less by Miguel Castro e Silva
Contato
Endereço Praça do Príncipe Real, 26
Lisboa
1250-184
Horário Seg-Sex 12.30-18.00, Sab 14.00-19.00
Transporte Metro Rato Bus 758, 773
Preço Até 30€
É o proprietário deste estabelecimento?
Static map showing venue location

Average User Rating

4 / 5

Rating Breakdown

  • 5 star:0
  • 4 star:1
  • 3 star:0
  • 2 star:0
  • 1 star:0
LiveReviews|1
1 person listening
tastemaker

Acho que comecei a gostar de Gin aqui, antes era um sabor forte e aqui são óptimos. Visito nas noites de Sexta ou Sábado, a esplanada lá fora também é excelente. 

O balcão de atendimento deveria ser maior, por vezes, as filas são enormes provocando um tempo de espera que nunca é agradável.