Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right As melhores coisas para fazer à beira rio

As melhores coisas para fazer à beira rio

Se não ama andar a olhar para o Tejo, aqui estão 19 razões para mudar de ideias. São as melhores coisas para fazer à beira rio

Barco no rio Tejo
Fotografia: Arlindo Camacho
Por Editores da Time Out Lisboa |
Publicidade

No outro dia alguém notou, com toda a razão, que estamos sempre a mostrar fotografias do rio. O Tejo é um daqueles vícios que não vamos largar tão cedo. Da margem Sul à margem Norte, do Parque das Nações a Belém, o rio dá-nos muitas razões para sorrir. Se nunca esteve apaixonado pelo Tejo, dê-lhe agora uma segunda (ou terceira) oportunidade. Se precisa de reacender a chama, aproxime-se destas águas e teste estas 19 coisas para fazer à beira rio. Além de apanhar uma brisa mais fresca, pode recuprar um amor antigo pelo rio que banha Lisboa.

Recomendado: 32 Coisas Incríveis Para Fazer em Lisboa

As melhores coisas para fazer à beira rio

1
sitway da sitgo
©DR

Ande muito, mas sentado - Sitgo

O sitway é como uma segway que premeia o descanço. Em vez de ir de pé, vai sentado, que os problemas de varizes são sérios e previnem-se desde a juventude. E há um menu recheado de tours para descobrir Lisboa, um deles precisamente ao longo da linha do Tejo. Chama-se Riverside Sitgo Tour e faz-se entre o Cais do Sodré e Belém. Pode deixar o veículo no ponto de destino depois de aprender tudo sobre a importância do Tejo na história de Portugal.

Ribeira das Naus, Cais do Sodré, Preços a partir de 25€ (90 min)

2
Elevador Panorâmico da Boca do Vento
Fotografia: Arlindo Camacho
Coisas para fazer

Tire uma 
selfie no elevador – Elevador Panorâmico da Boca do Vento

icon-location-pin Grande Lisboa

O Elevador da Boca do Vento, 
inaugurado em 2000
 (o tempo passa, não é?),
 pode ser uma alternativa
 menos movimentada ao
 Cristo Rei para selfies nas
 alturas. A cabine é de vidro e permite ver tudo enquanto se sobe. A viagem custa
 1 euro e liga Almada Velha
 à zona ribeirinha, onde
 existe o chamado Jardim
 do Rio. Lá em cima conte 
com um miradouro com
 vista sobre Lisboa.

Publicidade
3
Bike Bar Tour
©DR

Pedale a 20 pernas – Bike Bar Tours

Parece
 uma centopeia humana. Na bicicleta da Bike Bar Tours, com passeios junto ao rio desde o fim de 2013, podem sentar-se 17 pessoas, embora só 10 precisem de pedalar para sair do mesmo sítio. E os outros? Os outros bebem. A bicicleta é ideal para despedidas de solteiro
 ou festas de aniversário e durante a hora de percurso há cerveja, sangria e vinho rosé à discrição (quando a festa é de crianças brinda-se com refrigerantes). Este bike bar começa no Café In, perto do MAAT, e segue em direcção às Docas, para depois voltar para trás num percurso que dura uma hora com algumas paragens

25€ por pessoa, mínimo de seis pessoas, www.bikebartours.pt.

4
ponte 25 abril
Fotografia: Arlindo Camacho
Atracções

Suba e aprenda - Pilar 7 da Ponte 25 de Abril

icon-location-pin Alcântara

Localização: Pilar 7. A ponte inaugurada em 1966 tem 14 pilares, mas o pilar que interessa agora fica na Avenida da Índia, nas traseiras do Village Underground. Agora que já ninguém se perde, um dos aspectos mais essenciais: esta é uma atracção turística de Lisboa que vai levar os visitantes ao interior deste pilar para uma experiência sensorial. E ainda tem direito a uma experiência de realidade virtual.

Publicidade
5
Instrutora do Jazzy Life Club
Fotografia: Arlindo Camacho
Desporto, Aulas de ginástica

Faça desporto - Academia Life Club

icon-location-pin Santos

O Jazzy Life Club tem esta academia em Santos onde as aulas tanto podem acontecer debaixo de um tecto ou ao ar livre se o tempo assim o permitir. Outra vantagem é que as instalações estão localizadas mesmo em frente ao rio, o que lhe permite não só treinar, como conseguir um verdadeiro bronze de marinheiro.

6
Passeio de barco no Tejo
Arlindo Camacho
Coisas para fazer

Descubra os melhores passeios de barco

A ideia é mesmo ir para fora de pé sem ter de ir muito longe. Os passeios de barco tanto podem meter copos e sushi, como podem incluir DJs ou ser mais silenciosos se é isso que procura. Podem ser do género turístico, radical, romântico ou familiar. Podem, no fundo, ser quase tudo o que imaginar. Fizemos o sacrifício de andar à procura dos melhores passeios de barco para fazer aqui no Tejo e reunimos estes sete. Mas atenção: a oferta é imensa e mesmo as empresas de que aqui se fala têm muitas outras propostas para lhe oferecer.

Publicidade
7
MAAT
Fotografia: Arlindo Camacho
Museus

Mude a sua foto de perfil no Miradouro do MAAT

icon-location-pin Belém

O mundo encantou-se com esta pala com vista para o Ginjal. O edifício de Amanda Levete onde está o Museu de Arte, Arquitectura e Tecnologia — nasceu famoso ao ser capa de revista por todo o mundo. Já não é possível falar da Lisboa turística sem falar deste edifício coberto a mosaicos brancos e com silhueta de onda. É um spot mais do que perfeito para actualizar a foto de perfil nas redes sociais e garantir que está trendy. Dê um subida ao miradouro que a vista não fica atrás da arquitectura.

8
bicicleta fat e-bike
Coisas para fazer, Caminhadas e passeios

Não suba colinas, dê ao pedal - Lisbon Bike Rentals

icon-location-pin Grande Lisboa

Pedalar da Baixa para Belém também se arranja. Alugar, arranjar ou entrar numa tour de bicicleta. Há disto tudo no Lisbon Bike Rentals, com posto na Rua das Flores. Além de scooters e bicicletas tradicionais, têm um excelente cardápio de eléctricas. Com um destaque para a Fat E-Bike, uma eléctrica com gordos pneus idealizados para a neve, no caso de Lisboa ideais para buracos inesperados. Passam por cima de tudo. Os preços variam consoante os modelos de bicicletas de estrada, montanha ou eléctricas, mas começam nos 22€/dia.

Publicidade
9
Ginjal Terrasse
Fotografia:Ana Luzia
Noite, Cafés/bares

Dance de frente para Lisboa – Ginjal Terrasse

icon-location-pin Grande Lisboa

Se está farto de sair à noite para os mesmos sítios, talvez seja altura de mudar de ares, que é como quem diz de margem. No Ginjal Terrasse, em Cacilhas, há concertos, Dj sets, exposições, aulas de tango e até já ali aconteceu uma edição especial da Feira das Almas. Isto de frente para o Tejo e sem virar costas a Lisboa. Se preferir, também pode desaguar ali ao fim da tarde para beber um copo com uma vista incrível sobre Lisboa. O último barco que sai de Cacilhas em direcção ao Cais do Sodré é à 1.20 e o primeiro às 5.20 da manhã, por isso convém aguentar-se por aquele lado do rio até essa hora.

10
Wine With A View, no Castelo de São Jorge
Fotografia: Manuel Manso

Veja o pôr-do-sol com um copo de vinho que não se parte – Wine With A View

Se o que faltava ao pôr-do-sol
 era um copo de vinho, Bárbara Vidal abre-lhe 
as garrafas. Wine With a View é o nome do negócio com dois postos com vista para o rio, um no Castelo de São Jorge e outro ao lado da Torre de Belém, que serve vinhos de norte a sul do país num copo “inquebrável” que depois pode levar para casa. Há espumante para ocasiões especiais, ginjinha e moscatel e até vinho do Porto. No posto que fica mesmo à beira-rio pode sentar-se numa das quatro “cadeirinhas de realizador”, qual Scorsese, e pensar no próximo Titanic. Os preços dos copos de vinho vão entre os 4 e os 10 euros.

Todos os dias, das 12.00 até ao pôr-do-sol, junto à Torre de Belém e no Castelo de São Jorge. winewithaview.pt

Publicidade
11
Esplanada do restaurante Atira-te ao Rio
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes

Atire-se ao rio, sem se molhar – Atira-te ao Rio

icon-location-pin Grande Lisboa

Já não é preciso digladiar-se com desconhecidos para conseguir uma mesa na esplanada do Atira-te ao Rio. Muito menos tremer de frio só para desfrutar da vista para o Tejo num jantar romântico. O restaurante no Cais do Ginjal tem “quatro janelas na sala, para garantir que há sempre vista”, explicam-nos. Ficar “lá dentro” deixou de ser um problema.

12
Boteco da Dri
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes, Brasileiro

Empanturre-se de pão de queijo – Boteco da Dri

icon-location-pin Cais do Sodré

Registe a seguinte informação: pão de queijo até às 03.00 da manhã. E sanduíches de pernil. E picanha. E batidas de côco. Como digestivo, peça a batida de coco, feita com leite de coco, leite condensado, baunilha e cachaça.

Publicidade
13
Brunch do Museu do Oriente
Fotografia: Ana Luzia
Museus

Viaje até a um brunch - Museu do Oriente

icon-location-pin Estrela/Lapa/Santos

Lulas com natas à goesa, caril de gambas, salmão teriaky, yakissoba de camarão... São estas as especialidades exóticas do brunch asiático no quinto andar do Museu do Oriente, onde pode controlar o trânsito na ponte, antes de dar um mergulho na Caparica. Também há mini-bolas de Berlim, panquecas 
e outras iguarias mais típicas dos muitos brunches de fim-de-semana pela cidade – poucos com uma vista tão desafogada.

Doca de Alcântara (Norte). Sáb-Dom em dois turnos, 12.00-14.00 e 14.30-16.30. 27€ (brunch + visita). Reservas: 91 219 0320.

14
fun track
©DR
Coisas para fazer

Deslize pela linha que separa - Fun Track

icon-location-pin Estrela/Lapa/Santos

Bicicletas, skates, patins, trotinetes (normais ou eléctricas), karts (para miúdos ou graúdos e até familiares) e às vezes um megatrampolim. É para miúdos, mas há muita coisa para soltar a criança que há em si.

Publicidade
15
skybar oriente
Fotografia: Manuel Manso
Bares

Beba um cocktail enquanto come pipocas - Sky Bar Oriente

icon-location-pin Parque das Nações

O Tivoli Oriente desempoeirou o terraço e abriu um Sky Bar no 16.º piso do hotel – é mais alto que o da Avenida da Liberdade (que fica no 9.º andar), tem vista desafogada para o Tejo e ponte Vasco da Gama (com o Montijo e Alcochete ao fundo), petiscos, combinados de sushi de fusão e cocktails. Mais precisamente há 13 cocktails de assinatura, fora os clássicos, que vêm para a mesa com pipocas e batatas fritas. E jarros de bebidas espirituosas para partilhar com os amigos. Para ir picando há ainda nachos com queijo cheddar, mini-pregos do lombo e uma secção de sushi de fusão, preparado num balcão à vista de todos.

16
telecabine parque das nacoes
Fotografia: Arlindo Camacho
Coisas para fazer

Passeie numa bela herança - Telecabine

icon-location-pin Parque das Nações

Desaconselhamos que siga as pisadas do nosso intrépido fotógrafo, que passou a viagem em pé, de braço de fora da janela, com a sua máquina fotográfica. Mas não deixe de fazer o seu postal das alturas. Sente-se e aproveite a vista, porque a deslocação em teleférico, cerca de 30 metros acima do solo e do rio, vale a pena. É uma das heranças de 1998 e não deve ficar exclusivamente nas mãos e olhos dos turistas.

Publicidade
17
Sud lisboa
©Antonio Nascimento
Restaurantes, Italiano

Sinta-se pequeno, mas em grande - SUD Lisboa Terrazza

icon-location-pin Belém

O grupo Sana renovou os edifícios da antiga discoteca BBC e do Piazza di Mare, na vizinhança do MAAT. No espaço da BBC nasceu um local para receber grandes eventos privados e festas temáticas, o SUD Lisboa Hall; no Piazza di Mare está o Sud Lisboa Terrazza, com uma piscina  e pool bar à noite no primeiro andar, e um restaurante com dois espaços diferentes, esplanada e quiosque no rés-do-chão. A sala gigante do restaurante é gigante – são 240 lugares e cerca de 30 pessoas na cozinha.

18
Montana
©Vera Marmelo
Arte

Faça amigos coloridos - Montana Lisboa - Underdogs Public Art Store

icon-location-pin Estrela/Lapa/Santos

A grande fornecedora dos street artists lisboetas deixou o Bairro Alto, juntou-se à Underdogs e ocupou um armazém no Cais do Sodré. Além da loja, o sítio respira arte urbana e tem espaço para residências artísticas. E o Montana Lisboa Café, um espaço com café de especialidade e bagels coloridos (6€).

Publicidade
19
Vertigo Climbing Center
© Diogo Garcia
Desporto, Alpinismo

Suba as paredes - Vertigo Climbing Center

icon-location-pin Marvila

Com o primeiro rocódromo de Lisboa nunca foi tão fácil subir paredes. Este espaço dedicado à prática de escalada indoor e tem uma área escalável de 300 m2, conta com um café e uma esplanada com vista para o rio, um ginásio e uma loja com tudo o que é preciso para escalar com segurança. Se ainda assim for preciso uma ajuda extra, pode sempre inscrever-se num dos cursos disponíveis.

Mais Tejo

miradouro do monte
Fotografia: Arlindo Camacho
Coisas para fazer

Os melhores miradouros em Lisboa

Lisboa tem 19 miradouros oficiais: todos com vistas espectaculares sobre os telhados da cidade, os monumentos mais imponentes, o Tejo, a Ponte 25 de Abril ou a outra margem. Mas há mais vistas para além das que a Câmara Municipal de Lisboa tem registadas: são de roof-tops, terraços, bares e hotéis. Ter Lisboa aos seus pés, com ou sem copo na mão, é sempre um belo programa, não lhe parece? Então só tem de escolher um dos melhores miradouros em Lisboa. Se a decisão se revelar difícil, a maioria não vai a lado nenhum e espera por si num dia de sol (ou de chuva). Recomendado: Os sítios mais instagramáveis em Lisboa

pilar 7
Fotografia: Arlindo Camacho
Coisas para fazer

Alcântara: nove coisas que tem de fazer à beira-rio

O rio não é só para se ver, é para aproveitar também. Especialmente em Alcântara, onde o castiço convive com o trendy, o local abraça o forasteiro e a tradição tem uma vizinhança cool. Não é por acaso que as novidades por aqui se têm multiplicado nos útimos meses. Restaurantes, bares e esplanadas, museus e diversão para os miúdos. Durante a semana ou no fim-de-semana, há muito para fazer em Alcântara à beira-rio. Siga as nossas dicas e descubra as novidades da zona e outras coisas que talvez ainda não conheça. 

More to explore

Publicidade