Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right A passear de prancha na mão em Alvalade
Notícias / Vida urbana

A passear de prancha na mão em Alvalade

The Wave Factory
Fotografia: Duarte Drago

Primeiro surfa-se e depois come-se. Ou ao contrário. Na Wave Factory, em Alvalade, encontra tudo isto debaixo do mesmo tecto. Se quiser, há ainda um espaço de cowork para o seu negócio.

De início, quiseram criar um lugar onde se pudesse surfar e comer. Só depois veio a ideia do cowork. Clement Courtaigne e Armel Jacquet conheceram-se em Paris. Cansados dos invernos rigorosos e do bulício citadino, mudaram-se para Lisboa. Andaram à procura do sítio ideal para abrirem a Wave Factory até que, um dia, em Alvalade, encontraram um espaço quase à medida.

As várias salas e terraços, as áreas grandes, tudo num só, ofereciam-lhes o que necessitavam para trazer o conceito “que já existe noutros países”, explica Clement. 

Fotografia: Duarte Drago

A MyWave Company, empresa por ele criada, detém a patente para o sistema da onda. Funciona através de um motor que bombeia a água e que a reutiliza através de um sistema fechado. A água é projectada a um ângulo de 90 graus, gerando ondas com uma altura máxima de um metro. Debaixo do tapete em que se surfa, existe um colchão insuflável que apara qualquer queda.

Para surfar a onda, tem que se ter obrigatoriamente sete anos. Mas depois não há qualquer restrição de idade. Custa 35€ por pessoa, durante 40 minutos. Como esta actividade tem mais piada em grupo, aceitam até oito pessoas, mas só duas podem estar ao mesmo tempo no tapete a surfar. As pranchas não são iguais às do surf convencional. Têm um tamanho mais reduzido e são mais estreitas. Também há a opção de fazer bodyboard numa prancha quase idêntica às usadas no mar. Para breve, fica a promessa de competições para os que levam a coisa mais a sério.  

Fotografia: Duarte Drago

 

No Alvalade Cowork, a entrada pode fazer-se separadamente do restaurante. À disposição estão quatro salas com 43 secretárias, internet, impressora, sala de reuniões e cozinha equipada. A surpresa deste espaço está nas traseiras. Lá, há um terraço com mesas e chapéus, ideal para almoçar, ter uma reunião ou simplesmente descontrair. O preço do aluguer pode ser mensal ou semanal. Na primeira opção custa 227,55€ , com tudo incluído, ou então 73,80€ semanais. 

Fotografia: Duarte Drago

Armel, por sua vez, deixou para trás uma cadeia de restaurantes em França. Mudou-se em Março de 2017 e é ele o sócio responsável pela parte de restauração na Wave Factory. A comida ali é “internacional”, diz. Usam vegetais plantados na sua horta e tudo gira à volta de dois menus de almoço: entrada, quiche ou bagel e bebida por 10,95€. Se preferir, há a opção de entrada, hambúrguer (com carne maturada vinda da Irlanda) ou poké e uma bebida por 14,95€. Se nada lhe agradar, pode sempre pedir os pratos separadamente. E a seguir, lançar-se à nova onda de Alvalade.

Rua Acácio de Paiva, 19 (Alvalade). 211163330. Ter-Dom 10.00-21.00, Sex-Sáb 10.00-00.00.

Nove paragens obrigatórias na Avenida de Igreja

Publicidade
Publicidade

Comentários

0 comments