Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right A Musa abriu um bar na Bica onde não faltam petiscos
Notícias / Bebida

A Musa abriu um bar na Bica onde não faltam petiscos

Musa da Bica
©Inês Félix

A cervejeira de Marvila ganhou em Junho um novo bar na Bica. Aqui, além da cerveja, o foco é a comida, com um menu de petiscos preparado por Leonor Godinho.

Marvila já se torna pequena para o império da Musa. A cervejeira nascida na Rua do Açúcar em 2016 prepara- -se para abrir uma nova Musa no Porto e acaba de inaugurar um novo bar mesmo no centro da movida alfacinha, entre a Bica e o Cais do Sodré.

“Sempre quisemos expandir e abrir mais sítios para trazer a cerveja a mais pessoas”, confirma Inês Ramalho, responsável de comunicação da Musa. “Marvila acaba por ser um pouco fora de caminho e quisemos ter um sítio mais no centro da cidade e alargar o espectro da Musa”, acrescenta.

Se em Marvila, na fábrica e taproom, o foco continua a ser a cerveja artesanal e a programação musical, com espaço que sobra para concertos e DJ sets, a nova Musa, bastante mais pequena, no espaço da antiga Tasca da Tijúlia, com um balcão e algumas mesas corridas, quer explorar a relação entre a cerveja e a comida.

Inês Félix

Leonor Godinho, que veio do Feitoria, no Altis Belém, é a responsável pela cozinha da Musa da Bica, com petiscos que “puxam pela cerveja”. A chef, formada em Psicologia, já era uma presença assídua na fábrica de Marvila.

Há mais de um ano começou por fazer quesadillas para o Pub Quizadilla, o quiz mensal da Musa. “Depois desafiaram-me para fazer os almoços [temáticos] de domingo e foi uma relação que foi crescendo cada vez mais.”

Para o menu desta nova Musa inspirou-se “na vertente artesanal” da marca. “Tentamos fazer ao máximo os nossos próprios fermentados. Fazemos o nosso pastrami, a nossa mostarda e estamos a tentar seguir essa filosofia artesanal”, conta.

Todas as semanas há uma salada e uma “fritaria” – por exemplo, puntillitas –, além dos habituais petiscos do menu, servidos a partir das 16.00. Há pãezinhos de queijo e malte (2€) e de chouriço e malte (2,5€) para picar e também bolinhas de falafel de tremoço (3,5€), com molho de iogurte e menta.

Inês Félix

Desde que abriram portas, com um arraial de Santos Populares na rua, a Katsu Sando (8€), uma sandes de pluma de porco em pão de brioche com kimchi caseiro, tem sido um dos pratos mais pedidos. Tal como a Reuben (8€), com pastrami em sourdough com chucrute e queijo suíço.

Dos catorze almoços de domingo que Leonor preparou na Musa de Marvila só um prato fica neste novo menu, o aguachile de bacalhau (8€), “que foi um sucesso”. Para empurrar, há 15 torneiras de cervejas Musa, incluindo a recém-lançada Low Me Tender, mais leve, com 2,5% de álcool, resultado de uma parceria com a cervejeira espanhola Majara.

A ideia é que, em breve, e ao contrário do que acontece em Marvila, haja também cervejas de outras marcas, nacionais e internacionais, para acompanhar o menu.

Calçada Salvador Correia de Sá, 2 (Bica). Ter-Qui 16.00-00.00, Sex 16.00-02.00, Sáb 13.00-02.00, Dom 13.00-22.00.

Os novos bares em Lisboa que tem mesmo de conhecer

Publicidade
Publicidade

Comentários

0 comments