Pulmões

Teatro
Pulmões
©José Caldeira Pulmões de Luís Araújo

A Time Out diz

Regresso ao trabalho do Ao Cabo Teatro para ver como Luís Araújo encena Duncan Macmillan, dramaturgo inglês pouco conhecido em Portugal, nesta obra que “encara de frente a geração ‘millennial’ e as suas inquietações.” Com interpretação do encenador e de Maria Leite, encontra-se “um casal na casa dos 30 anos” que discute, “durante uma ida ao IKEA, a possibilidade de ter um filho e qual o impacto dessa decisão neles e no mundo – confrontando-os a eles e aos espectadores com a iminência de uma catástrofe que pode produzir consequências cataclísmicas.” Ora, mesmo não “sendo explicitamente sobre mudanças climáticas”, o certo é que a peça “fala de uma geração que, tal como o planeta, vive num estado de ansiedade e de incerteza económica, social, política e ambiental” a que ainda se pode ainda juntar o terrorismo no espaço cénico, vídeo e figurinos criados por António MV, iluminado por Nuno Meira.

Por Rui Monteiro

Publicado:

Detalhes

A vossa opinião

LiveReviews|0
1 person listening