A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
vista ponte 25 abril
©Arlindo Camacho

Almada celebra 25 de Abril com videomapping e concertos online

Por
Francisca Dias Real
Publicidade

Mesmo em casa, as autarquias não deixam de celebrar o Dia da Liberdade. Em Almada, a festa faz-se com o projecções de videomapping, poesia, concertos online e ainda com a Grândola Vila Morena à janela. 

As celebrações começam com o Festival à Janela que, entre as 21.00 e as 23.00 dos dias 24 e 25, traz música e artistas portugueses aos habitantes da cidade, com excertos de concertos projectados nos edifícios das principais artérias de Almada – um projecto da empresa OCUBO, responsável por espectáculos de videomapping. 

A partir das 23.00 de dia 24 de Abril, esteja atento que vão soar pelas ruas de Almada as Senhas da Revolução. Já no feriado, às 15.00, acontece a iniciativa Cantamos Juntos e o ponto de encontro será à janela de cada casa para que se cante Grândola Vila Morena.  

E não se faz a festa sem música. Entre 25 de Abril e 1 de Maio, sempre às 21.30 e durante 45 minutos, há concertos transmitidos ao vivo – os acessos para cada transmissão serão disponibilizados a cada dia, previamente, na página de Facebook da Câmara Municipal de Almada.

No dia 25, o espectáculo As Portas que Abril Abriu está nas mãos de Rui Andrade e Paulo Cavaco, e no dia seguinte serão Marisa Liz e Tiago Dias a darem música. A 27, acontece o Lugar ao Fado com Amélia Muge, Paulo Bragança, André M. Santos, Hugo Edgar e Rodrigo Serrão. 

No dia seguinte, Jorge Camacho e Paulo Gaspar compõem o duo de clarinetes, e a 29 de Abril será a vez de Jéssica Ângelo e da sua banda. Magano é um espectáculo de Nuno Ramos, Francisco Brito e Sofia Ramos apresentado no dia 30 e, para rematar, Carlão faz-se acompanhar de um DJ e fecha os concertos no dia 1 de Maio.

Numa parceria entre a Companhia de Teatro de Almada e a autarquia, estão previstas sessões de poesia, lida por quem a faz, ainda com dias e horários a serem anunciados. Além de toda a programação, a autarquia desafia os almadenses (e não só) a usarem a criatividade e a decorarem as suas varandas e casas com cravos artesanais – só precisa de folhas de guardanapo, atilhos, tesoura e caneta de feltro vermelha. O tutorial está todo aqui

Outro dos desafios lançados à população requer cantorias, por isso se tem uma versão de uma música de intervenção pode enviá-la (palcoemalmada@gmail.com) até 30 de Abril, que a autarquia vai dar voz a essas participações. 

+ Leia aqui a edição desta semana da Time in Portugal

+ Abril no Bairro: músicos portugueses celebram a liberdade a partir de casa

Últimas notícias

    Publicidade