Stop do Bairro

Restaurantes, Português Campolide
0 Gostar
Guardar
Stop do Bairro
1/3
Stop do Bairro
2/3
Stop do Bairro
3/3

Há vários casos de restaurantes que mudam de lugar e deixam de funcionar. Não aconteceu com o Stop, casa mítica do ultracobiçado Campo de Ourique, há uns meses transferido para Campolide.

O novo lar tem mais luz, mais asseio, paredes pintadas, mas recupera os cachecóis e camisolas de futebol que ornamentavam o espaço original, sendo essa iconografia essencial para nos remeter ao espírito fundador do restaurante, criado por João Sabino, ex-jogador do Belenenses, em 1974.

Fiz lá duas refeições, recentemente, uma melhor do 
que a outra, as duas satisfatórias. Num almoço, provaram-se 
os pratos-emblema: arroz de tamboril (caldoso, pena o arroz
 ser vaporizado); carne de porco à alentejana (rojões a desfazerem-se, amêijoas raquíticas), acompanhada de umas batatas fritas soberbas;
 e chocos à angolana, o molho puxado de alho, coentros e piripíri, o picante a remeter para a origem da cozinheira, a célebre Dona Rosa.

Nas sobremesas, nada de extraordinário a assinalar. Ficou aquém do preço uma delícia de chocolate, banal e curta para os seus 4€. Dias depois, voltei para jantar. Outra vez casa cheia, a mesma simpatia e competência no atendimento, João Sabino sempre vigilante. As iscas não cumpriram, secas apesar de imersas num molho abundante em vinho branco. Melhores os escalopes com cogumelos.

Atenção se é sensível ao tabaco: o espaço continua a ser apertado, com mesas corridas e fumadores esbracejantes. Como nas tascas de antigamente.

*As críticas da Time Out dizem respeito a uma ou mais visitas feitas pelos críticos da revista, de forma anónima, à data de publicação em papel. Não nos responsabilizamos nem actualizamos informações relativas a alterações de chef, carta ou espaço. Foi assim que aconteceu.

Por Alfredo Lacerda

Publicado:

Nome do local Stop do Bairro
Contato
Endereço Rua Marquês de Fronteira, 173 A
Lisboa
1070-294
Horário Seg 09.00-17.00, Ter-Dom 12.00-23.00.
Transporte BUS 702, 712
Preço Até 20€
É o proprietário deste estabelecimento?

You may be interested in:

Average User Rating

5 / 5

Rating Breakdown

  • 5 star:1
  • 4 star:0
  • 3 star:0
  • 2 star:0
  • 1 star:0
LiveReviews|1
0 people listening
tastemaker

Torresmos fantásticos a iniciar, noite de cabidela à sexta e pijaminha de sobremesas a finalizar: uma maravilha! É um prato que temos de ter cuidado onde se come mas aqui estamos à vontade e para quem não for afoito a estas comezainas, aqui qualquer prato é tudo de bom!

O novo espaço está mais amplo e desafogado, sem comermos tão em cima uns dos outros, e embora a casa inicial fosse mais típica, com azulejos na parede e tal, esta não fica atrás. A simpatia mantém-se, comidinha portuguesa bem feita, carta de vinhos extensa (recomendo o tinto Piano, de um produtor que vai directo ao restaurante.

Sempre cheio portanto toca a reservar e para cedo, como quem come com os velhinhos... mas depois o convívio estende-se!