Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right A primeira loja oficial do Tintin em Portugal abriu em Belém
Notícias / Compras e estilo de vida

A primeira loja oficial do Tintin em Portugal abriu em Belém

Loja Tintin
ManuelManso Tintin Shop

Já existia uma ou outra loja, já se encontrava uma ou outra coisa dedicada ao universo de Tintin, mas uma loja oficial com o selo da Moulinsart (sociedade belga que gere o legado de Hergé) é uma novidade absoluta em Portugal. Abriu há poucos dias em Belém, ali mesmo ao lado do Museu dos Coches, e encontra-se de tudo o que possa imaginar.

A história desta loja, que fica no número 446 da Rua da Junqueira, começa como a história de muitos outros projectos recentes em Lisboa: um casal que numa viagem à capital se deixa encantar e decide mudar de vida. Neste caso, falamos dos franceses Nathalie e Louis, a viver em Lisboa desde o ano passado e com loja aberta desde sábado.

 

 

Apesar de só se terem mudado em 2017 para Lisboa, a ideia da loja surgiu há quatro anos quando por cá andaram pela primeira vez. E não surgiu por acaso: Louis trabalha para a Moulinsart em França. Além de fã, é um especialista neste império.

“Toda a gente gosta do Tintin e não havia nada assim em Lisboa. Quer dizer, não havia uma loja oficial, tal como já existe em cidades como Barcelona, Londres ou Singapura”, diz-nos Louis. “Sabíamos que havia potencial, a relação dos portugueses com o Tintin já é longa. Portugal foi o primeiro país a traduzir as aventuras do Tintin”, acrescenta Nathalie.

Loja Tintin

Manuel Manso

 

“Foi em 1936, se não estou em erro. O Tintin era publicado no Papagaio e no Diabrete”, conta Louis, que durante anos trabalhou nas obras do mais famoso jornalista para o mercado francês. “E agora somos os distribuidores oficiais para Portugal”, diz Nathalie.

 

 

Manuel Manso

 

Neste espaço, que se chama apenas Tintin Shop, à semelhança do que acontece nas restantes lojas oficiais, encontra-se de tudo – e aos mais variados preços. “Tudo o que a Moulinsart produz encontra-se aqui”, atesta Nathalie. Há peças de colecção, como o cobiçado foguetão que levou Tintin à lua, à venda 995€, ou uma série de figuras em resina inspiradas na exposição Le Musée Imaginaire de Tintin, que aconteceu em 1979, cujos preços variam entre os 99€ e os 250€. Mas depois há uma variedade de produtos a preços mais acessíveis, como postais, baralhos de cartas, porta-chaves e canecas. As t-shirts, que os donos fazem questão de dizer que são feitas em Portugal, custam 19,95€ (criança) e 24,50€ (adultos), enquanto os sacos, que identificam a loja na rua, se ficam pelos 3€ (pequeno) e 4,50€ (grande). 

 

Loja Tintin

Manuel Manso

 

Para os amantes das figuras que não podem gastar tanto dinheiro como gostariam, há bonecos a preços mais simpáticos (a partir dos 19€), e ainda peluches. Resistir ao fiel amigo de Tintin – falamos do Milu, entenda-se – não será fácil. Está à venda em vários tamanhos, com preços entre os 24,50€ e 39,50€.

Loja Tintin

Manuel Manso

E ainda nem falámos dos posters (a 10€ e a 15€), dos puzzles (de 30 ou de mil peças), da roupa de cama, dos livros de colorir e de actividades e da banda-desenhada, pois claro.

 

Manuel Manso

 

Na loja ainda não existem todos os livros da colecção, mas o casal espera resolver essa questão em breve – “Estamos a tentar falar com a ASA”. Por enquanto encontrará 13 aventuras em português e mais umas tantas em diferentes línguas (francês, espanhol, alemão e até chinês), além de vários livros sobre a vida e obra de Hergé (1907-1983).

+ Há uma nova loja de brinquedos vintage em Lisboa

+ As melhores lojas para crianças em Lisboa

Publicidade
Publicidade

Latest news