A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
livros
©Unsplash: Florencia Viadana

O que ler durante a quarentena?

Em tempos de confinamento, os livros podem ser os seus melhores companheiros. Aqui tem algumas sugestões que o vão manter entretido

Escrito por
Mariana Morais Pinheiro
Publicidade

A frase está um bocado batida, mas cá vai: quando se tem um bom livro por perto nunca se está verdadeiramente só. Um livro, desde que bem escrito e com um bom enredo, daqueles que nos prende em poucas páginas, pode ser, por vezes, melhor companhia do que muita gente. Para que o seu isolamento forçado, a sua quarentena auto-imposta, o seu recolhimento espiritual obrigatório não se torne uma pena difícil de cumprir, há ainda quem dê o corpo à bala para que possa continuar a sonhar: livrarias que lhe entregam os livros em casa ou lhe enviam as novidades mais frescas do mundo livreiro pelo correio, por isso, aproveite a sua boa vontade.

Recomendado: Livros grátis para descarregar durante a quarentena

O que ler durante a quarentena?

Serei Sempre o Teu Abrigo
©DR

Serei Sempre o Teu Abrigo

Valter Hugo Mãe

Numa altura em que os nossos avós são uma das nossas maiores preocupações, Valter Hugo Mãe conforta-nos o coração com este conto que descreve a força do amor que une avós e netos. Apresentado no festival literário Correntes d’Escritas, na Póvoa do Varzim, este livro, direccionado para um público mais jovem, conta, além de ilustrações do próprio autor numa edição cuidada, com um texto poderoso que revela a importância dos laços familiares, transparecendo as fragilidades das relações humanas, bem como a sua força avassaladora.

Porto Editora, 12,96€.

As Mil e Uma Noites – Volume II
©DR

As Mil e Uma Noites – Volume II

Anónimo, Hugo Maia (Tradutor)

Não é uma novidade, mas se é para ler este clássico da literatura universal, então que seja agora, que não lhe falta tempo. A E-Primatur, editora que recorre ao crowdfunding para publicar os seus livros e instiga os leitores a participarem activamente na escolha daqueles que querem ver publicados, pôs nas prateleiras das livrarias, no início do ano, o segundo volume de As Mil e Uma Noites (o primeiro saiu no Verão de 2017). Esta compilação dos contos tradicionais, que terão tido origem no Médio Oriente e no Sul da Índia, apresenta-se como sendo “a primeira tradução feita em Portugal a partir dos mais antigos manuscritos árabes existentes”. Uma colecção intemporal, de capa dura, para ler e guardar.

E-Primatur, 19,80€.

Publicidade
Stranger Than Kindness
©DR

Stranger Than Kindness

Nick Cave

Um livro que mais parece um álbum de memórias, uma imersão na vida pessoal e profissional do músico e compositor australiano. Editado em inglês e publicado no final de Março, nesta viagem de 276 páginas o leitor priva tanto com o lado emocional como com o universo criativo deste ícone cultural. O contacto faz-se através de fotografias de quando era criança, vestido de cowboy, e adolescente, em bandas com os amigos. Há também textos do próprio, letras de músicas escritas à mão, e cartas (uma delas enviada pela escola ao seu pai a dar conta do seu comportamento rebelde). Curado pelo próprio, é um bonito livro para se oferecer a um grande fã.

Canongate Books, 40,28€.

Essa Gente
©DR

Essa Gente

Chico Buarque

É o mais recente romance do músico e escritor brasileiro depois de ter recebido, em 2019, o Prémio Camões. Este foi um ano profícuo para Chico Buarque: no seu limiar lança Essa Gente, reflexões de um escritor decadente – que atravessa uma crise inspiracional e financeira –, sobre o Brasil contemporâneo, de Bolsonaro, que o rodeia. Nele evoca os cariocas, as ex-mulheres, os vizinhos, o editor. Todos abraçados por uma narrativa tragicómica, muito própria, muito sua, ora leve ora densa, que aponta sem medos o dedo à sociedade.

Companhia das Letras, 14,31€.

Publicidade
History of Pictures: From the Cave to the Computer Screen
©DR

History of Pictures: From the Cave to the Computer Screen

David Hockney e Martin Gayford

Quando um pintor e um crítico de arte se juntam – ainda para mais com o calibre destes dois –, o resultado é um livro brilhantemente detalhado sobre a importância das imagens no processo civilizacional. Nesta reedição, acrescentou-se um capítulo revisitado e três novas obras de Hockney. Para quem ainda não conhece a publicação, esta levanta questões pertinentes sobre a necessidade de o Homem se expressar através de imagens a duas dimensões. Uma viagem com cerca de 40 mil anos. Se tem artistas em potência em casa, os autores também têm uma edição para eles.

Thames & Hudson Ltd, 17,77€.

Os Testamentos
©DR

Os Testamentos

Margaret Atwood

O novo romance da autora de The Handmaid’s Tale chega com vestígios de esperança. Depois do sucesso deste primeiro exemplar escrito em 1985 (acentuado pela série televisiva que estreou em 2017), Os Testamentos desenrola-se 15 anos depois daquele futuro distópico em que as mulheres férteis, conhecidas como Servas, eram obrigadas a engravidar para a alta sociedade, estéril por causa da poluição e das doenças sexualmente transmissíveis. O tal regime despótico continua no poder, é certo, mas começa a dar sinais de fraqueza. E é aqui que a narrativa da história ganha força com os testamentos das três narradoras deste livro.

Bertrand Editora 16,92€.

Mais leituras

Publicidade
  • Compras
  • Livrarias

A cidade tem pano para mangas e muitas histórias para contar. E são muitos os que partilham as suas investigações, talentos, experiências e sapiência nas páginas destes livros sobre Lisboa. 

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade