Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right A Pikikos abriu em Campo de Ourique e é loja, café e cabeleireiro sustentável
Notícias / Vida urbana

A Pikikos abriu em Campo de Ourique e é loja, café e cabeleireiro sustentável

Pikikos
Fotografia: Manuel Manso

É uma mistura improvável, é certo, mas que resultou num novo espaço em Campo de Ourique, a Pikikos. O projecto de Natasha Cálem é de escolha múltipla: café, loja e cabeleireiro – um três em um sustentável e amigo do ambiente.

Natasha sempre esteve ligada à indústria da sustentabilidade e quis continuar nesse sentido juntando as suas paixões num só espaço. “Quero criar uma marca una, uma coisa que possa levar para outro sítio. Campo de Ourique é só o começo”, explica-nos a dona da Pikikos. “Criei este espaço para sensibilizar as pessoas de que é possível ter um consumo mais responsável, ou mais consciente. O consumo passa por tudo o que nós fazemos, e temos de pensar antes de comprar. Aqui as pessoas podem estar descansadas que sabem que estão a dar um passo em prol da sustentabilidade.”

Pikikos

 

Há apenas quatro mesas e alguns lugares ao balcão
Fotografia: Manuel Manso

 

A Pikikos propôs reger-se e a cumprir os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 estabelecida pelas Nações Unidas, um processo longo “mas possível”, diz Natasha. “Até o nosso carimbo é de tinta ecológica, por isso devagarinho vamos lá.”

Uma das paredes do espaço é aquela que serve de loja, com longas prateleiras divididas entre cosmética, brinquedos, acessórios e roupa. Há marcas nacionais e de fora, uma curadoria que Natasha fez questão de fazer para corresponder às necessidades amigas do ambiente. Há capas da Insane In The Rain, feitas a partir de garrafas recicladas, os vasos de papel da Pepe Heykoop, as garrafas de filtro da Dopper, as escovas de dentes de bambu da The Bam & Boo, os cremes e desodorizantes da The Ohm Collection, as cabeças de animais em feltro da Sew Heart Felt, peças de roupa da Jenest ou os mordedores para bebés da Oli & Carol.

 

Da cosmética bio à roupa feita a partir de garrafas recicladas, há de tudo na Pikikos
Fotografia: Manuel Manso

 

Já o café de especialidade sempre foi um pequeno capricho de Natasha e um complemento que decidiu acrescentar ao seu espaço. “É um café de qualidade, onde podem escolher a moagem. Dá para fazer uma pausa aqui e depois das compras ou do corte de cabelo sentar-se a beber um café”, diz. O espaço tem apenas quatro mesas e alguns lugares ao balcão, para uma passagem fugaz ou mais calma se quiser levar o computador e ligar-se à internet.

Cortes, sem costuras

O cabeleireiro funciona ao fundo do espaço e tanto dá para adultos como para crianças. Também a marca usada aqui segue a ideologia da casa: são usados produtos da Davines, do norte de Itália, que levou o troféu por ser completamente isenta de petróleo e vegana. Aqui, a água que é usada nas lavagens dos cabelos segue um sistema de reaproveitamento construído de propósito para o espaço. Trocando por miúdos: essa água segue para um depósito suspenso junto às casas de banho e é reaproveitada para as descargas de autoclismo.

 

O reservatório conserva a água que vem das lavagens do cabeleireiro e reaproveita-a para as descargas de autoclismo
Fotografia: Manuel Manso

 

“É um sistema quase artesanal e que está à vista de todos. É uma forma de nos ajudar na poupança da água”, explica Natasha junto ao reservatório decorado com uma rede de pesca com plástico, uma analogia à poluição dos oceanos.  

O foco está no entanto nas crianças, que têm um elefante de cortiça para se sentarem, e recebem um cartão semelhante àqueles das lojas em que vai ganhando pontos consoante as compras. No fim de três carimbos – três cortes, portanto – a Pikikos oferece um corte de cabelo a uma criança carenciada de uma IPSS parceira, que vai mudando de tempos a tempos. Um incentivo para os miúdos que não gostam muito de ir à tesoura (13€ crianças até aos 3 anos; 18€ crianças dos 3 aos 12 anos).

 

Ao fundo da Pikikos, está o cabeleireiro para adultos e crianças
Fotografia: Manuel Manso

 

Para os mais crescidos que cortarem mais de 17cm de cabelo, Natasha envia o cabelo para a Little Princess Trust, para ser aproveitado para perucas para crianças e adolescentes. O corte de adulto oscila entre os 30€, para os homens, e os 38€, para mulheres.  

Ainda na onda da sustentabilidade, fique a saber que se lavar o cabelo com água fria a casa oferece-lhe um café, enquanto espera.

Pikikos. Rua 4 Infantaria, 53C. Ter-Sex 09.00-18.30, Sáb 10.00-18.00. 

+ Vamos às compras em Campo de Ourique

Publicidade
Publicidade

Comentários

0 comments