Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Varanda do Ritz

Varanda do Ritz

Restaurantes São Sebastião
5 /5 estrelas
(1comentário)
Varanda do Ritz
1/5
©JANINE SILVA/FOUR SEASONS HOTEL RITZ LISBON
Varanda do Ritz - Esplanada
2/5
@Richard Waite
Varanda do Ritz - Buffet
3/5
©Janine Silva
Varanda do Ritz
4/5
Varanda do Ritz
5/5
Richard Waite

A Time Out diz

A vista desafogada sobre Lisboa ninguém lhe tira. Este terraço do Ritz Four Seasons é a varanda mais exclusiva de Lisboa e percebe-se porquê. O chef francês Pascal Meynard continua a não desiludir nos pratos que serve, uma mistura entre sabores portugueses, franceses e mediterrânicos. E se há buffet famoso na cidade é o da Varanda do Ritz, onde é difícil provar tudo, tamanha é a oferta, e claro que os jantares à la carte ou sob regime de degustação não fazem por menos. E nem vamos começar a falar do incrível brunch. A juntar ao espaço interior há, obviamente, uma esplanada, com apenas 20 lugares e aberta apenas na Primavera, Verão e início do Outono.

Perfeito para: Jantar na varanda mais exclusiva de Lisboa.

Obrigatório provar: As sobremesas temáticas dos chefs pasteleiros Fabian Nguyen e Diogo Lopes.

Publicado:

Detalhes

Endereço Ritz Four Seasons Hotel
Rua Rodrigo da Fonseca, 88
Lisboa
1099-039
Transporte Metro Marquês de Pombal
Preço Mais de 50€
Contato
Horário Seg-Sex 12.30-15.00/19.30-22.30, Sáb-Dom 12.30-16.00/ 19.30-22.30
É o proprietário deste estabelecimento?

A vossa opinião (1)

5 /5 estrelas

Average User Rating

5 / 5

Rating Breakdown

  • 5 star:1
  • 4 star:0
  • 3 star:0
  • 2 star:0
  • 1 star:0
LiveReviews|1
1 person listening

Vir ao Ritz é sinónimo de expectativa muito muito elevada: pelo hotel, pela reputação, pelas críticas, pelo preço... e a verdade é que dos melhores e mais completos brunches da cidade. A curiosidade era muita, por isso vir com tempo para a satisfazer é essencial (há tanta e tanta coisa para experimentar). Reservar foi essencial, apesar de uma sala com muitas mesas, estava cheia. Assim que entramos neste espaço, reparamos logo nas várias estações, desde os queijos, às saladas, marisco, ceviche, pratos quentes e os tão aclamados doces. A variedade é mais que muita e o cuidado com a apresentação é notório. Em regime de buffet, poderíamos duvidar da frescura/qualidade de alguns pratos mas não há margens para dúvidas. Em estações como a dos pratos quentes e da ceviche, as iguarias são preparadas na hora e de acordo com o nosso gosto (a ceviche de salmão e pampo estava divinal, assim como a dourada grelhada e a carne). Os ovos benedict foram, claramente, um dos ex libris desta refeição. Foram cozinhados a pedido (como todas as opções de ovo) e foram os melhores que já comi! Que coisa maravilhosa, neste prato não vamos mesmo ao engano! Depois de um conflito interno se ainda tínhamos capacidade para experimentar as sobremesas, aceitámos o desafio. Destaco o mil folhas, um autêntico best seller, assim como as pequenas tartes com frutos vermelhos que eram pequenas garfadas de céu. O único ponto menos positivo, e daí não ter atribuído a nota máxima, é a não inclusão de qualquer bebida no menu de brunch. Desde sumos naturais, a água e cerveja, o custo desta refeição disparou ainda mais (€12 por um sumo natural de ananás). À parte deste ponto, foi uma experiência sem falhas e completamente irrepreensível. A barreira do preço pode ser muito alta, mas se tivermos oportunidade de experimentar, pelo menos uma vez, acreditem que valerá muito a pena!


Opinião publicada na página do restaurante na Zomato.