Um Libreto para Ficarem em Casa Seus Anormais

Teatro
Um Libreto para Ficarem em Casa Seus Anormais
©DR

O texto vem de Rodrigo García, mas a criação do espectáculo e a sua encenação são de Albano Jerónimo, que partiu da tradução de John Romão, entregou a composição do libreto a Mickaël de Oliveira e a composição musical desta (mais uma vez) tecnicamente ópera a Vítor Rua. Jerónimo, porém, não se fica por aqui, e, ao original, junta o imaginário de Werner Herzog, melhor, de Fitzcarraldo, aquela história do alemão melómano e principalmente megalómano que usa os lucros da extracção de borracha para construir um teatro de ópera… na Amazónia. Em palco estarão, além de Albano Jerónimo (que, a partir de dia 14, será substituído por Anabela Moreira), Ana Celeste Ferreira, Ana Lopes Gomes, Ana Rosa Teixeira, António Coutinho, António Parra, Carolina Sousa Mendes, Cláudia Lucas Chéu, Eliana Veríssimo, Helena Guerreiro, Joana Onório, Leonor Devlin, Luís Puto, Margarida Antunes, Maria Ladeira, Mickaël de Oliveira, Nuno Reis, Ricardo Gageiro, Rui Fonseca, Sofia Duarte Silva, Solange Freitas, Tiago Duarte, e ainda os bailarinos Francisco Rolo e Gonçalo Andrade.

Publicado:

LiveReviews|0
1 person listening