A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Zona ribeirinha do Tejo
DRZona ribeirinha do Tejo

Alverca vai ter uma reserva natural de salinas

Câmara Municipal de Vila Franca de Xira comprou terreno de antigas salinas e pretende classificar uma parte como área protegida.

Escrito por
Rute Barbedo
Publicidade

Cerca de 40 hectares na frente ribeirinha de Alverca do Ribatejo, entre as linhas de comboio e o rio Tejo, pertencem agora à Câmara de Vila Franca de Xira, que tem o objectivo de ali criar a Reserva Natural das Salinas de Alverca. A ideia é, na realidade, de 2014, e partiu da vereação do Bloco de Esquerda, que propôs proteger este local, considerado uma das mais relevantes zonas de nidificação selvagem e de refúgio alimentar da região de Lisboa.

Segundo o jornal Público, o processo arrastou-se quase dez anos, porque a antiga proprietária do terreno, uma empresa do grupo Espírito Santo/Novo Banco, “contestou em tribunal a decisão da câmara de rejeitar um projecto de loteamento para construir armazéns naquela área”. Posteriormente, a Câmara e a empresa terão conseguido chegar a acordo, mas o negócio terá sido adiado por dificuldades, da parte da empresa, em reunir os registos prediais necessários à escritura.

A aquisição, escriturada a 21 de Dezembro, envolveu um investimento de quase 175 milhões de euros e inclui as instalações da ETAR (Estação de Tratamento de Águas Residuais), actualmente em actividade. Na perspectiva da autarquia, este é um passo que “irá contribuir para o equilíbrio harmonioso entre as atividades socialmente imprescindíveis dotadas de elevado interesse público, como é o caso da desenvolvida na ETAR, e a natureza, numa perspetiva de protecção da fauna e da flora, bem como de garantia da valorização do ambiente e da sustentabilidade ambiental”.

+ A SMUP não sabe estar quieta

+ Aida Tavares é a nova directora artística para as artes performativas do CCB

Últimas notícias

    Publicidade