Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Netflix cancela House of Cards

Netflix cancela House of Cards

Publicidade

House of Cards foi a primeira série original a meter o nome da Netflix no mapa. Mas a sexta temporada, ainda sem data de estreia marcada, será a última.

A notícia surge pouco depois de Kevin Spacey ter sido acusado de assédio sexual por Anthony Rapp o actor de Star Trek: Discovery, hoje com 46 anos, teria 14 anos quando tudo aconteceu. Contudo, de acordo com o The Hollywood Reporter, que deu a notícia, a conclusão da série estava programada “desde o Verão”

O actor respondeu à polémica com um tweet que está também a gerar alguma controvérsia. “Estou mais do que horrorizado por ouvir esta história. Honestamente, não me lembro do encontro, terá sido há mais de 30 anos. Mas se me comportei como ele descreve, devo-lhe as desculpas mais sinceras por o que teria sido um comportamento bêbado profundamente inapropriado”, escreveu Spacey, aproveitando o tweet para revelar a homossexualidade.

Foi, na verdade, a mistura dos dois temas que não caiu bem a grande parte dos seus seguidores, que o acusam de dar uma tom negativo à homossexualidade e de querer desviar as atenções do escândalo em que se vê envolvido. 

 

Entretanto, foi também noticiado que a Netflix está a desenvolver vários possíveis spin-offs. Segundo a Variety, há várias ideias em cima da mesa, todas ainda num fase inicial. Um conceito anda à volta de Doug Stamper (Michael Kelly), o chefe de gabinete de Frank Underwood (Kevin Spacey). Outras ideias avançadas giram em torno de Claire Underwood (Robin Wright) ou Thomas Yates (o escritor Paul Sparks).

+ Os melhores papéis de Kevin Spacey: dez personagens memoráveis

Share the story
Últimas notícias
    Publicidade