Color Square
© Arlei Lima/ Time Out LisboaColor Square

As melhores lojas para crianças em Lisboa

Tem pesadelos sempre que precisa de ir às compras com os miúdos? Tente a sua sorte nas melhores lojas para crianças em Lisboa.

Publicidade

Não se faça de difícil: visitar lojas de crianças não é um pesadelo assim tão horrível – a maioria dos pais até gosta e, cada vez mais, há lojas com cantinhos dedicados aos mais pequenos para se manterem entretidos enquanto os papás abrem os cordões à bolsa. Afinal, qual é o coração empedernido que resiste a um vestido cheio de laços e folhos, ao triciclo de madeira ou àquele papel de parede com estrelinhas a fazer pendant com as cortinas? A Time Out foi à procura das melhores lojas para crianças em Lisboa. Chegou a casa com a conta depenada e o coração cheio.

Recomendado: As melhores coisas para fazer em Lisboa com crianças

As melhores lojas para crianças em Lisboa

  • Compras
  • Alcântara

Aqui o que não é muito grande é o espaço, porque amor há para dar e vender. Amor por brinquedos didácticos, jogos divertidos, livros coloridos e muitos objectos para animar o quarto, a mochila e o coração dos miúdos. Além de uma panóplia de animais de peluche, de leões até fossily triceratops, há brinquedos de parede (sim, leu bem), brinquedos para levar para o banho (porque um banho é sempre mais divertido com companhia) e até moldes de praia, para fazer desenhos na areia como um verdadeiro profissional. Entretanto, a Petit Love cresceu e já tem mais duas lojas além da primeira na Lx Factory: em Alvalade e em Carcavelos.

  • Compras
  • São Sebastião

Teresa e Inês Figueiredo são mãe e filha. Em 2022, juntaram forças e deram vida à Color Square, uma concept store online, pensada para as famílias, que promove momentos em comunidade e na natureza. Agora, na loja física, no Campo Pequeno, encontra brinquedos, jogos, livros e até uma colecção de roupa. Há ainda conjuntos de construção livre e upcycling, puzzles e jogos colaborativos, produtos para crianças criativas, desde livros de colorir até arts & crafts, e muitos livros estrangeiros.   

Publicidade
  • Compras
  • Avenida da Liberdade/Príncipe Real

A montra não deixa ninguém indiferente. Não é por acaso que nos meses que antecederam a abertura, enquanto Pedro e Benedetta se demoraram nos derradeiros acabamentos, muitos eram os que paravam e tentavam espreitar além da porta da FuFu. Chamam-lhe loja-atelier, precisamente porque é simultaneamente montra e espaço de trabalho. A lista de opções para entreter ou presentar os mais pequenos inclui brinquedos de praia da Scrunch Kids, em silicone e totalmente maleáveis, os rolos e cartazes para colorir da Omy e os berlindes da Billes & Co, que ao que parece também estão a chamar a atenção entre os adultos. Somam-se os livros infantis de editoras portuguesas – autênticos best-sellers. Mas o que mais brilha nestas estantes, desenhadas por Pedro Louro, a outra metade do projecto (e do casal), são as criações de Benedetta. Em 2012, criou Fulana Beltrana Sicrana, uma marca que bonecos em tecido, que tanto podem seguir a fisionomia de figuras célebres da nossa história, super-heróis, animais fofinhos ou mesmo objectos personalizados, caso o freguês queira encomendar em jeito de homenagem ou como regalo pessoal.

  • Compras
  • Avenida da Liberdade/Príncipe Real
Loja Dada for Kids
Loja Dada for Kids

Bobo Shoes, Mini Rodini, ou Wolf &Rita são algumas das marcas que desfilam por este showroom, uma extensão da loja online de onde terá dificuldades em sair de mãos a abanar. Os padrões únicos e acessórios como o candeeiro ananás farão suspirar junto à Igreja de São Mamede.

Publicidade
  • Compras
  • Alvalade

Mónica Albuquerque nasceu e cresceu em Alvalade – pertence à quarta geração da família no bairro e orgulha-se de estar a contribuir para o seu crescimento com a Maria do Mar. O espaço é o sonho de qualquer criança (e, com ela, de qualquer pai e mãe): junta num único armazém os conceitos Maria do Mar Lifestyle, com livros e brinquedos, Maria do Mar Warehouse, com mobília, Tailor by Maria do Mar, com roupa, e Maria do Mar Childcare, para bebés pequeninos e recém mamãs. Além da pinta, em comum os quatro projectos têm a luta pelo comércio justo e pela sustentabilidade. Espreite o site: é um bom teaser para depois fazer uma visita sem pressas.

  • Compras
  • Livrarias
  • Campo de Ourique

Está num dos bairros mais catitas de Lisboa, apinhado de miúdos. Adivinhou qual é? Campo de Ourique, pois claro. A Baobá abriu pelas mãos da Orfeu Negro, portanto já pode contar com todo o catálogo da editora, além de outras como a Tcharam ou a Planeta Tangerina. Livros ilustrados, chancelas nacionais a internacionais, enfim, criações que vão ficar a matar nas estantes lá de casa mas sobretudo nas mãos dos mais pequenos. Aos sábados, a Baobá não deixa os seus créditos por mãos alheias: há oficinas, exposições e sessões de histórias para sintonizar toda a família em redor das histórias.

Publicidade
  • Compras
  • Benfica/Monsanto

A estética em tons pastel, o aroma a talco, as texturas têxteis, a música ambiente e – para absoluto gáudio dos mais novos – o tapete de brincadeiras. Na concept store de decoração e design infantil Kids R, que se mudou de Odivelas para Benfica, as famílias são convidadas a fazer uso do máximo de sentidos possível. Entre a oferta de diferentes marcas de autor, como a portuguesa Mrs Ertha, a dinamarquesa Maileg, ou a holandesa Treasure Trunks, sobressaem os artigos feitos em madeira, do mobiliário minimalista aos brinquedos didácticos, como equipamentos de ginástica inspirados na natureza.

  • Compras
  • Princípe Real

Escovas de cabelo, toalhitas orgânicas, champôs, óleos, sabonetes, gel de banho, e cremes sem químicos ou parabenos: bem-vindo à primeira loja portuguesa bio para gente de palmo e meio. “Temos tudo para o enxoval dos bebés e das crianças dos zero aos cinco anos”, garante Filipa Belo, directora da Organii. E parece haver mesmo tudo: até chuchas e pastas dos dentes feitas com materiais amigos do planeta. 

Publicidade
  • Compras
  • Vestuário de criança
  • Campo de Ourique

Precisa de um ovo para transportar a criança? A Babycool tem. Precisa de uma cadeira da papa? A Babycool tem. Um tapete para o quarto dos miúdos? Um disfarce para o Carnaval? Um brinquedo para levar para a festa de aniversário do amiguinho?Adivinhou: a Babycool tem. Podíamos continuar, mas já deve ter percebido a ideia– esta loja é daquelas que tem tudo e um par de botas em matéria de brinquedos e puericultura. E se não tiver no momento, arranja.

  • Compras
  • Brinquedos e jogos
  • Campo de Ourique

Estes livros não são para ler: são para brincar, desafiar, desdobrar e interagir. Não são para adormecer: são para despertar a mente para coisas novas, excitar os olhos com cores e ilustrações, acordar o cérebro com exercícios divertidos e marcá-lo com histórias inesquecíveis. E nem sequer são apenas livros: na Edicare há puzzles e cubos, bonecos e autocolantes, jogos para ler e entreter a partir dos zero anos. O destino ideal para compor a biblioteca do quarto dos miúdos, comprar um presente original ou as duas coisas ao mesmo tempo. Vá a www.didatic.pt ou procure a loja Didatic mais perto de si: há várias espalhadas pela cidade.

Publicidade
  • Compras
  • Grande Lisboa

É preciso ser muito forte para conseguir sair desta loja sem um saquinho que seja. As tentações estão por todo o lado. Os padrões ajudam uma pessoa a entusiasmar-se: nada de cores mortiças, muitas bolas, riscas e quadrados. Também se pode mandar fazer peças por encomenda e escolher o modelo e os tecidos preferidos. Os pais que adoram ver os miúdos vestidos de igual (o calção do mano a condizer com a saia da mana) têm muito onde se desgraçar. Os fatos de banho são de cair para o lado e também aqui pode optar por um só padrão para a prole inteira: assim vai ser mais fácil identificá-los quando forem brincar para longe do chapéu de sol. Mas vale ainda pena destacar o facto da produção ser realizada a 100% em Portugal, por costureiras dedicadas que deixam todo o seu amor e dedicação em cada ponto que dão, resultando em roupas confortáveis e duráveis.

  • Miúdos
  • Parque das Nações

Os pais amigos do ambiente vão babar-se como se fossem bebés. Prepare-se para perder uma hora só nas prateleiras das fraldas reutilizáveis. Tamanho S, M, L ou único? Há modelos desde os prematuros de 900 gramas até granjolas já com 6,5 kg. De molas ou com elásticos ajustáveis? Com padrão ou lisas? Amorosos são também os fatos de banho e as roupas com protecção solar, os brinquedos sem químicos que se podem levar à boca e os bonecos térmicos que se aquecem no microondas e aliviam as cólicas.

Publicidade
  • Miúdos
  • Campo de Ourique

Só quem está no convento sabe o que está lá dentro. E esta é uma daquelas lojas onde vale a pena pedir ajuda a quem está atrás do balcão. É que os brinquedos expostos são muito mais giros do que se imagina olhando apenas para a caixa. É o caso de uma boneca de trapo desenxabida que, vai-se a ver, e os miúdos podem pintar da cabeça aos pés: depois de ir à máquina, está como nova. Ou das flautas para levar para o banho: enchem-se com água e o som que sai varia consoante se têm mais ou menos líquido. Isto só para dar dois exemplos, porque todos os brinquedos da marca são altamente pedagógicos e obrigam as crianças a usar os neurónios. Se precisar de mais razões, basta esta: tem preços muito acessíveis.

  • Compras
  • São Sebastião

Esqueça a cadeia de hipermercados: este é que é o verdadeiro mundo encantado dos brinquedos. Mal se abre a porta da loja de Cristina Siopa, somos transportados para um mundo de fantasia onde não faltam duendes e princesas, casinhas de bonecas e castelos de madeira, fantoches e fortes de piratas, triciclos em ferro e camas em dossel, trens de cozinha tamanho XS e tendas para a criançada se esconder. Só não há Gormitis nem Winx. Mas também ninguém sente a falta.

Publicidade
  • Compras
  • Brinquedos e jogos
  • Campo de Ourique

Já não aguenta com os brinquedos massificados dos hipermercados e está preocupado com as ilhas de plástico no Pacífico? Então faça uma visita ao Ursinho a Galope, uma loja de brinquedos tradicional para lá de querida, onde não há tablets, jogos electrónicos ou ídolos infantis dos tempos modernos, mas onde se vai perder de amores pelas caixas de música, os teatros de sombras, os peluches, os fantoches, as lanternas de projecção, os jogos de dados, os xilofones, os fogões, as fisgas e os castelos em madeira.

  • Compras
  • Presentes e lembranças
  • Santa Maria Maior
  • preço 1 de 4

Por que é que quem passa à porta da nova loja de souvenirs da Rua da Madalena não resiste a entrar? Talvez porque não seja um souvenir qualquer. Talvez porque o que lá encontramos é um dos brinquedos mais famosos do mundo e também um dos que são permitidos a gente de todas as idades. Mais: a loja da Baixa também lhe faz o gosto ao dedo e dá-lhe uma boa desculpa para desatar a comprar patos de borracha. Muitos, dezenas, se quiser com muita vontade. É que são todos diferentes. Encarnam personagens de banda desenhada, vilões, profissões, ícones culturais e até outros animais. Ao todo, são 180. E estes patos flutuam mesmo. Os outros dois tamanhos é que se ficam pelas finalidades decorativas: os pequenos são porta-chaves; os maiores, edições limitadas. Uns têm figuras de Keith Haring, outros são imitações de Darth Vader equipadas com luzes LED.

Publicidade
  • Compras
  • Livrarias
  • Lisboa

Chamar-lhe livraria é pouco. O lado oficinal não fica de fora desta It's a Book, projecto nascido em 2016 no bairro dos Anjos. O mundo infantil é explorado ao nível da literatura, das edições de autor e das artes plásticas, através de uma programação repleta de actividades para os mais novos. Quanto ao títulos, as editoras nacionais convivem com as forasteiras e o lado didáctico e artístico prevalece.

  • Compras
  • Brinquedos e jogos
  • Campo de Ourique

Se uns podem deixar a modéstia à parte e dizer que têm o melhor bolo de chocolate do mundo, então porque é que o Atelier da Tufi não há-de poder afirmar que é a loja mais querida do bairro? Este foi, aliás, o #hashtag que este espaço em Campo de Ourique usou em tempos em todas as imagens partilhadas no Instagram, com os seus tecidos de padrões coloridos, as suas bandeirolas para pendurar na parede, os cestos de arrumação floridos, as almofadas personalizadas com letras, símbolos ou números, e os quadros com mensagens divertidas. Há lá coisa mais querida do que esta.

Publicidade
  • Compras
  • Chiado/Cais do Sodré

Se as suas crianças são do género betinho, não vão achar graça nenhuma a esta marca de acessórios de moda para rapazes dos zero aos doze anos. Tote bags, lenços, cachecóis, meias, gorros, sapatos, t-shirts, calças e casacos: o armário da YAY é composto por peças para pequenos fashionistas, que é como quem diz marinheiros urbanos, militares, festivaleiros ou doidos por ganga. E os grandes também não se escapam. Entre as peças seleccionadas para os adultos, encontra sweatshirts, t-shirts e casacos.  

  • Compras
  • Brinquedos e jogos
  • Chiado
  • preço 3 de 4

Só deve entrar nesta loja com uma criança pela mão se estiver 100% disposto a comprar uma boneca. Caso contrário, comprará uma birra difícil de acalmar. Tudo porque as bonecas espanholas de cabelo seminatural e os respectivos acessórios são de fazer perder a cabeça (até a uma pessoa adulta). Além delas, tem puzzles, dominós e outros jogos.

Publicidade
  • Compras
  • Brinquedos e jogos
  • Areeiro/Alameda

A Lolla Kids está de portas abertas desde 2015. Além de artigos de puericultura, moda e decoração, contempla ainda uma secção inteiramente dedicada à brincadeira, com bonecas de marcas como a Minikane e a Mrs Ertha, brinquedos em madeira, peluches, triciclos e bicicletas, puzzles e jogos e até propostas das populares Maileg e Moonie. 

  • Coisas para fazer
  • Cascais

Os livros bonitinhos da Planeta Tangerina são de ler e chorar por mais, um daqueles casos clássicos em que vai querer manuseá-los e deixar-se invadir pela nostalgia quando os miúdos não estiverem a ver. A editora funciona em Carcavelos mas nada como visitar a loja online e ficar a par de todas as novidades no site da casa.

Publicidade
  • Compras
  • Avenida da Liberdade
  • preço 3 de 4

Dolce & Gabanna, Gucci, Fendi, Versace, Ferrari e Roberto Cavalli. Das passerelles de Paris directamente para o armário… do seu filho. A Baby Liberdade é a loja infantil mais cara da cidade e não podia estar noutra rua senão nesta. Por lá, não falta roupa, malas e sapatos, tanto para menino como para menina.  

  • Coisas para fazer
  • Lisboa

Como é que se educam crianças mais felizes? Esta é uma das perguntas a que a equipa da Oficina Didáctica, composta por profissionais das áreas da educação e da saúde, tenta responder com a sua loja de materiais didácticos, incluindo brinquedos capazes de proporcionar aos miúdos experiências sensoriais de fazer inveja aos crescidos.

Publicidade
  • Compras
  • Campo de Ourique

Nos cabides há macacos com folhos, vestidos, cueiros e camisas para levar ao baptizado da prima, mas também peças mais casuais para aqueles dias sem compromissos familiares. As golas com molas são um dos artigos mais procurados nesta marca portuguesa com confecção própria de vestuário para miúdos dos zero aos 12 anos. Para passar lá, terá de ser por marcação, entre terça e quinta-feira, ou ao sábado.   

Lisboa dos pequenitos

  • Miúdos

A leitura é uma peça-chave para a educação dos miúdos – de pequenino é que se torne o pepino, bem sabemos – e uma das melhores formas de os entreter. Em Lisboa (e arredores) já existem algumas livrarias dedicadas aos mais pequenos, onde a literatura infanto-juvenil é o foco, os livros de editoras independentes – da Pato Lógico à Planeta Tangerina, passando pela Orfeu Mini – têm lugar de destaque e o mundo da ilustração é a chave de ouro. Um-dó-li-tá: o difícil é escolher onde comprar. Mas veja estas sugestões de livrarias para crianças, para não perder o fio à meada e deixar que elas tenham as prateleiras do quarto recheadas de letrinhas.

  • Miúdos

Todos os anos decide que é desta que vai explorar a cidade com os miúdos, mas depois acaba por fazer sempre as mesmas coisas. Parque infantil, bicicleta à beira-rio e toca a voltar para casa que já está na hora do banho. A vida tem potencial para muito mais e nunca é tarde para querer acabar com os velhos hábitos, ajudá-lo a quebrar rotinas e levar os miúdos a descobrir Lisboa.

Publicidade
  • Miúdos

É uma grande injustiça dizer que a palavra museu cheira a mofo. Mas se começou por arrastar os miúdos para uma exposição interminável que interessa apenas a adultos... é bem possível que o programa enfrente uma certa resistência. Não desanime. Um roteiro museológico não tem de ser um programa aborrecido, muito pelo contrário. Fomos à procura dos melhores museus para crianças em Lisboa.

Recomendado
    Também poderá gostar
    Também poderá gostar
    Publicidade