Quarta-Feira: O tempo das cerejas

Teatro
Cláudia Dias
©DR

Quarta-Feira: O Tempo das Cerejas é o terceiro episódio do ciclo Sete Anos Sete Peças, continuação do trabalho iniciado por Cláudia Dias em 2016 com Segunda-Feira: Atenção à Direita!, e prosseguido o ano passado com Terça-Feira: Tudo o que é Sólido Dissolve-se no Ar, desta vez com a colaboração de Igor Gandra, o director artístico do Teatro de Ferro.

Neste espectáculo descaradamente político Dias e Gandra “fazem uma ligação directa a tudo o que é varrido para baixo do tapete ocidental” explorando como apesar de “os bombardeamentos aéreos por parte de forças militares europeias serem hoje em dia facilmente visionáveis na internet ou na TV, a ligação entre os nossos lares e as crateras abertas por mísseis noutro lado do mundo, não é tão visível assim.” Ora, para esclarecer este “buraco negro”, e para não restarem dúvidas sobre a intenção dos criadores, melhor não há do que continuar a citar Jorge Louraço Figueira no programa, quando diz que não “se trata apenas de mostrar a responsabilidade das sociais-democracias europeias nos massacres que estão a ocorrer agora no resto do mundo.” Pois o “olho negro no meio do chão é uma imagem de sinal negativo que nos revela o que está por fazer.”

Por Rui Monteiro

Publicado:

LiveReviews|0
1 person listening