Kelly Marie Tran: "Star Wars é muito maior do que nós"

Kelly Marie Tran é uma combatente da Resistência chamada Rose Tico em 'Star Wars: Os últimos Jedi'. Falámos com ela
Kelly Marie Tran
©David James/Lucas Film
Por Joshua Rothkopf |
Publicidade

Tal como Star Wars: O Despertar da Força lançou Daisy Ridley, Star Wars: Os Últimos Jedi vai revelar ao público uma nova actriz cheia de genica, de quem é fácil gostar. Kelly Marie Tran interpreta uma combatente da Resistência chamada Rose Tico. Falámos com ela.

 

Tens-te lembrado de respirar?

[Risos] Tenho. Estou a tentar aproveitar cada momento, porque sei que vai acabar tudo num instante.

Como é que te meteste nisto?

Estava a tentar singrar como actriz há sete ou oito anos. Tinha outro trabalho ao mesmo tempo, para pagar as contas, mas tinha um agente. E um dia recebi um convite para audição como qualquer outro, no e-mail. Lembro-me de ler e pensar: “Está bem, está”.

Como se alguém te estivesse a enganar.

Sim. Primeiro pensei: o que é isto? Depois pensei que não havia maneira de conseguir o papel. Que nunca iam meter alguém como eu num filme destes. Ironicamente, foi essa atitude que me ajudou a conseguir o papel.

Tinhas a confiança de quem não tem nada a perder.

Mesmo a sério. Estava tão convencida que não ia conseguir o papel, que tinha uma liberdade maravilhosa. Isso ajudou bastante.

O facto de seres asiática parece-me importante. O universo de Star Wars sempre teve diferentes espécies, mas é gratificante ver que ele começa a reflectir melhor a nossa espécie. Sentes o peso disso?

Carrego esse peso há algum tempo, é claro que penso nisso. É ao mesmo tempo uma honra e uma responsabilidade. Star Wars é muito maior do que qualquer um de nós, pelo que não é fácil fazer justiça ao legado da saga, e ao mesmo tempo fazer justiça à criança dentro de mim que nunca viu ninguém como ela representada, que está sedenta disso.

Como é que este papel mudou a tua vida?

Para te dizer a verdade, tirando nestes eventos, eu nunca sou reconhecida. Corro pela rua, vou a lojas e ao banco e ninguém me pára. Até comprei o meu próprio brinquedo, e disse ao empregado de caixa que era eu. Ele não acreditou.

Aproveita enquanto podes.

Isso é que toda a gente me diz. Mas eu sinto que vou conseguir passar ao lado desse reconhecimento. O meu cabelo é muito diferente do da personagem. Se calhar vou conseguir ter uma vida como a Hannah Montana. Depois conto.

+ Leia a crítica a Star Wars: Os Últimos Jedi

Mais Star Wars

Filmes

As 50 melhores personagens de Star Wars

Podem ser heróicas ou maléficas, fascinantes ou repulsivas, robóticas ou fofinhas – mas as melhores personagens de Star Wars são sempre memoráveis. Desde Uma Nova Esperança a Despertar da Força – através dos picos de o Império Contra-Ataca e a aridez de Ameaça Fantasma – nenhuma outra saga ganhou tanta devoção, tanta paixão, tanta nerdiness extrema. 

Publicidade
Publicidade
Esta página foi migrada de forma automatizada para o nosso novo visual. Informe-nos caso algo aparente estar errado através do endereço feedback@timeout.com