A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

MAAT - Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia

  • Museus
  • Belém
  1. MAAT
    Fotografia: Arlindo Camacho
  2. Maat open day
    ©DR
  3. MAAT
    Fotografia: Arlindo Camacho
Publicidade

A Time Out diz

Um projecto da Fundação EDP, o Museu de Arte, Arquitectura e Tecnologia já está mais do que consagrado nas iniciais maat. As suas formas arquitectónicas marcaram o ano de 2016 na cidade, justificando frutíferas romarias à zona de Belém. Afinal, mais que não fosse, aquela estrutura assinada pela britânica Amanda Levete e o pôr-do-sol em fundo ficam mesmo a matar numa foto para partilhar nas redes. Claro que a visita não deve terminar aqui, recomendando-se que consulte as exposições programadas na agenda.

Detalhes

Endereço
Central Tejo
Avenida de Brasília
Lisboa
1300-598
Transporte
BUS 714, 727, 751. Eléctrico 15
Preço
9€ (6€ para jovens, estudantes e seniores)
Horário
Qua-Seg 10.00-19.00

Novidades

O Castelo Surrealista de Mário Cesariny

Esta exposição celebra o centenário da figura mais importante do surrealismo em Portugal, Mário Cesariny (1923-2006), assinalando ainda a data histórica dos 100 anos da publicação do primeiro manifesto surrealista por André Breton, em 1924. Com curadoria de João Pinharanda, Afonso Dias Ramos e Marlene Oliveira, “O Castelo Surrealista de Mário Cesariny” é inspirada no livro que Mário Cesariny, trabalhando entre Lisboa, Paris e Londres, dedicou à vida e obra de Vieira da Silva e Árpád Szenes (1984).

Plug-in

"Plug-in", da curadoria de João Pinharanda, é a nova exposição de Joana Vasconcelos, que marca o regresso da artista a Lisboa. No MAAT, até 25 de Março, pode contar com uma mostra de peças ainda mais monumental do que as anteriores. Há para ver peças icónicas do repertório de Joana Vasconcelos, algumas nunca antes vistas em Portugal, e uma peça inédita, o Drag Race. Após passar pelo Palácio de Versalhes e o Guggenheim de Bilbau, a premiada artista plástica traz a Lisboa obras como Valkyrie Octopus, Solitário e Strangers in the Night. A exposição pode ser visitada de quarta-feira a domingo, das 10.00 às 19.00.   

48 Artistas, 48 anos de Liberdade

Com curadoria de António Brito Guterres, Alexandre Farto, Carla Cardoso e João Pinharanda, “48 Artistas, 48 anos de Liberdade” é o nome da peça que foi simbolicamente criada no dia 10 de Junho de 2022 nos Jardins do MAAT, uma intervenção mural colectiva que reinterpreta o Painel do Mercado do Povo, realizado pelo Movimento Democrático dos Artistas Plásticos a 10 de Junho de 1974, em Belém. A reinterpretação deste mural, com 24 metros de comprimento e 3 metros de largura, contou com a participação de 48 artistas, alguns dos quais estiveram envolvidos na criação do painel original. Os restantes são artistas que se destacaram na cena artística ao longo dos últimos 48 anos de democracia em Portugal.

Meditação do Chacra do Coração

Quando inaugurou, em Setembro, não se falou de outra coisa. Assim que a poeira das primeiras semanas assentou, a exposição de Joana Vasconcelos tornou-se cenário de sessões de meditação, prática rara nos museus lisboetas. É na galeria oval, em comunhão com a obra colossal da artista, que tudo acontece. Movimento e som juntam-se num ritual de partilha de energia e com o foco no coração, seguindo algumas das antigas tradições da medicina oriental. As sessões têm lotação máxima de 50 pessoas. MAAT (Belém). 21 002 8130. 12 Jan, 9 Fev e 1 Mar 15.00. Entrada livre (com bilhete de entrada do museu)

Publicidade
Também poderá gostar
Também poderá gostar