Dias Felizes

Teatro
0 Gostar
Guardar
Dias Felizes
@Gianni Fiorito

Eis winnie, enterrada até à cintura, mulher que se afunda na areia alheia ao absurdo, perdida em falas e divagações, a dirigir-se por vezes ao marido, Willie. São os Dias Felizes, melhor dizendo, é a vida à beira da loucura, estreada pela primeira vez em 1961, em Nova Iorque. Um clássico de Samuel Beckett, agora numa encenação de Adrea Renzi do napolitano Teatro Uniti. Em palco, num espetáculo em italiano com legendas em português, temos Nicoletta Braschi, a eterna Principessa de A Vida é Bela, de Roberto Benigni, conhecida também pela participação em títulos como Vencido pela Lei, de Jim Jarmusch. O Lisbon & Estoril Film Festival volta assim ao Teatro Nacional D. Maria II.