Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Tudo que sabemos sobre "Star Wars: The Last Jedi"

Tudo que sabemos sobre "Star Wars: The Last Jedi"

O guia essencial para "Star Wars: Episódio VIII", desde rumores a teorias de fãs, detalhes sobre o elenco, o enredo e trailers

Star Wars: The Last Jedi
Publicidade

Quem são os pais de Rey? Porque é que Luke desapareceu? O que significa o título do novo filme e quando é que vamos ter um trailer para alimentar esta obsessão? Será que Finn irá acordar do coma e ver Poe Dameron com outros olhos? Todas estas questões e mais vão ser... bem, não vão ser completamente respondidas, mas exploradas mais com mais atenção aqui, ao olharmos para o próximo episódio da saga Star Wars.

Como se chama e quando o posso ver?

Star Wars: The Last Jedi. É um título clássico, meio antiquado, ligeiramente misterioso, mas bastante acessível. Não temos a sensação de que tenham ficado a noite toda acordados a revirar o cérebro para encontrar o melhor título de sempre – na verdade, o realizador e argumentista, Rian Johnson, já veio afirmar que estava já a trabalhar no primeiro rascunho – como também não nos dá arrepios na espinha como quando The Phantom Menace foi anunciado e todas as pessoas começaram a pensar que era uma comédia dos anos 40 do século XX sobre uma casa assombrada.

 

Felt so good to drop this into the cut this morning.

A photo posted by Rian Johnson (@riancjohnson) on Jan 24, 2017 at 10:06am PST

Claro que The Last Jedi suscita muitas perguntas, mas é isso que torna tudo mais divertido. Quando o título foi anunciado, a internet explodiu com teorias que diziam que Luke teria de morrer, deixando Rey para ser a derradeira guerreira. Esqueceram-se foi que a palavra “Jedi” também tem plural: “Rey e Luke são os últimos Jedi” é uma frase perfeitamente correcta e sem erros. Aliás, até podem mandar vir mais uns quantos (Finn? Leia? Um Kylo Ren novamente resgatado do lado negro da Força?) que poderia continuar a ser, de forma colectiva, The Last Jedi. É claro que a tradução do título para português irá confirmar ou desfazer esta teoria, mas vamos esperar pela tradução oficial antes de nos aprofundarmos mais.

Também temos uma data de estreia confirmada: 14 de Dezembro de 2017 (nos EUA a estreia será a 15 de Dezembro de 2017). Sim, a espera ainda é longa, mas deveremos ter um trailer muito antes disso. A produtora, Kathleen Kennedy, já afirmou que as primeiras imagens poderão aparecer por volta da Primavera.

Mark Hamill in Mark Hamill in 'The Force Awakens'

Quem está a produzir Star Wars: The Last Jedi?

Kathleen Kennedy e a sua equipa da Lucasfilm estão novamente encarregues, tal como em O Despertar da Força e Rogue One: Uma História de Star Wars. Mas a equipa criativa é praticamente toda nova.

Responsável pela realização e pelo argumento está Rian Johnson, uma escolha arrojada e promissora. É o mesmo que fez sucesso com o thriller Brick, quando tinha apenas 32 anos, e que em 2012 esteve na ribalta com o seu drama de ficção científica Looper – Reflexo Assassino. Sabemos que é excelente a criar personagens marcantes e situações intensas. (Lawrence Kasdan, veterano de Star Wars e um dos argumentistas de O Despertar da Força diz que o filme de Johnson deverá ser “estranho”). Mas não temos ideia se conseguirá atingir o nível de grandiosidade e se conseguirá a quantidade de acção e efeitos especiais necessários a um filme Star Wars.

Johnson vai trazer ainda grande parte da sua equipa, incluindo o cinematógrafo Steve Yedlin e o editor Bob Ducsay, com quem já tinha trabalhado em Looper – Reflexo Assassino. Felizmente, o compositor John Williams estará de regresso para acrescentar alguma da sua magia.

Quem entra?

O elenco de O Despertar da Força está todo de volta – com uma óbvia excepção. Por isso, e recapitulando, temos Daisy Ridley como Rey, John Boyega como Finn, Adam Driver como Kylo Ren, Lupita Nyong’o como Maz Kanata e Oscar Isaac como Poe, além de Mark Hamill como Luke, Anthony Daniels como Threepio e Peter Mayhew a fazer pelo menos algumas das cenas de Chewbacca (um problema no joelho impede-o de fazer tudo que seja mais extenuante). Esperemos ainda que Gwendoline Christie tenha mais para fazer enquanto Capitã Phasma e que possamos aprender muito mais sobre o vilão Snoke, interpretado por Andy Serkis.

O filme também irá marcar a última aparição de sempre de Carrie Fisher enquanto Princesa Leia, que antes de morrer já tinha gravado todas as suas cenas e cuja aparição não será digitalmente recriada nos próximos filmes.

Carrie Fisher as Princess LeiaCarrie Fisher as Princess Leia

Isto deixa-nos com os novatos – e são um grupo impressionante. Benicio del Toro foi recrutado para interpretar um mauzão ainda por identificar (“Eu sou, tipo, um vilão”, disse ele em entrevista a um site espanhol). Existem também rumores de que Kelly Marie Tran terá um papel importante (contudo, também disseram isso sobre Gwendoline Christie e a sua contribuição no último filme). Laura Dern também tem uma participação, talvez enquanto figura política pertencente à facção oposta à da Princesa Leia (isto sim é uma batalha de titãs no grande ecrã).

Quanto aos rumores mais importantes, ouvimos dizer que a protagonista de Belle poderá desempenhar um papel relacionado com a personagem de Finn (outro stormtrooper arrependido, talvez?), enquanto a lenda da série britânica Young Ones, Adrian Edmondson, é uma das escolhas mais bizarras para um papel secundário. Ah, e todos acham que Tom Hardy vai aparecer enquanto stormtrooper, como Daniel Craig em O Despertar da Força.

Onde e quando foi gravado?

As gravações ocorreram, mais ou menos, entre Fevereiro e Julho do ano passado, em locais que incluem Skellig Michael (uma ilha na costa irlandesa, que aparece no fim de O Despertar da Força) e Dubrovnik, na Croácia, uma cidade costeira espectacular que também serve de palco a King’s Landing em A Guerra dos Tronos. As gravações em espaços interiores realizaram-se nos estúdios Pinewood, nos arredores de Londres.

Qual é o enredo?

Agora é que começamos a entrar em território perigoso. Sabemos exactamente como o filme vai começar – é algo sem precedentes para esta saga, mas o próximo filme vai começar exactamente como terminou O Despertar da Força – com Luke Skywalker e Rey (que está a segurar um sabre da luz) numa ilha remota. É tudo que sabemos ao certo, mas somos capazes de adivinhar muito mais.

Vários membros do elenco, incluindo Boyega, já fizeram afirmações sobre a vertente mais negra do filme, o que faz sentido se é suposto The Last Jedi concentrar-se no golpe duro ao Império como nos primeiros filmes de Star Wars. Oscar Isaac acrescentou que o filme está “definitivamente bem encaminhado e que estão a ser investigadas coisas que nunca tinham sido abordadas no universo Star Wars, o que também nos parece bastante promissor.

Porém, detalhes mais específicos do enredo são ainda escassos. Imagens dos locais onde foram realizadas as filmagens de uma luta de sabres de luz entre Luke e um grupo de guerreiros vestidos de preto sugerem que os camaradas de Kylo Ren, os Knights of Ren, vão ter um grande destaque no filme. Relatos sobre a existência de um cenário de casino em Dubrovnik sugerem que vamos ter mais cenas gravadas em estúdio com extraterrestres malucos num sítio fechado qualquer (alguns rumores sugerem também que esse sítio pode ser gerido pela personagem de Benicio del Toro).

Daisy Ridley in 'The Force AwakensDaisy Ridley in 'The Force Awakens'

Existem também algumas questões pendentes de O Despertar da Força às quais esperamos ter respostas: clarificar qual a filiação de Rey, bem como a verdadeira identidade do Supreme Leader Snoke. Precisamos de saber porque é que Luke fugiu às suas responsabilidades e o que encontrou no local do primeiro Templo Jedi. Poderiam adiar esta informação até ao Episódio IX – mas isso seria um bocadinho cruel.

Haverá romance?

É provável... mas não entre Finn e Rey. John Boyega não hesitou em acabar com a possibilidade de um romance entre os dois, estilo Han-Leia: “Não definimos um romance no (filme) sete,” disse à revista Variety. “Nunca o fizemos dessa forma. Finn e Rey são só amigos... Por isso a haver romance no próximo filme, será interessante. Não será da forma que pensam.”

Não é estritamente uma negação, mas pode sugerir que cada um deles pode encontrar outra pessoa. Será que Finn pode acabar com a personagem de Tran ou com a de Mbatha-Raw? E será que Rey vai sentir-se inexplicavelmente atraída por um mestre do mal, ligeiramente despenteado? Isso sim é um cenário negro...

Vamos actualizar a informação à medida que surjam novidades – provavelmente quando aparecer o tão aguardado trailer. E, entretanto, porque não passar as longas horas que faltam entre os dias de hoje e 14 de Dezembro a ver a nossa lista das 50 melhores personagens de Star Wars?

Para os fãs de Star Wars

Publicidade
Publicidade