A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

60 anos debaixo de terra: a festa do Metro faz-se com visita guiada e concerto

Por Raquel Dias da Silva
Publicidade

A primeira rede de metropolitano de Portugal foi inaugurada a 29 de Dezembro de 1959. 60 anos depois, celebra-se a sua abertura ao público com uma visita guiada e um concerto. O programa de entrada livre está marcado para este domingo.

Entre Campos, Jardim Zoológico, Rotunda, Saldanha, Restauradores, São Sebastião, Campo Pequeno, Picoas, Avenida, Palhavã e Parque. Foram as primeiras estações a abrir no país. 60 anos depois, já são 50 e muitas mudaram de nome pelo menos uma vez. Para assinalar a data, o Metro de Lisboa propõe uma viagem pela arte e azulejaria da actual Linha Azul, antes de um concerto no Cais do Sodré. É para marcar na agenda: 29 de Dezembro, às 11.00 e às 17.00.

O professor José Meco, que tem vindo a assumir a missão de estudar e dar a conhecer a azulejaria portuguesa, será o responsável pela visita às estações da Avenida, Marquês de Pombal, Parque, São Sebastião e Jardim Zoológico. A participação no passeio, que começa às 11.00, requer inscrição prévia.

Mais tarde, às 17.00, a estação do Cais do Sodré vira sala de concertos, com a apresentação do LIBÊ – Lisbon Buskers Ensemble. Os músicos que transitam entre o palco e a rua vão fazer-se acompanhar de um repertório musical inédito composto a partir de textos escritos por poetas internacionais.

Metropolitano de Lisboa (Avenida, Marquês de Pombal, Parque, São Sebastião, Jardim Zoológico e Cais do Sodré). Dom 11.00 e 17.00. Grátis.

+ Uma viagem pelos túneis fechados do Metro de Lisboa

Últimas notícias

    Publicidade