As melhores lojas para crianças em Lisboa

Tem pesadelos sempre que precisa de ir às compras com os miúdos? Esqueça. Facilitamos-lhe a vida com as melhores lojas para crianças.
maria do mar, warehouse
Por Editores da Time Out Lisboa |
Publicidade

Não se faça de difícil: visitar lojas de crianças não é um pesadelo assim tão horrível – a maioria dos pais até gosta e, cada vez mais, há lojas com cantinhos dedicados aos mais pequenos para se manterem entretidos enquanto os papás abrem os cordões à bolsa.

Afinal, qual é o coração empedernido que resiste a um vestido cheio de laços e folhos, ao triciclo de madeira ou àquele papel de parede com estrelinhas a fazer pendant com as cortinas? A Time Out foi à procura das melhores lojas para crianças em Lisboa. Chegou a casa com a conta depenada e o coração cheio.

Recomendado: Seis novidades para levar as crianças em Lisboa

pecegueiro e filhos
Fotografia: Manuel Manso
Compras, Vestuário de criança

Pecegueiro & F.os

icon-location-pin Estrela/Lapa/Santos

Na origem da Pecegueiro & F.os só podia estar uma família numerosa e, ao mesmo tempo que Sara Lamúrias e Pedro Noronha-Feio apresentaram à cidade um novo guarda-roupa para miúdos entre os dois e os 12 anos, abriram montra para a Lapa e exibiram as suas melhores cores. E são muitas. Pegou em tecidos portugueses, tratou de garantir que toda a produção era feita por cá e recuperou o encanto das coisas simples. Anita e Tom Sawyer foram as musas de serviço e as jardineiras são as peças estrela. Existem em 10 cores, sem contar com os modelos às riscas, que estampam a loja de uma ponta à outra. A lógica do menino e menina é reduzida ao essencial, o género fica-se pelas saias e vestidos.

Compras

Dada for Kids

icon-location-pin Avenida da Liberdade/Príncipe Real

Bobo Shoes, Mini Rodini, ou Wolf &Rita são algumas das marcas que desfilam por este showroom, uma extensão da loja online de onde terá dificuldades em sair de mãos a abanar. Os padrões únicos e acessórios como o candeeiro ananás farão suspirar junto à Igreja de São Mamede.

Publicidade
Nós e Tranças
©Nós e Tranças

Nós e Tranças

Não há volta a dar: é a típica loja para meninos e meninas betinhos (nada contra), mas os miúdos mais rufias não ficam à porta. Nos cabides há macacos com folhos, vestidos, cueiros e camisas para levar ao baptizado da prima, mas também peças mais casuais para aqueles dias sem compromissos familiares. As golas com molas são um dos artigos mais procurados nesta marca portuguesa com confecção própria de vestuário para miúdos dos 0 aos 12 anos.

Rua 4 de Infantaria 83 A, Campo de Ourique.

Mini by luna
Fotografia: Ana Luzia
Compras

Mini by Luna

icon-location-pin Avenida da Liberdade/Príncipe Real

Araceli Piqué pegou na moda, feminina e de criança, na cosmética e na decoração e empacotou-as da forma mais cool que pode imaginar. A Mini by Luna é a loja onde tudo isto convive em harmonia e onde nada destoa.  Resultado? Vontade de trazer tudo, mesmo sem crianças no agregado. Aliás, não há sítio melhor para educar pequenos fashionistas. As marcas são escolhidas a dedo para que esta loja do Príncipe Real nunca perca a exclusividade.

Publicidade
Ecological Kids
Fotografia: Ana Luzia

Ecological Kids

Aqui, os pais amigos do ambiente vão babar-se como se fossem bebés. Prepare-se para perder uma hora só nas prateleiras das fraldas reutilizáveis. Tamanho S, M, L ou único? (há modelos desde os prematuros de 900 gramas até granjolas já com 6,5 kg.) De molas ou com elásticos ajustáveis? Com padrão ou lisas? Amorosos são também os fatos de banho e as roupas com protecção solar, os brinquedos sem químicos que se podem levar à boca e os bonecos térmicos que se aquecem no microondas e aliviam as cólicas.

Alameda dos Oceanos 4.43.01N, Loja 59, Parque das Nações.

Conjunto da Maria Design Kids
©Maria Design Kids

Maria Design Kids

Outra marca que promete desgraçar muita mãe de família. Como é que se resiste a um bebé com touquinhas de lã, casaquinhos, camisolinhas, macacõezinhos e pantufinhas? (pedimos desculpa mas não conseguimos deixar de usar diminutivos). A paleta de cores da colecção é toda ela suave e anda à volta do rosa-bebé, do azul, do branco e do verde-água.

Rua Tomás da Anunciação 95, Campo de Ourique.

Publicidade
Alpercatas da Kidshoes
©Kidshoes

Kidshoes

O seu filho estraga calçado com a mesma rapidez com que despacha um saco de gomas? Relaxe e arraste-o até à Kidshoes. Vai encontrar modelos para todas as patas e marcas para todos os gostos. Desde o sapato Naturino, recomendado pelos pediatras, à alpercata espanhola com tiras para atar à perna, do mocassin clássico aos ténis radicais para impressionar os colegas da escola, das Havaianas aos All Star, versão ténis ou bota. Sem esquecer a Vans, a Merrell, a Sanjo, a Chicco, a Billowy, a Roxy, a Pom Dápi e a Rap. Uma das marcas mais procuradas é a Falcotto, com a sua linha de primeiros passos, que se faz pagar por detalhes como um plantar formativo que ajuda o bebé a equilibrar-se e palmilhas antibacterianas e antichoque.

Avenida de Roma 43 B.

Maria Concha
Fotografia: Ana Luzia

Maria Concha

É preciso ser muito forte para conseguir sair desta loja sem um mísero saquinho na mão. As tentações estão em tudo o que é prateleira e charriot. Os padrões ajudam uma pessoa a entusiasmar-se: nada de cores mortiças, muitas bolas, riscas e quadrados. Também se pode mandar fazer peças por encomenda e escolher o modelo e os tecidos preferidos. Os pais que adoram ver os miúdos vestidos de igual (o calção do mano a condizer com a saia da mana) têm muito onde se desgraçar. Os fatos de banho são de cair para o lado e também aqui pode optar por um só padrão para a prole inteira: assim vai ser mais fácil identificá-los quando forem brincar para longe do chapéu de sol.

Atrium Saldanha, Loja 34, Piso 1.

Publicidade
Borboleta
©Borboleta

Borboleta

O atelier virou loja e a Borboleta voou uns metros, da Guerra Junqueiro até ao Bairro de São Miguel. Já as roupas e acessórios continuam a entusiasmar as mães mais babadas. Mas há uma novidade: aos macacões, fatos de banho, túnicas, calções, vestidos e tapa-fraldas desenhados por Mariana e Leonor Baptista juntaram-se outras marcas de amigas das duas sócias e cunhadas, como a Violeta Cor de Rosa, com as suas ilustrações e sacos de papel, a Caramello, com os seus sacos-camas em forma de tubarão, ou a Trendy Bazaar, com roupa para as mamãs. Aos fins-de-semana há horas do conto e sessões de música para entreter os miúdos enquanto os pais enfiam o nariz nos cabides.

Rua António Ferreira 5 A, Alvalade.

T-shirt Primark
©Primark

Primark

Admitimos: a camisola não vai durar até o miúdo ir para a faculdade e os ténis não vão sobreviver a cinco temporadas de jogos de futebol. Mas é o que é: roupa barata para eles estafarem. Se tiver tempo e paciência, no meio desta loja que tem dias (quase todos) em que mais parece uma feira encontra peças giras e outras que são verdadeiras pechinchas.

Centro Comercial Colombo, Loja A 206, Piso 2.

tintin
Fotografia: Manuel Manso
Compras

Tintin Shop

icon-location-pin Belém

Abriu em Belém um loja oficial dedicada ao universo do Tintin. Neste espaço, que se chama apenas Tintin Shop, à semelhança do que acontece nas restantes lojas oficiais, encontra-se de tudo – e aos mais variados preços. Desde peças de colecção a uma variedade de produtos a preços mais acessíveis, como postais, peluches, porta-chaves e canecas. As t-shirts custam 19,95€ (criança) e 24,50€ (adultos), enquanto os sacos se ficam pelos 3€ (pequeno) e 4,50€ (grande). Ainda nem falámos dos livros da colecção que existem em português e noutras tantas línguas.

Cavalinho tradicional na Quer
©DR

Quer

“Inspiração para viver”. Há lá slogan mais bonito para uma loja de brinquedos? Na Quer há cavalinhos de baloiço de todas as cores, daqueles à antiga e de madeira, pássaros para pendurar no tecto e asas para os mais novos levarem às costas. Há livros, bonecos de tecido, jogos didácticos, kits de trabalhos manuais e puzzles que servem não só para entreter as crianças mas também para “obrigar” os pais, e quem sabe os avós, a sentarem-se de pernas cruzadas no chão e a juntarem-se à brincadeira.

Rua da Escola Politécnica 82 A, Príncipe Real.

Publicidade
Casinha de bonecas
©DR

Cristina Siopa

Esqueça a cadeia de hipermercados: este é que é o verdadeiro mundo encantado dos brinquedos. Mal se abre a porta da loja de Cristina Siopa, somos transportados para um mundo de fantasia onde não faltam duendes e princesas, casinhas de bonecas e castelos de madeira, fantoches e fortes de piratas, triciclos em ferro e camas em dossel, trens de cozinha tamanho XS e tendas para a criançada se esconder. Só não há Gormitis nem Winxs. Mas também ninguém sente a falta.

Rua Tomás Ribeiro 54 B, Picoas

Boneca de pintar da Sig Toys
©DR

Sig Toys

É uma daquelas lojas onde vale a pena pedir ajuda a quem está atrás do balcão. É que os brinquedos expostos são muito mais giros do que se imagina olhando apenas para a caixa. É o caso de uma boneca de trapo desenxabida que, vai-se a ver, e os miúdos podem pintar da cabeça aos pés: depois de ir à máquina, está como nova. Ou das flautas para levar para o banho: enchem-se com água e o som que sai varia consoante têm mais ou menos líquido. Isto só para dar dois exemplos, porque todos os brinquedos da marca são altamente pedagógicos e obrigam as crianças a usar os neurónios. E têm preços muito acessíveis.

Rua Tomás da Anunciação 58 B, Campo de Ourique.

Publicidade
Combóio de madeira
©DR

Espaço Festa

Eles não vão sentir a pulsação cardíaca a aumentar como quando entram nos Toys”R”Us desta vida. Aqui não há prateleiras de brinquedos a transbordar nem corredores de jogos onde não cabe nem mais um alfinete. Ainda assim, vale a pena uma visita se aquilo que os pais têm em vista é um brinquedo de madeira ou um jogo didáctico para desenjoar um bocadinho do plástico e das consolas. No Espaço Festa também se encontram loiças pequeninas, cavaleiros em miniatura, casinhas de madeira e bonecas de todas as cores, literalmente. Uma bela forma de lutar contra o preconceito desde tenra idade. Porque é de pequenino...

Rua Tomás da Anunciação 1 A, Campo de Ourique

Luzes de presença em forma de nuvens
©DR

Nas Nuvens

O espaço no Atrium Saldanha já fazia as famílias alfacinhas levitarem, mas a segunda loja Nas Nuvens, junto ao Jardim da Estrela, promete manter miúdos e graúdos na estratosfera durante muito tempo. Os artigos e as marcas de excelência são as de sempre, mas a nova morada tem o encanto das lojas tradicionais de bairro. As prateleiras estão cheias com os coelhos da Maileg, as bonecas da Corolle, as caixas de música e os peluches da Moulin Roty, os kits da Edicare, os puzzles da Hape, as casas de bonecas da Le Toy Van, os castelos de cartão da Villa Carton (para os miúdos pintarem e se esconderem lá dentro) e os livros da Orfeu Mini e do Planeta Tangerina, entre muitas outras coisas de ficar com a cabeça nas nuvens.

Rua de São Bernardo 122, Estrela.

Publicidade
Brinquedo de madeira em forma de máquina fotográfica
©DR

Ursinho a Galope

Já vomita os brinquedos massificados dos hipermercados e está preocupado com as ilhas de plástico no Pacífico? Então faça uma visita ao Ursinho a Galope, uma loja de brinquedos tradicional para lá de querida e onde se vai perder de amores pelas caixas de música, os teatros de sombras, os peluches, os fantoches, as lanternas de projecção, os jogos de dados, os xilofones, os fogões, as fisgas e os castelos em madeira.

Rua Correia Teles 19 A/B, Campo de Ourique.

Brinquedo a imitar pizza
©DR

Babycool

Precisa de um ovo para transportar a criança? A Baby Cool tem. Precisa de uma cadeira da papa? A Baby Cool tem. Precisa de um tapete para o quarto dos miúdos? A Baby Cool também tem. Precisa de um disfarce para o Carnaval? Já adivinhou quem tem? Podíamos continuar, mas já deve ter percebido a ideia: esta loja é daquelas que tem tudo e um par de botas em matéria de brinquedos e puericultura. E se não tiver no momento, arranja.

Rua Tomás da Anunciação 33 B, Campo de Ourique.

Publicidade
Brinquedo Capitão América
©DR

Capitão Lisboa

Lancheiras do Darth Vader, mealheiros do Batman, garrafas de água em forma de Lego, Pinóquios de papel para as crianças montarem, réguas de madeira com o corpo de um crocodilo, cabeças de rena fofinhas para pendurar na parede do quarto e dinossauros insufláveis. Tudo isto se pode comprar na Capitão Lisboa, umas das lojas mais originais e divertidas da cidade. Quanto aos pais, escusam de ficar invejosos porque também vão encontrar neste espaço na Baixa brinquedos à sua medida, capazes de deixá-los com um sorriso de criança na cara.

Rua dos Fanqueiros 77.

duckstore
Fotografia: MG
Compras, Presentes e lembranças

Lisbon Duck Store

icon-location-pin Santa Maria Maior

Por que é que quem passa à porta da nova loja de souvenirs da Rua da Madalena não resiste a entrar? Talvez porque não seja um souvenir qualquer. Talvez porque o que lá encontramos é um dos brinquedos mais famosos do mundo e também um dos que são permitidos a gente de todas as idades. A nova loja da Baixa faz-lhe o gosto ao dedo e dá-lhe uma boa desculpa para desatar a comprar patos de borracha. Muitos, dezenas, se quiser com muita vontade. É que são todos diferentes. Encarnam personagens de banda desenhada, vilões, profissões, ícones culturais e até outros animais. Ao todo, são 180. E estes patos flutuam mesmo. Os outros dois tamanhos é que se ficam pelas finalidades decorativas: os pequenos são porta-chaves; os maiores, edições limitadas. Uns têm figuras de Keith Haring, outros são imitações de Darth Vader equipadas com luzes LED.

Compras

WareHouse by Maria do Mar

icon-location-pin Grande Lisboa

Crescer não para muito longe de onde já se era feliz. Foi assim que Mónica Albuquerque, dona da Maria do Mar Shop, nos descreveu a necessidade de alargar o leque de opções aos seus clientes. Agora, Mónica dá a cara e o corpo ao manifesto nesta que é a segunda casa da marca em Alvalade, a WareHouse by Maria do Mar. Um armazém de 400 m2 que alberga desde mobília (camas, berços, tendas ou cómodas) a têxteis, sem esquecer os carrinhos de passeio, bicicletas, os brinquedos de madeira e até fraldas orgânicas – uma concept store dedicada às famílias. 

Milkstudio Portugal
©Milkstudio Portugal

Milkstudio Portugal

O miúdo cresceu e já não acha piada ao papel de parede com estrelinhas? A miúda já tem opinião sobre tudo e está prestes a pegar fogo aos cortinados às risquinhas? Então está na hora de repensar a decoração do quarto deles. Se está farto das divisões sempre iguais dos Ikeas e afins e até tem alguma folga no orçamento, peça ajuda à Milk Studio, a marca da designer de padrões brasileira Priscila Sabóia. Baleias e ursos em tamanho XXL, casinhas, dinossauros, carros, bonecas, soldadinhos de chumbo, elefantes em balões voadores e mapas-mundo para viajar sem sair do mesmo lugar, há muito por onde escolher (na verdade, apetece escolher tudo), num catálogo com quase 50 padrões para aplicar em vinil interior ou papel de parede.

Facebook Milkstudio Portugal

Publicidade
Saco de papel da Violeta Cor de Rosa
©Violeta Cor de Rosa

Violeta Cor de Rosa

Os armários dos miúdos estão tão atafulhados de brinquedos que já não fecham? Relaxe. É só atirar com os carrinhos e as bonecas para dentro de um Chalkboard Paper Bag e assunto (e quarto) arrumado. De caminho pode também atirar para o carrinho de compras virtual da loja Violeta Cor de Rosa um par de sticks com película de ardósia para escrever com giz, os abecedários personalizados com o nome da criança e duas ou três ilustrações para esconder os riscos feitos com caneta de feltro nas paredes do quarto.

www.violetacorderosa.com

Cabide da H&M Home
©H&M Home

H&M Home

Se o quarto dos miúdos grita por uma intervenção, mas o orçamento não estica, vale a pena espreitar a linha de casa desta famosa multinacional sueca. As peças têm pinta e design e os preços são em conta. As caixas de arrumação, os cabides, os suportes para livros em metal, as molduras, as cabeças de animais para pendurar na parede, os tapetes e os edredons são alguns dos artigos a ter debaixo de olho na secção dedicada aos mais novos.

Rua do Carmo 42, Chiado.

Publicidade
wish concept store
©DR
Compras

Wish Concept Store

icon-location-pin Alcântara

De que é feita a Wish? De pequenas coisas bonitas. O ambiente de mundo encantado acaba com a birra mais feia, com almofadas em forma de nuvem, blocos com mensagens especiais na capa, serviços de chá com missangas e franjinhas e candeeiros que mais parecem de origami. Um espaço obrigatório para dar um toque especial ao quarto dos seus filhos, bem como para animar o resto da casa, e um óptimo pretexto para voltar à ilha criativa LX Factory.

Oficina Rústica
©DR

Oficina Rústica

Não é uma oficina e não tem nada de rústica. É um armazém tamanho XXL com fábrica onde vai encontrar aquele armário que tem na cabeça mas não viu em loja nenhuma de Lisboa. Vale a pena enfrentar o trânsito do IC19 e tirar a tarde para explorar como deve ser este showroom onde não faltam beliches, estantes em formato de casinha, puxadores de portas pintados à mão e abat-jours. Os preços não são os do Ikea mas os orçamentos são adaptáveis à carteira de cada cliente.

Terrugem Park, Loja 24, Sintra.

Publicidade
Cabide Line and Linen
©Line and Linen

Line and Linen

A junção do princípio mais simples da arquitectura com um tecido artesanal e nobre da cultura portuguesa deram o nome a esta marca de design criada por uma arquitecta e uma engenheira têxtil e que mistura o charme retro com a irreverência da contemporaneidade. A loja online da Line anda Linen vende artigos para todas as idades mas saltam à vista os projectos de decoração para os quartos dos miúdos e os apontamentos como os cabides com o nome dos petizes e as almofadas em forma de cogumelo ou de baleia, que fazem toda a diferença quando não há budget para mudar tudo.

www.lineandlinen.com

Sofás da Ma Puá
©Ma Puá

Ma Puá

Eles nunca mais vão querer sentar o rabo noutro sítio. Seja para ler um livro, ver os desenhos animados ou comer uma taça de cereais. Os sofás da Ma Puá são lindos de morrer e do tamanho certo para as minicriaturas ficarem confortáveis. Não são baratos – andam à volta dos 100€ – mas o investimento compensa se é para tê-los sossegados mais do que dois minutos. Difícil vai ser escolher apenas um padrão do catálogo. Na dúvida compre o par.

www.mapua.pt

Publicidade
Compras

Maria do Mar Shop

icon-location-pin Alvalade

Já era uma perdição clicar no site da Maria do Mar, com artigos de decoração para festas infantis e para os quartos dos miúdos, até que no ano passado a loja ganhou morada própria, perto da Avenida da Igreja, em Alvalade. O espaço da Maria do Mar é fotogénico, colorido e cheio de boas energias, exactamente como o quarto de qualquer criança devia ser, e até conta agora com a Bica Kids para tratar dos têxteis. Mochilas, papéis de parede, almofadas, tapetes, baloiços e brinquedos de marcas como a ban.do, a Hape, a Ohh Deer, a Herschel, a B.A.G.O. ou a Moluk, pode encontrar de tudo por lá. 

Compras

Arboretto Kids

icon-location-pin Grande Lisboa

Papel de parede a dar com o mosquiteiro, almofada da mesma cor do abat-jour, colcha a fazer pendant com as cortinas e prateleiras da mesma família da cama e da cómoda. Na Arboretto Kids é possível fazer de raiz um projecto de decoração de um quarto infantil, sem deixar nenhum milímetro ao acaso. Se o quarto do seu filho já está compostinho e só quer acrescentar uma graça, esta loja de decoração de estilo clássico, rústico e confortável também tem acessórios de perder a cabeça.

Baobá Livraria
©DR
Compras, Livrarias

Baobá Livraria

icon-location-pin Campo de Ourique

Livros ilustrados, chancelas nacionais a internacionais, enfim, criações que vão ficar a matar nas estantes lá de casa mas sobretudo nas mãos dos mais pequenos. Aos sábados, a Baobá não deixa os seus créditos por mãos alheias: há oficinas, exposições e sessões de histórias para sintonizar toda a família rem redor das histórias.

It's a Book
©DR
Compras, Livrarias

It's a Book

icon-location-pin Lisboa

Chamar-lhe livraria é pouco. O lado oficinal não fica de fora desta It's a Book, projecto nascido em 2016 no bairro dos Anjos. O mundo infantil é explorado ao nível da literatura, das edições de autor e das artes plásticas, através de uma programação repleta de actividades para os mais novos. Quanto ao títulos, as editoras nacionais convivem com as forasteiras e o lado didáctico e artístico prevalece.   

Publicidade
Coisas para fazer

Planeta Tangerina

icon-location-pin Cascais

Os livros bonitinhos da Planeta Tangerina são de ler e chorar por mais, um daqueles casos clássicos em que vai querer manuseá-los e deixar-se invadir pela nostalgia quando os miúdos não estiverem a ver. A editora funciona em Carcavelos mas nada como visitar a loja online e ficar a par de todas as novidades no site da casa.

Miúdos

Cabeçudos

icon-location-pin Lumiar

Das Cabeças com Ideias nascem soluções que ajudam a promover a leitura entre o público mais jovem. Foi em 2010 que surgiu a Cabeçudos, uma livraria direccionada exclusivamente para a infância, que entretanto desenvolve projectos artísticos e programas de literacia emergente. 

Publicidade
aldeia crescer em familia
Fotografia: Francisco Santos
Restaurantes

Aldeia Crescer em Família

icon-location-pin São Vicente 

Não é só uma livraria. É um espaço que abriu na Graça com o objectivo de unir famílias. Os livros, dedicados à literatura infantil e à puericultura, gritam para irem parar lá a casa. É o ideal para ir com os putos: pode lanchar enquanto eles decidem qual é o livro que querem levar.

 

Babetes da Lavandiska
©Lavandiska

Lavandiska

Quando era pequena o pai de Filipa Meira chamava-a de lavandisca por andar sempre a saltitar, tal como o pássaro de bico alongado e cauda agitada. O petit nom de criança transformou-se numa marca com a mesma delicadeza, os tons e os padrões da ave. As alcofas em algodão, as almofadas em linho, as mantas de lã, os tapetes, as bandeirolas, as fraldas de pano para aconchegá-los e os babetes, é tudo de perder a cabeça e o amor ao dinheiro.

www.lavandiska.com

Moleke
©DR

Moleke

Tudo começou com os primeiros passos dos bebés. Depois, os pés dos miúdos mais crescidos também pediram mocassins em pele ultraconfortáveis, e os Moleke ganharam sola de borracha. Daí até às mães quererem uns iguais foi um saltinho e hoje a marca portuguesa de Carla Mendes e Margarida Roseiro tem modelos e cores para todas as idades. A grande novidade da temporada são os Dorothy – um género de sabrinas com laço desenhados por portuguesas, produzidos por artesãos portugueses, com materiais – já adivinhou, claro – portugueses.

www.moleke.pt

Publicidade
Piu Piu Chick
©Piu Piu Chick

Piu Piu Chick

Selva, gelo, sol e melancia: qualquer um dos temas de colecção desta loja online do Porto é de se comer. A bicharada (dinossauros, bambis e raposas) domina a secção de bijuteria e estende-se às ilustrações, mas não deita as garras de fora às letras em néon, aos bonecos em tecido, aos sacos para arrumar brinquedos e aos mealheiros vintage. Os miúdos mais low profile também têm muito por onde escolher, desde as malhas lisas aos padrões mais consensuais de riscas e estrelas.

www.piupiuchick.com

Conjunto da Yay
©DR

Yay

Se as suas crianças são do género betinho, não vão achar graça nenhuma a esta marca online de acessórios de moda para rapazes dos 0 aos 12 anos. Golas, lenços, pulseiras, suspensórios, cachecóis, laçarotes, gorros, sapatos, chapéus, correntes para calças, t-shirts: o armário da YAY é composto por peças para pequenos fashionistas, que é como quem diz marinheiros urbanos, militares, festivaleiros ou doidos por ganga.

http://yaystore.pt

Publicidade
Cherry papaya kids
©DR

Kide

Ter as melhores marcas de roupa de bebé e criança numa só plataforma online é o sonho de muita mãe e pai. Não ter de levantar o rabo da cadeira, nem fazer piscinas no corredor do centro comercial nem abrir 20 janelas no computador? Parece bom demais para ser verdade – mas existe e é português. No site Kide, convivem algumas das nossas etiquetas preferidas para miúdos: navegue entre a Grace Baby and Child, a Piu Piu Chick, a Pera Doce, a Cherry Papaya, a Sissone, a Wedoble e muitas outras.

www.kidefashion.com

Uma das marcas presentes no Mercadito da Carlota (B.A.G.O)
©DR

B.A.G.O

Quando for grande, Joana Coelho quer ser pequena outra vez, para poder andar de baloiço. A criadora e criativa da B.A.G.O. (Become a Good Original) inspira-se nos filhos, nos alunos e nos amigos empreendedores que trouxeram para Lisboa, a cidade onde nasceu e cresceu, novas formas de ver a decoração, a roupa e as brincadeiras das crianças. A sua marca de baloiços de pendurar no tecto, com padrões pintados à mão (e bandeirolas com frases bem -humoradas, como “Dear Santa, I can explain...” ou “Leave the kids alone”) tem apenas um ano de vida, mas já anda a inovar: a nova colecção conta com um baloiço que faz as vezes de um berço. Embalados assim, de certeza que os bebés vão dormir a noite inteira.

www.bagokids.com

Publicidade
Ovelha Negra
©Ovelha Negra

Ovelha Negra

Ninguém gosta de ser a ovelha negra. O deslocado. O tresmalhado do grupo. Só que, aqui, ser a ovelha fora do rebanho é bom. É ter uma almofada que se distingue das outras, um rectângulo original e cheio de pinta repousado na cama dos miúdos, a disfarçar as nódoas do leite com chocolate que eles entornaram durante a brincadeira. O projecto é de Joana Duarte Fernandes que, coincidência ou destino, no prédio para onde foi morar em Madrid encontrou a costureira que a ajudou a cozer a ideia. Com padrões, franjas, pompons ou lisas, o que estas almofadas nunca são é negras, como as ovelhas.

Facebook Ovelha Negra 

Sal & Pimenta Kids
©DR

Sal & Pimenta Kids

É difícil controlar exclamações em catadupa do tipo “Ohhhh, que amooor” ou “Olha tão fofinhooo” quando se navega no site desta marca. Os calções em balão com peitilho, os fofos, as túnicas, os cueiros, as jardineiras, os fatos de banho para o menino e para a menina, as toucas e até os pijamas, é tudo – mas mesmo tudo – de perder a cabeça. Controlar a carteira também vai ser um 31. Prepare-se.

www.salepimentakids.com

Publicidade
Castelo nas Nuvens
©Castelo nas Nuvens

Castelos nas Nuvens

Fazer roupa que conte histórias e que fuja das gavetas para ir brincar é o objectivo de Paula e Ana Ínsua, as duas irmãs que desceram a bainha ao sonho e criaram a marca Castelos nas Nuvens. A ideia é fazer peças clássicas com um toque de desarrumação. Vestidos, calções, ponchos, jardineiras, macacos, fofos, túnicas, há muita matéria para fazer castelos no ar ou… ficar com a cabeça nas nuvens.

Facebook Castelos nas Nuvens

Lisboa dos pequenitos

Actividades para crianças no Museu Berado
©Museu Berardo
Miúdos

Museus para crianças em Lisboa? São mais que as mães e bem divertidos

É uma grande injustiça dizer que a palavra museu cheira a mofo. Mas se começou por arrastar os miúdos para uma exposição interminável que só interessou aos pais... é bem possível que o programa enfrente alguma resistência. Não desanime. Fomos à procura dos melhores museus para crianças em Lisboa. Para ir ao passado e ao futuro, sem sair do presente. Se preferir também lhes pode dar a conhecer os cinco museus mais estranhos de Lisboa.

Village Underground
Fotografia: Manuel Manso
Miúdos

Os melhores restaurantes para crianças em Lisboa

Não se preocupe se o restaurante tem ou não menu infantil, embora a maioria tenha – mas isso é só um pormenor e os miúdos nem sequer vão aguentar muito tempo sentados. Se quer comer fora, sem confusões, faça como nós; procure outros pontos de interesse e tenha em conta a facilidade de manter as pestinhas debaixo de olho. Seja ali ao lado ou mesmo na mesa.

Publicidade