A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Quinta de Santa Teresa
DRQuinta de Santa Teresa

Os melhores enoturismos na região dos Vinhos Verdes

Por entre jardins e barricas, há muito por descobrir na região dos Vinhos Verdes

Escrito por
Mariana Lopes
Publicidade

Se nunca lhe passou pela cabeça a região dos Vinhos Verdes para uma escapadinha por Portugal, saiba que esta região tem alguns dos melhores enoturismos de Portugal, onde a paisagem natural e os jardins históricos e românticos são o pano de fundo perfeito para provas e actividades vínicas muito originais. Faça as malas e siga as nossas dicas. Traçamos-lhe o roteiro perfeito para uma escapadinha com tudo a que tem direito.

Recomendado: De Amarante a Melgaço, na rota dos Vinhos Verdes

Os melhores enoturismos na região dos Vinhos Verdes

Quinta da Aveleda
Filipe Braga

1. Quinta da Aveleda

Em Penafiel, a Quinta da Aveleda produz vinho há mais de 150 anos, e está, actualmente, nas mãos da quinta geração da família proprietária. Ali, a vinha faz companhia a árvores com mais de três séculos e aos oito hectares de jardins sumptuosos, cuja visita faz parte do programa de enoturismo, bem como a visita às vinhas, à Adega Velha (onde a Aveleda envelhece as suas aguardentes), ou à Vinoteca (onde se podem encontrar e comprar vinhos raros ou mais antigos da empresa). Há também várias provas de vinho, para fazer em grupo ou em privado, e provas comentadas por “wine educators” da empresa; um workshop de pintura com vinho; e a Oficina do Pão (que envolve fazê-lo e comê-lo, com prova de um vinho e queijo). Mas a actividade mais original é a que Ildefonso Martins, director de inovação e enoturismo da Aveleda, aconselha aos leitores da Time Out: o Escape Garden. Este é um jogo de fuga desenhado para ser feito ao ar livre, o primeiro entre vinhas e jardins, e foi desenvolvido com base nos 150 anos de história da família. O jogo gira em torno da “misteriosa tragédia de uma garrafa perdida”. Não uma garrafa qualquer, mas a primeira garrafa da colecção privada da família da Quinta da Aveleda, datada de 1870. Os participantes têm o desafio de a encontrar, por via de pistas espalhadas pela quinta. Esta “é uma forma inovadora e dinâmica para educar sobre vinhos, nomeadamente sobre vinho verde e os vinhos da propriedade”, refere o responsável de Enoturismo. O Escape Garden, para grupos até oito jogadores, custa €12,50 por pessoa e dura cerca de uma hora.

Penafiel. Rua da Aveleda, 2. 255 718 242

Casa de Vilacetinho
Joao Pedro Landolt

2. Casa de Vilacetinho

Na sub-região de Baião, a casta Avesso é protagonista, e a Casa de Vilacetinho é um dos produtores que mais aposta nela, fazendo dos vinhos desta uva a sua especialidade. É em Alpendorada, Marco de Canaveses, a propriedade cuja casa original data de 1790, um edifício em tudo esplendoroso, rodeado de vinhas e jardins cuidados, onde cada sebe é aparada ao milímetro. A estética e calmaria do local são cartão de visita, para completar com provas dos vinhos de Vilacetinho, acompanhadas de broa regional e azeitonas, ou visita às vinhas e à adega. Os programas de prova disponíveis são três: a Prova Rápida (€5), que inclui um rosé ou branco, o Casa de Vilacetinho Grande Escolha e um vinho Avesso; a Prova Avesso (€10), com alguns vinhos da casta e o Grande Escolha; e a Prova Completa (€15), de oito vinhos. Totalmente “livre de encargos” é o Percurso Pedestre, que contorna a propriedade em 2,7 quilómetros e permite desfrutar da bonita e panorâmica vista sobre o vale do rio Douro. Cada participante tem direito a um mapa do percurso e só há uma exigência… escapar à rotina.

Alpendorada, Marco de Canaveses. Rua de Vilacetinho. Seg-Sex 09.00-18.00. 255 619 744

Publicidade
Quinta de Santa Teresa
DR

3. Quinta de Santa Teresa

Esta quinta, onde são produzidos os vinhos da A&D Wines com o mesmo nome e também sob a marca Monólogo, combina um conforto moderno e luxuoso com a arte de bem receber. Embora seja um produtor relativamente recente, com início de actividade em 2005, a A&D Wines já tem, há algum tempo, o seu projecto de enoturismo bem implementado. Mesmo a tempo da época de férias de Verão, a Quinta de Santa Teresa, situada em Loivos da Ribeira, região de Baião, inaugurou recentemente um novo programa de enoturismo, o Piquenique, que se vem juntar à oferta permanente dos quatro programas de visitas e provas especiais. No bosque, junto à piscina ou a um dos lagos, o Piquenique da Quinta de Santa Teresa (€30 por pessoa) inclui, além de prova de vinhos do produtor e visita, vários petiscos feitos com iguarias locais, como queijo com compota caseira; alheira de Baião; tarte de cebola; salada com vegetais da horta da Quinta, enriquecida com requeijão, rabanete e sultanas; e morangos biológicos.

Os outros programas, por sua vez, vão dos €15 aos €50 por pessoa: o Standard dá a conhecer dois exemplares de vinhos varietais (de uma só casta) da região com as gama Monólogo, Espinhosos e o Singular de Vinhas Velhas; a Avesso Experience dá aos enófilos a oportunidade de conhecerem a casta em vários perfis aromáticos e métodos de vinificação; o pacote Top Range faculta acesso aos melhores brancos e rosés da Quinta; e o mais premium de todos os programas, Without Limits, permite personalização total e os visitantes podem provar, sem limitações, todo o portefólio da casa. No que toca a este último, é caso para perguntar: onde é que nos inscrevemos?

Loivos da Ribeira, Baião. Rua de Arufe 530. 229 419 378/9

Quinta de Soalheiro
DR

4. Quinta de Soalheiro

Este ano, o Soalheiro celebra 40 anos enquanto um dos maiores e mais conceituados produtores especialistas em Alvarinho, da sub-região Monção e Melgaço. Por isso mesmo, além de todas as provas – de vinho ou das famosas infusões da quinta – e actividades variadas já existentes, incluindo estadia no local, a Quinta de Soalheiro criou agora a Prova 40 Anos, uma degustação através da qual o produtor pretende mergulhar o enoturista na história e evolução do Soalheiro, e fazê-lo explorar a elasticidade da casta Alvarinho. Nesta viagem de luxo, que custa 120€ por pessoa, é possível provar duas colheitas antigas, os quatro vinhos da Edição Especial Soalheiro 40 anos, o Soalheiro Clássico 2021, e outras cinco referências à escolha, das colheitas actuais. Com duração de duas horas e sem número mínimo de pessoas, a prova inclui, ainda, uma visita à vinha, ao Campo das Infusões e à Adega e Cave da Inovação, bem como uma prova de cuba (vinho ainda em estágio) nesta cave.

Há ainda uma outra versão da Prova 40 Anos, talhada para quem não se pode deslocar fisicamente a Melgaço, a Prova Digital. Por €195, esta prova, comentada pelo produtor e enólogo Luís Cerdeira, oferece os quatro vinhos da Edição Especial Soalheiro 40 anos, um saca-rolhas de edição especial “Premium Sommelier Soalheiro 40 Anos”, e o guia com informação sobre o Soalheiro, fichas técnicas dos vinhos e notas de prova. Embora à distância, não deixa de ser uma experiência intimista e personalizada.

Charneca Alvaredo, Melgaço. Seg-Sex 09.30-18.30, Sáb-Dom 09.30-13.30/ 14.30-18.30. 251 416 769

Publicidade
Quinta do Ameal
DR

5. Quinta do Ameal

Adquirida pelo Esporão em 2019, a Quinta do Ameal estende-se por 30 hectares verdejantes no Vale do (rio) Lima e afigura-se uma das marcas de maior referência na região, com tradição exclusiva de produção de vinhos ambiciosos da casta Loureiro, e apenas dela.

Além da componente vínica mais directamente presente no Enoturismo da quinta – com a Prova Ameal (€25), de três vinhos actuais da gama; e a Prova Singular (preço sob consulta), de colheitas antigas – há que destacar o alojamento, que aqui vale mesmo a pena, pela qualidade geral, personalização da experiência e, sobretudo, para escapar a dois: são três suítes e uma sala na Casa Grande, o edifício principal; e duas suítes, com cozinha totalmente equipada, na Casa da Vinha, um edifício independente. O pequeno almoço pode ser feito de duas maneiras, servido na sala comum, ou confeccionado pelos próprios na suíte, com produtos entregues para o efeito. As restantes refeições podem ser entregues aos clientes já prontas ou feitas em modelo “chef ao domicílio”. Para completar o descanso e a diversão, há massagens, passeio guiado de caiaque no rio Lima, passeio de bicicleta de montanha, “River Trekking” (escalada no rio), ou caminhadas pelo Parque Nacional Peneda Gerês, sendo que estas três últimas actividades podem incluir guia.

Refoios do Lima, Ponte de Lima. 258 931 750

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade