A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Casa Guedes
© Eduardo AlmeidaMoelas da Casa Guedes

Quatro sítios para comer moelas no Porto

Está com vontade de petiscar? Fique a conhecer estes sítios para comer moelas no Porto.

Escrito por
Margarida Ribeiro
Publicidade

Certos petiscos são clássicos que não podem faltar numa mesa portuguesa, quer seja para um jantar em família, ou uma tarde bem passada com os amigos. É o caso das moelas que, normalmente, são cozinhadas num belo refogado e servidas com muito molho, que serve para molhar o pão quando já não há carne. Ficou com água na boca? Então fique a conhecer estes sítios para comer moelas no Porto. Se gosta de comida típica, na cidade também vai encontrar bons sítios para comer um cozido à portuguesa, ou as clássicas pataniscas de bacalhau

Recomendado: As 10 melhores tascas no Porto

Sítios para comer moelas no Porto:

  • Restaurantes
  • Português
  • Vila Nova de Gaia
  • preço 1 de 4

Não há adepto do Futebol Clube do Porto que nunca tenha ouvido falar na Casa Portista, em Vila Nova de Gaia, fácil de encontrar graças ao emblema e ao dragão pintados na parede exterior. Lá dentro, além de poder assistir a todos os jogos do clube, pode provar uma série de petiscos típicos. Bifanas, panados, pataniscas e, claro, moelas. A receita é secreta e o prato está disponível em três versões: em sandes (1,30€), em tigela (3€), e em barco (6€).

  • Restaurantes
  • Restaurantes
  • Aliados
  • preço 1 de 4

É uma instituição da cidade – e apesar de ser mais conhecida pelas bifanas, com o seu molho tão característico, conta com outros petiscos que merecem atenção. É o caso das moelas (5€), cozinhadas lentamente num refogado e servidas com um molho ligeiramente picante. Se lá for, aproveite também para se deliciar com caldo verde, papas, rissóis, croquetes e bolinhos de bacalhau.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Português
  • Campanhã
  • preço 1 de 4

Outra casa onde a bifana brilha é O Astro, em Campanhã, um espaço com um pequeno balcão e uma bela esplanada. Como em todas as tascas, aqui também pode provar clássicos como caldo verde, papas de sarrabulho, pregos e moelas – que são feitas diariamente e com ingredientes escolhidos a dedo. A grande responsável pela qualidade deste prato (e dos outros todos) é a D. Ermelinda, que está ao leme dos tachos, e que faz as moelas com um refogado com tomate, sal, vinho branco e uma pitada de picante. Chegam à mesa em três formatos: no pão (1,80€), em prato simples (3,50€) ou com batatas fritas (4,50€).

  • Restaurantes
  • Português
  • Baixa
  • preço 1 de 4

As famosas sandes de pernil (com ou sem queijo da serra) não são o único prato que tem de provar quando visitar a Casa Guedes. Depois de se instalar na esplanada com vista para o Jardim de São Lázaro, e de pedir um fino para acompanhar a refeição, peça as clássicas moelas (3,80€) que, segundo a casa, são tenras, apuradas e servidas com bastante molho digno de se “rapar a panela e lamber os dedos”. Se continuar com fome, pode sempre apostar nos tradicionais bolinhos de bacalhau ou no caldo verde.

Mais para comer no Porto:

  • Restaurantes
  • Português

Hoje em dia não é difícil experimentar pratos de outros cantos do mundo na cidade mas, verdade seja dita, poucas coisas sabem melhor que uma refeição de comida caseira, temperada no ponto e servida em doses generosas. Nesta lista, com os melhores restaurantes de comida tradicional no Porto, há pratos para todos os gostos, do cozido à portuguesa ao galo à bordalesa, passando pelos filetes de pescada e pelas sardinhas fritas com arroz de feijão. Se não troca a comida da avó e da mãe por nada deste mundo, leia o que se segue.

Recomendado: Os melhores restaurantes para comer muito e pagar pouco no Porto

 

  • Restaurantes

Não há nada como prato farto, comida genuína e boa bebida a acompanhar uma refeição que sai por meia dúzia de tostões. No Porto há vários restaurantes onde pode encher a barriga sem esvaziar a carteira. Se tem amor à comida, mas também tem ao dinheiro, passe os olhos pela lista que preparámos para si com o melhor dos dois mundos. Depois, junte um grupo de amigos ou reúna a família em torno da mesa e encha a barriga com comida de verdade. Um fartote que lhe vai ficar por uma pechincha. Bom proveito.

Recomendado: Coisas grátis para fazer no Porto

Publicidade
  • Restaurantes

Frango de qualidade (de preferência criado ao ar livre no campo) e o respectivo sangue em quantidades generosas, mais arroz carolino, vinagre q.b. e uma pitada de sal. Eis os principais ingredientes de um dos pratos mais antigos da gastronomia portuguesa. Posto isto, há que ter mãos para a cozinha e os responsáveis por estes três sítios para comer arroz de cabidela no Porto não brincam em serviço. Prova disso, é a fama que têm e o número de pessoas que vão de propósito para comer este prato. Está com fome? Então junte a família à mesa e trate de encher a barriga. 

Recomendado: Os melhores restaurantes de comida tradicional no Porto

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade