Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Porto icon-chevron-right Quatro receitas de folar de Páscoa para fazer em casa
Folar de Tiago Bonito
© DR/Tiago Bonito

Quatro receitas de folar de Páscoa para fazer em casa

Quatro chefs portugueses partilham as receitas de folar de Páscoa de família: duas doces, duas salgadas.

Por Inês Garcia
Publicidade

Apesar de a maior parte das pessoas associar o folar a uma coisa doce, dependendo da região e das tradições de família, o folar de Páscoa tanto pode ser doce como salgado. Pode ter um ovo (ou mais) no topo — Cristina Castro, autora do livro A Doçaria Portuguesa - Norte, explica que o ovo pode simbolizar um novo começo —, o mais comum de ver nas mesas pascais e um dos presentes que os padrinhos costumam oferecer aos afilhados, ou ser recheado com várias carnes, como o folar transmontano. Este pão rico é uma tradição que não se deve perder e quatro chefs portugueses, com raízes e origens diferentes, partilham as suas receitas de folar de Páscoa – o resultado são dois folares doces e outros dois salgados.

Recomendado: Dez sítios para encomendar tudo para a Páscoa

Quatro receitas de folar de Páscoa para fazer em casa:

largo do paço, folar
largo do paço, folar
DR/Tiago Bonito

Receita de Tiago Bonito, do Largo do Paço

Restaurantes Português Grande Porto

A receita de folar de Páscoa de Tiago Bonito, chef do restaurante Largo do Paço na Casa da Calçada, em Amarante, é da mãe e tem uma data de memórias associadas. É doce e o ovo no topo não falha.

 

Ingredientes para a massa

 

-500gr farinha 55
-125gr açúcar
3 ovos
100g manteiga
100ml leite meio gordo
20g fermento de padeiro
1 limão
1 Laranja
q.b.colher café canela moída
q.b. erva doce moida
3g sal fino

Ingredientes para os ovos cozidos
2 ovos
q.b casca de cebola

1 ovo para pincelar

Preparação
1) Misturar a farinha com o açúcar, fazer um monte e abrir um buraco no centro para colocar o leite, raspa da casca de limão, laranja, canela, erva doce moída, sal, manteiga e os ovos.
2) Envolver os ingredientes de dentro para fora até formar uma massa e aí amassar bem durante 5 minutos.
3) Juntar o fermento e continuar a amassar mais cinco minutos até a massa ficar bem homogénea e dar para fazer uma bola com a massa.
4) Deixar a massa numa taça tapada e deixar levedar entre seis a oito horas, de preferência no frio.
5) Cozer os ovos com a casca de cebola durante 10 minutos.
6) Retirar a massa do frio e enrolá-la em forma de uma bola. Deixar um pouco da massa de parte para fazer umas tranças com os ovos cozidos.
7) Colocar a bola de massa num tabuleiro com papel vegetal, polvilhada com farinha.
8) Tapar a massa com um pano e deixar delevedar três horas.
9) Colocar os ovos cozidos no centro da massa. Pegar na restante massa reservada, dividi-la em quatro partes e esticar em tiras para colocar em volta dos ovos. Deixar levedar mais uma hora tapado com um pano.
10) Pincelar o folar com ovo batido e levar a cozer no forno a 170ºC durante 16 minutos.

Dica: Amassar a massa à noite para deixar a levedar durante a noite. Desta formas pode cozer o bolo durante o dia e provar o folar ainda quente.




suba, folar
suba, folar
DR/Fábio Alves

Receita de Fábio Alves, do SUBA

Restaurantes Global Chiado/Cais do Sodré

Fábio Alves, do Suba, no Verride Santa Catarina, sugere um folar recheado com enchidos. 

Ingredientes
1kg de farinha
12 ovos
100g de manteiga
150g de banha de porco
30g de azeite
30g de fermento de padeiro
Q.b de sal
5ml de água ardente
300g presunto
200g de linguiça
200g salpicão

Preparação
1) Colocar os ovos em água morna, derreter a manteiga e a banha e dissolver o fermento com um pouco de água morna, juntamente com a água ardente.
2) Num recipiente, colocar a farinha, fazer uma cavidade e adicionar o fermento, a banha e a manteiga, envolver tudo e, por fim, adicionar os ovos.
3) Polvilhar uma bancada com farinha e deitar para lá o preparado.
4) Amassar e trabalhar de uma forma energética a massa, polvilhando com farinha se necessário.
5) Quando a massa já não se agarrar à bancada nem às mãos, está pronta.
6) Colocar o forno a 50º e colocar lá a massa a levedar, tapada com um pano, por aproximadamente 1hora e 30 minutos (o ideal do ponto de levedura é a massa crescer o dobro da forma inicial).
7) De seguida, dividir a massa em duas partes iguais, esticar com a mão, juntar os enchidos cortados em cubos, enrolar a massa, colocar no tabuleiro e levar ao forno a levedar mais 30 minutos.
8) Pincelar com ovo e levar ao forno a 180º durante aproximadamente 1 hora.



Publicidade
egoista, folar
egoista, folar
DR/Hermínio Costa

Receita de Hermínio Costa, do Egoísta

Restaurantes Português Grande Porto

Em Trás-os-Montes, “não há Páscoa sem este folar”, garante Hermínio Costa, chef do Egoísta, na Póvoa de Varzim. Em Torre de Moncorvo, terra dos avós do chef, é conhecido como empada.

Ingredientes para a massa
1kg de farinha de trigo T55
11g de fermento de padeiro em pó
5 Ovos
65g de manteiga
1dl de azeite
1,5dl de água tépida 

Chouriço de carne
Salpicão
Presunto
Toucinho

Preparação
1) Dissolver o fermento na água tépida.
2) Derreter a manteiga em banho-maria.
3) Bater ligeiramente os ovos com o sal.
4) Numa tigela colocar a farinha e fazer uma cova no meio. No meio da farinha colocar os ovos, o azeite, a manteiga e a água com o fermento. Começar a amassar de dentro para fora até que a massa descole das mãos. De vez em quando, se necessário, polvilhar com farinha para que se descole mais facilmente.
5) Tapar a massa com um pano e deixar levedar durante 90 minutos aproximadamente, até que a massa cresça o dobro.
6) Estender uma porção de massa em círculo e colocar num tabuleiro.
7) Dispor sobre a massa os enchidos cortados em rodelas e o toucinho e presunto, cortados em pedaços pequenos. As quantidades deverão ser ao gosto de cada um.
8) Seguidamente estender outra porção de massa ligeiramente maior e colocar por cima da anterior. Unir as duas camadas de massa e deixar novamente repousar 45 minutos.
9) Pincelar com ovo batido e levar a cozer ao forno a 180º durante 40 minutos. 

Padaria da Esquina
Padaria da Esquina
©Duarte Drago

Receita de Vítor Sobral, do Talho, Tasca, Peixaria e Padaria da Esquina

Restaurantes Padarias Campo de Ourique

Vítor Sobral é team folar doce, com erva doce e canela como manda a tradição. Se não se der bem com a receita caseira, saiba que nas suas Padarias da Esquina, em Lisboa (Alvalade, Campo de Ourique e Restelo), está a aceitar encomendas de folar e tem entregas em casa.

Ingredientes

600g de farinha de trigo
175g de açúcar amarelo
50g de banha de porco
50g de manteiga
100g de massa de pão
2g de fermento de padeiro
90ml de leite
1 ovo
100ml de água
1 colher de chá de canela em pó
1 colher de chá de erva doce em pó
1 colher de café de sal
1 ovo cozido para guarnecer

Preparação
1) Amornar a água com o leite e derreter a manteiga e a banha. Juntar os restantes ingredientes e amassar.
2) Deixe levedar a massa até ganhar o dobro do tamanho.
3) Molde o folar de Páscoa de forma tradicional com o ovo cozido, pincele com a gema do ovo e leve ao forno a 150ºC por aproximadamente 30 min.

Mais para a Páscoa:

A Cozinha do Manel - Cabrito Assado
© João Saramago

Receitas de família para a Páscoa

Restaurantes

Borrego, cabrito, ovos, amêndoas e outros docinhos típicos de várias zonas do país. Mesmo longe da família, cumprindo as normas do Estado de Emergência, a equipa Time Out está fisgada em manter a tradição pascal e incentivá-lo a fazer o mesmo. Folheámos os livros de receitas antigos das nossas famílias para descobrir pratos caseiros para a Páscoa. Trate de pedir receitas ou siga as nossas à risca. Quando pusermos mãos à obra, vamos deixar pais, tios e avós orgulhosos – não se esqueça de ligar em videochamada para mostrar o resultado final e passar a consoada pascal em família.

 Recomendado: Dez sítios para encomendar tudo para a Páscoa

Brigadão
© DR

Doces temáticos para comer na Páscoa

Restaurantes

Independentemente das crenças, a Páscoa é uma boa desculpa para encher a mesa de boa comida, principalmente no que toca a doces. Há ovos de chocolate, amêndoas com todo o tipo de coberturas — desde pastas de açúcar coloridas a diferentes tipos de chocolates — e muitas outras sobremesas típicas. Tudo para compensar o esforço e sacrifício feitos ao longo de 40 dias de jejum. Espreite esta lista com doces temáticos que pode encomendar e, claro, devorar em casa. Se a sua praia for mais o pão-de-ló, também o podemos ajudar e se não se quiser chatear entre tachos na cozinha também lhe dizemos onde é que pode encomendar tudo para a Páscoa.

Recomendado: Oito sítios para comprar amêndoas no Porto

Publicidade
Casa Natal
© Casa Natal

Dez sítios para comprar amêndoas no Porto

Restaurantes

Com a Páscoa mesmo aí a bater à porta, um saquinho de amêndoas é algo indispensável, mesmo que não seja possível celebrar a época. Deixe a dieta de lado por uns dias e seja feliz com tanta coisa boa, que vai encontrar nesta lista de sítios para comprar amêndoas no Porto. Há amêndoas das mais variadas formas, feitios e sabores, como chocolate de leite, branco ou negro, com sabor a menta, café, caramelo ou recheio de frutas. Além de doces, as amêndoas são boas para decorar uma mesa, mas, se quiser algo menos comestível para dar cor, encomende um arranjo a uma das floristas do Porto que entregam ao domicílio

Recomendado: Cinco sítios para comprar pão-de-ló no Porto

Tavi Confeitaria - Pão-de-ló
© João Saramago

Cinco sítios para comprar pão-de-ló no Porto

Compras Confeitarias

Ovos de chocolate e amêndoas não podem faltar na mesa de Páscoa. Mas o rei dos doces nesta altura do ano, que todos vão sentir falta se for esquecido, é sem dúvida o pão-de-ló. Na sua receita original, era elaborado com ovos, açúcar e farinha de trigo, mas variedade não falta nos dias que correm. Mais húmidos ou mais secos, de Ovar ou tradicionais, nesta lista com cinco sítios para comprar pão-de-ló no Porto vai encontrar de tudo um pouco. E sabe o que é que vai bem com pão-de-ló? Uma generosa fatia de um queijo, comprado numa das melhores queijarias do Porto.

Recomendado: Oito sítios para comprar amêndoas no Porto

Publicidade
Confeitaria Doce Alto - Pão-de-Ló
© João Saramago

Dez sítios para encomendar tudo para a Páscoa

Restaurantes

Mesmo em tempo de confinamento, a Páscoa deve ser celebrada. Desta vez, não com a família toda junta, mas sempre com a mesa cheia. Para isso, não deve faltar o cabrito, a vitela e o polvo, nem o pão-de-ló e as amêndoas. Não sabe fazer? Prefere comprar fora? Nesta lista, com sítios para encomendar tudo para a Páscoa no Porto e arredores, há boas sugestões para dar alegria ao almoço de domingo. Além dos tradicionais take-aways, aqui encontra ainda restaurantes, confeitarias e algumas lojas tradicionais que lhe levam a casa tudo o que precisa nesta época.

Recomendado: Restaurantes do Porto com entregas ou take-away

 

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade