Pastelaria Versailles

Restaurantes, Cafés Avenidas Novas
5 /5 estrelas
4 /5 estrelas
(13comentários)
Ovo Estrelado com Salada Russa na Pastelaria Versailles
1/3
Ovo Estrelado com Salada Russa na Pastelaria Versailles
Versailles
2/3
Versailles, um clássico é um clássico
bolo rainha da versailles
3/3

É uma das pastelarias mais bonitas de Lisboa, inaugurada em 1922, com os tectos trabalhados, espelhos em art nouveau e candeeiros de cristal.  Desde então, mantém-se como referência também em tudo o que serve, do tradicional bolo-rei à pastelaria em geral que torna as vitrinas desta pastelaria numa das mais gulosas da cidade.

Mas a Versailles não se fica pelos éclairs, nem se esgota nos pastéis de nata, nem nos espessos chocolates quentes. É exímia também à hora da refeição. Tem carne de bom corte com a qual faz famosos os croquetes e os pregos no pão. O café sai bem servido e é, há quase um século, ponto de encontro de várias gerações. 

Publicado:

Nome do local Pastelaria Versailles
Contato
Endereço Avenida da República, 15 A
Lisboa
1050-185
Horário Seg-Dom 07.30-23.45
Transporte Metro Saldanha
É o proprietário deste estabelecimento?
Static map showing venue location

Average User Rating

4.2 / 5

Rating Breakdown

  • 5 star:3
  • 4 star:10
  • 3 star:0
  • 2 star:0
  • 1 star:0
LiveReviews|13
1 person listening
tastemaker

A Versailles é um clássico presente desde a infância. Lembro-me dos meus pais irem buscar bolos de aniversário e várias miniaturas para as festas de aniversário e eram sempre sucesso garantido. Hoje em dia, é raro passar à porta e não estar bastante movimento - a curiosidade do turista ou a saudade dos locais é motivo suficiente. Quer seja ao balcão ou à mesa, encontramos uma casa que tem a alma lusitana e antiga do saber servir. Façamos uma refeição mais ligeira ou mais completa, tudo o que aqui comemos é bem conseguido (não podemos fugir do clássico, os croquetes, são divinais! e o vol-au-vent de camarão também não lhe fica atrás). Não é barato porque aqui a conta não inclui só a comida: inclui também a sua história, o seu relevo no panorama da cidade e o ambiente formal e elegante que nos impõe. A Versailles é absolutamente incontornável e cada vez são mais raros espaços deste género.

tastemaker

Um marco da cidade lisboeta. Numa tarde de inverno sabe bem passar lá a beber um chocolate quente e um docinho! Os croquetes também são um must.

Tastemakertastemaker

A decoração é fantástica, e para mim a pastelaria Versailels significa Bolo-Rei, o lá de casa vem sempre daqui. Os croquetes, para quem adora salgados como eu, são uma perdição.

tastemaker

Adoro a decoração, clássica, bem como os empregados, que também são à antiga. Tem gostosos bolos exibidos na extensa montra, onde podemos também encontrar os salgados e outros. É um sítio muito bonito e onde dá gosto estar. Já há poucos do género, e espero que assim se mantenha sempre, para que prevaleçam estas lojas ditas históricas da capital. 


Uma das mais maravilhosas pastelarias da nossa Lisboa!
Infelizmente e como já acontece em muitos dos espaços bonitos, está apinhado de turistas.... 

Os croquetes são F A N T Á S T I C O S


É um sítio, dito "da moda", mas é uma boa aposta também. Com uma decoração intemporal e um serviço que prima pela formalidade do trato, os produtos da Versailles não desiludem. A pastelaria continua a ser óptima, com especial destaque para o bolo-rei (a igualar a qualidade dos famosos da praça). Para visitar e revisitar.


Conserva a versão clássica das pastelarias de Lisboa mas tem sabido captar novas gerações. Seja ao almoço ou ao lanche, nunca se é mal atendido.


Experimentar os croquetes da Versailles é mandatório. 



Não é o café das tias das Avenidas Novas, é o café das avós das Avenidas Novas. Sabe-se que as avós são exigentes. Agora que se aproxima o Natal, vale muito a pena comprar o bolo-rei de frutos secos.  De resto, há croquetes bons todo o ano e rosbife. Já lá almocei muito bem. 


Um café à antiga com balcão à antiga, refeições à antiga, empregados à antiga e pastelaria à antiga. Destaque para os queijinhos empoados, para quem gosta de doces de ovos.


El Nuno


A única pastelaria em que penso quando penso em almoçar. Os croquetes continuam a ser candidatos a qualquer concurso que procure eleger o melhor da cidade. Guarnecidos, são um almoço perfeito. Em alternativa aposto nos pasteis de bacalhau com feijão frade.


Nunca vi um balcão de bolos e salgados tão apetecível na cidade. Gosto muito dos croissants e dos croquetes, mas o melhor da Versailles são as pataniscas servidas com salada russa. Quase só fazem nos meses de calor, mas é o almoço ideal para o Verão (e para esquecer a dieta). 


Paragem obrigatória na cidade, a Versailles é como uma viagem ao passado. Uma viagem calórica e deliciosa. A pastelaria tradicional nunca desilude (fico sempre na dúvida entre as bolas de berlim e os palmiers cobertos) e os salgados superam os da grande maioria das pastelarias alfacinhas (não há melhores croquetes do que os da Versailles).


É o melhor sítio em Lisboa para ver pessoas a comer croquetes de faca e garfo. Outra coisa única nesta pastelaria histórica é a possibilidade de pedir um pires de esparregado à parte, independentemente do que estivermos a comer. Um palmier recheado com um esparregadezinho à parte? Com certeza. Ninguém faz perguntas, ninguém olha de lado.


Sinto-me no dever de acrescentar outro dado importante: as mesas da Versailles são maiores que as de outras pastelarias da cidade o que as torna ideias para ler o primeiro caderno do Expresso.