A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

Sud Lisboa. À mesa, na piscina, e frente ao rio

Por Catarina Moura
Publicidade

Antes de mais nada: no SUD Lisboa há uma piscina no segundo andar. Por 35 euros passa-se lá o dia com vista para a Margem Sul, quase em cima do Tejo e a olhar para a ponte. Tau.

Os edifícios da antiga discoteca BBC e do Piazza di Mare abriram renovados pelo grupo Sana, na vizinhança do MAAT. No antigo BBC nasceu um edifício para receber grandes eventos privados e festas temáticas, o SUD Lisboa Hall; no Piazza di Mare está agora o Sud Lisboa Terrazza, com a tal piscina e pool bar à noite, no primeiro andar, e um restaurante com dois espaços diferentes, esplanada e quiosque no rés-do-chão.

“Faltava em Lisboa um lugar onde jantar com animação”, diz Salomé Gorgiladze, administradora-delegada do Sana, responsável pelo projecto, um investimento de 16 milhões de euros. Em breve haverá cantores e saxofonistas a actuar junto às mesas. “Não queremos que as pessoas saiam a dizer que jantaram bem, mas que passaram bons momentos”, remata depois de nos fazer a visita guiada pela sala gigante – são 240 lugares e cerca de 30 pessoas na cozinha.

À entrada há um forno com os pizzaiolos ao lado e um bar onde se bebe qualquer coisa enquanto se espera ou se faz tempo até ao jantar; há uma sala com um ambiente mais calmo e recolhido e outra com muita luz e com o tecto coberto de folhas.

Na cozinha, Carlo di Nunzio veio de Itália para estar a tempo inteiro no SUD Lisboa Terrazza e construir uma carta mediterrânea onde as influências italianas não são discretas, a começar pela burrata fresca que chega de avião de Andria, na região de Puglia, três vezes por semana (15€).

Continua-se pelas várias páginas do menu: sopa de peixe da zona
 de Livorno, com camarão, lulas, choco e amêijoas (15€ para uma pessoa, 28€ para partilhar), polvo cozinhado em vinho tinto e creme de batata (8€ ou 14 para partilhar) ou o risotto do gondoleiro, com lagostins, ameijoas e açafrão (16€ ou 30€ para partilhar).

Risoto com lagostins
©DR

A carta, que vem num tablet onde se lêem as opções das várias cozinhas (há outra cozinha, no quiosque, com acesso da rua, e 
no bar da piscina, onde se tomam saladas, wraps e gelados) e os vários momentos do dia (há pequeno-almoço e chá das cinco), não é rápida de ler, pelo contrário: o melhor é ir pedindo uma focaccia para a leitura. E se tem com quem dividir a extravagância, o melhor será atirar-se a uma grande travessa com uma amostra de várias sobremesas – aquilo a 
que Salomé chama o avião e nós chamamos bruto pijaminha. Cabem lá tiramisús (8€), cannoli da Sicília (7,50€), pannacotta (7€) ou um babá napolitano com gelado de rum (8€). Há gelados, claro, “da Sicília do século IX ao creme de Florença”, e tudo para se ir tirando da taça dos companheiros de mesa, avisa Salomé, e justifica: “sharing is caring”.

SUD Lisboa Terrazza - Avenida Brasília, Junto ao MAAT. 21 159 2700/ 21 159 2702. Seg-Dom 08.00-02.00.

+ As melhores coisas para fazer à beira rio

Últimas notícias

    Publicidade