A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Lisboa Menina e Moça - Alvalade
Junta de Freguesia de Alvalade

Alvalade homenageia Carlos do Carmo com novo mural de arte urbana

A obra entra para o roteiro de arte urbana que tem vindo a ser construído no bairro pela Junta de Freguesia de Alvalade.

Por
Francisca Dias Real
Publicidade

Os murais de arte urbana não entram em confinamento e são, aliás, um dos motivos pelos quais devemos andar de cabeça no ar durante este ou aquele passeio higiénico. O bairro de Alvalade ganhou um novo mural assinado por Mário Belém, uma homenagem a Carlos do Carmo e à sua Lisboa Menina e Moça. 

A fachada da biblioteca Manoel Chaves Caminha, na Avenida Rio de Janeiro, está mais colorida e florida, graças à mais recente encomenda da Junta de Freguesia de Alvalade que decidiu dedicar ao fadista Carlos do Carmo, que morreu a 1 de Janeiro, uma obra de arte urbana. 

O mural é da autoria do artista Mário Belém, que não quis cair no chavão óbvio da varina e substituiu a figura por uma menina e moça sentada numa pilha de livros – fado esse que desde a morte de Carlos do Carmo passou a ser a canção de Lisboa. A imagem é complementada com outros elementos alusivos à cidade como um vinil de Carlos do Carmo, um manjerico, o Santo António, monumentos, eléctricos e até um corvo. 

A obra demorou seis dias a ser finalizada e entra para o roteiro de arte urbana da Junta de Freguesia de Alvalade como a 17.ª obra do bairro. Essa rota pode ser consultada aqui.

+ Siga este roteiro de arte urbana em Lisboa

+ Leia a edição desta semana dedicada ao Dia da Mulher

Últimas notícias

    Publicidade