A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
aeroporto de lisboa
Fotografia: ANA

Aeroporto de Lisboa pede ajuda aos clientes para avaliar normas de segurança

Há uma nova solução tecnológica a ser utilizada no Aeroporto Humberto Delgado, com 146 QR Codes em 43 localizações diferentes. O objectivo é ajudar a ANA a tomar decisões de acordo com informação facultada, em tempo real, pelos passageiros.

Por Raquel Dias da Silva
Publicidade

A nova plataforma digital Go Fight Covid-19 permite avaliar normas de segurança em espaços com atendimento ao público, através da recolha de feedback em tempo real. Para gerir a operação e tomar decisões de acordo com a informação dos passageiros, a ANA dispõe ainda de dashboards para análise e monitorização.

Ao todo, são 146 QR Codes, em 43 localizações diferentes, para recolher o feedback dos clientes em tempo real, através da resposta a questões relacionadas com os processos sanitários e de segurança implementados no aeroporto. A área de check-in, a área de controlo de segurança, a área de controlo do passaporte, o food court, as portas de embarque e a área de chegadas são alguns dos locais onde encontrará um dos QR Codes.

Além de facilitar a avaliação do desempenho das normas de segurança impostas pela Direcção-Geral de Saúde, a solução tecnológica da Out Of Limits, que demora entre dois a cinco dias a ser implementada, permite ainda contabilizar o número de pessoas presentes e medir a temperatura.

A Go Fight Covid-19 junta-se assim ao Go Clean, já implementado no aeroporto – ambos os produtos são da família Go Rate, uma plataforma digital analítica de recolha e processamento de dados em tempo real, providenciados pelos clientes.

+ Este mapa mostra-nos por onde podemos viajar

Últimas notícias

    Publicidade