Lux Frágil

Noite São Vicente 
Escolha dos críticos
5 /5 estrelas
5 /5 estrelas
(13comentários)
Lux Frágil
© Luísa Ferreira

Ver o nascer do sol da varanda do Lux é um passatempo obrigatório de qualquer lisboeta ou visitante. Em 2014, o britânico The Guardian distinguiu-o como uma das melhores 25 discotecas da Europa, uma coisa que já estávamos fartos de saber.

Esta é a discoteca mais famosa da cidade — e do país, para dizer a verdade. Abriu portas a 29 de Setembro de 1998, penúltimo dia da Expo 98. Manuel Reis, o dono, já tinha aberto o Frágil, no Bairro Alto - recentemente abriu o Rive-Rouge, no Time Out Market.

Publicado:

Nome do local Lux Frágil
Contato
Endereço Avenida Infante D. Henrique, Armazém A
Lisboa
1950-376
Horário Qui-Sáb 22.00-06.00
Transporte Metro Santa Apolónia. Bus 706, 728, 735, 759
É o proprietário deste estabelecimento?
Static map showing venue location

Selecione uma data

até
  • Quinta-feira 21 Junho 2018
  • Rock e indie Quinta-feira 27 Setembro 2018

Average User Rating

4.8 / 5

Rating Breakdown

  • 5 star:10
  • 4 star:3
  • 3 star:0
  • 2 star:0
  • 1 star:0
LiveReviews|13
1 person listening
Tastemakertastemaker

Um dos locais de referência da noite Lisboeta, e que com o passar dos anos se tem mantido fiel a si próprio. Para dançar ou para assistir a concertos é um dos meus locais de eleição.

tastemaker

Club para curtir boa música com 3 pisos distintos.
É um lugar clássico que mantém o bom nome, até hoje!
Difícil para estacionar perto.
Preço cobrado à entrada é o normal, 12€.
Excepto dias de convidados musicais de renome que pode alterar.
Quanto ao cobrarem 200, 240€... Só me aconteceu quando chegamos à porta às 3h30 - 3h45 e porque éramos um grupo grande.
De resto, chegar antes das 2h, nunca houve problema!

tastemaker

Os anos passam, as modas mudam mas o Lux não. Será das poucas constantes no panorama nocturno da cidade de Lisboa que atravessa várias gerações e diferentes estilos de pessoas. Seja para dançar até de manhã, ver concertos ou simplesmente assistir ao nascer do sol, esta casa nunca mas nunca nos desilude. As filas por vezes podem parecer intimidadoras mas compensam muito a espera. Que o Lux nos ofereça muitas noites memoráveis por muitos e bons anos! 

tastemaker

Gosto tanto de ir ao Lux quer seja para concertos ou apenas dançar. Sinto como se estivesse em casa, sozinha, a ouvir a minha música e a viver aquele momento. Volto sempre que posso e saio sempre feliz. Que este espaço nunca deixe de existir :) 

tastemakerTastemaker

Como falar sobre um dos meus espaço nocturno predilectos em Lisboa? É das tarefas mais difíceis! A programação é sempre de topo e mais dinheiro houvesse mais vezes eu lá estaria presente. É aqui que se ouvem todas as novidades, há sempre surpresas de ultima hora e o ambiente é supremo. Há pessoas cheias de estilo e modas invulgares. É o sítio para se estar porque quem gosta de moda, também gosta de Lux. 


Sempre ouvi falar do problema de muitas vezes ser barrada a entrada sem que exista entendimento do porquê. Nunca me tinha acontecido em 13 anos até ao ano passado onde levei uns amigos meus estrangeiros a conhecer e com um tom de altivez e superioridade fomos barrados. Confesso que foi chocante para mim porque sabia que a casa nesse dia não estava muito cheia. Ninguém estava mal...foi porque sim. Darei o benefício da dúvida por ser uma casa onde vou com alguma regularidade. As filas estão também cada vez mais complexas. 


Quem gosta de cocktails com gelado deve provar um luxini (com gelado santini). Quem tem fome também pode atacar uma tosta. O conceito é defendido há anos e ainda não houve outra casa que destronasse o reino do Lux. 

tastemaker

Alguns dos melhores concertos que vi em Lisboa foi nesta sala. Um espaço intimista, cool, diferente e tão estranhamente humano e apetecível. Um sala carismática na cidade e uma referência da noite lisboeta.

tastemaker

A melhor discoteca de Lisboa. Desde de 2003, a primeira vez que lá fui, que a noite para mim nunca mais foi a mesma.a música é sempre de qualidade. Os DJs e as festas têm uma curadoria irrepreensível. O ambiente, os pormenores dos três pisos fazem do Lux aquilo que ele é e que não se explica, vive-se em cada noite que se passa por lá. É mesmo um ponto obrigatório na noite lisboeta. E já agora provar os deliciosos Luxinis no verão no terraço pode parecer singelo, mas é um pequeno deleite enquanto se aprecia a vista.

tastemaker

Esta é, simplesmente uma das melhores discotecas Europeias e a  melhor de Lisboa! Sempre com duas ( ou três, no Verão) alternativas musicais e de espaço, tem uma escolha cuidadosa e eclética na sua programação. o ambiente descontraído e os preços das bebidas são justos!

Para ir antes da 1h da manhã, de modo a conseguir entrar sem ter de esperar na grande fila que se forma á porta!


O Lux é como o vinho do Porto. Passam os anos e cada vez está melhor. É sem dúvida, a melhor discoteca de Lisboa neste momento. Nesta casa é possível ver Djs estrangeiros de qualidade e passar noites memoráveis. Todas as semanas existe pelo menos um dia com um dj de topo. O Lux já pertence aos locais sagrados de visitar em Lisboa.


Não sou completamente apaixonada, mas percebo a paixão das pessoas. Tem de todo (ou quase todo) o tipo de música. Recebe convidados interessantes e vai mantendo as coisas interessantes para o público também. Quer goste de pop ou de rock, pode sempre ir sem ter de levar com quem não quer e com ruído que, para si, pode ser desagradável.


É a melhor discoteca de Lisboa e até de Portugal. Não há muitos sítios onde ver DJs estrangeiros de qualidade, mas sei que posso sempre contar com o Lux, nunca falha. Todas as semanas vai lá alguém de jeito. Se algum dia fechar mudo de cidade.


Continua a ser a melhor discoteca de Lisboa. Não falha durante todo o ano, não falha até amanhacer. Saio cada vez menos à noite, mas no Lux tenho sempre a certeza que vale a pena. 


A melhor experiência nocturna de Lisboa e uma das melhores da Europa. A variedade de ambientes ajuda à festa, assim como a selecção musical, sempre de primeira água. A presença de bons restaurantes ao lado, a começar pelo Casanova, também contribui para o programa da noite.


El Nuno