Ela Diz

Teatro
Ela Diz
©DR

Como parte do ciclo Depois de Babel, Carlos J. Pessoa criou esta peça como “um face a face desafiante onde uma mãe e uma filha dizem uma à outra o que nunca disseram”, mas precisam dizer. Ou seja, o autor e encenador do Teatro da Garagem, mais uma vez através da predominância da palavra, cria um espectáculo que é, como diz a dramaturgista Maria João Vicente, “um jogo de espelhos indefinidamente posto em movimento por uma escuta que não fixa um sentido, mas um conjunto de significâncias”. Fernanda Neves, a completar 40 anos de carreira, e Ana Palma, asseguram a interpretação.

Por Rui Monteiro

Publicado:

LiveReviews|0
1 person listening