Lulu

Teatro
Lulu

Nuno M. Cardoso, com todo o respeito, ruminou esta peça durante anos e, agora, com Afonso Santos, António Afonso Parra, Catarina Gomes, Daniela Cruz, João Cardoso, João Melo, Mafalda Lencastre, Nuno Cardoso, Sara Garcia e Vera Kolodzig, finalmente chegou aonde queria com a sua encenação que, também durante anos, o dramaturgo alemão Frank Wedekind escreveu e reescreveu. O texto, disse outro dramaturgo, Edward Bond, é “sobre sexo, dinheiro e violência: a História profética do capitalismo.” Nesta montagem de Nuno M. Cardoso, Lulu é quase um ensaio sobre o desejo, onde o cinismo libertino convive com a fachada do puritanismo burguês em jeito de fábula para adultos onde a anti-heroína de serviço começa por ser uma esposa domesticada, infiel e devassa, para se tornar numa aventureira e numa prostituta.

Por Editores da Time Out Lisboa

Publicado: