A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Televisão, Série, A Secret Love
©DRA Secret Love

Amor e porno em tempos de Covid-19

Por Clara Silva
Publicidade

A Secret Love, a história de duas mulheres juntas ao longo de sete décadas, chega agora à Netflix para nos aquecer o coração. Um comovente documentário produzido por Ryan Murphy, rei da TV queer, que também nos traz o novo Circus of Books, sobre a icónica loja porno de LA.

Desde os anos 40 que Terry Donahue e Pat Henschel escondem a relação que têm. Para alguns são “primas”, para outros são boas amigas que vivem juntas porque “a América é cara”, dizem no novo documentário A Secret Love, que acaba de chegar à Netflix.

Terry, uma estrela do baseball feminino no Canadá, conheceu Pat, o amor da sua vida, quando tinha 22 anos, em 1947 – na altura, Pat tinha 18. Desde então, nunca se separaram e decidiram ir viver juntas para os Estados Unidos, numa época de homofobia e raids a bares lésbicos (nunca frequentaram nenhum por medo de serem deportadas, confessam).

A história de amor e a saída recente do armário para a família é o centro do documentário realizado por Chris Bolan, sobrinho-neto de Terry, que acompanha o casal numa altura dramática. O estado de saúde da tia, com Parkinson, está a agravar-se e as duas mulheres, com quase 90 anos, planeiam vender a casa e ir viver para um lar.

Televisão, Série, A Secret Love
A Secret Love©DR

O filme faz parte de uma série de projectos queer a estrear na Netflix, da autoria do mesmo produtor e argumentista, Ryan Murphy – “o novo rei da televisão”, chamava-lhe a revista Time em Setembro de 2019 num artigo de capa.

Murphy, responsável por êxitos de TV como Glee, Nip/Tuck, American Horror Story ou a mais recente e premiada série Pose, sobre o mundo do voguing, tem vários projectos na calha. Um deles é um documentário dividido em dez episódios sobre Andy Warhol, ainda por estrear. O outro, Circus of Books, sobre a icónica loja de pornografia gay em Los Angeles, também está entre as novidades do canal de streaming Netflix.

Realizado por Rachel Mason, filha dos donos, e com Ryan Murphy como produtor executivo, o documentário conta a história da loja para adultos em West Hollywood (com uma segunda loja em Silver Lake), que começou por distribuir pornografia de Larry Flynt nos anos 70 e que encerrou portas o ano passado.

Karen e Barry Mason, membros de uma sinagoga conservadora e heterossexuais, acabaram por tornar-se ao fim de poucos anos os grandes distribuidores de pornografia gay na América e deixar os seus empregos anteriores – ela era jornalista e ele engenheiro de efeitos especiais. A loja tornou-se um ponto emblemático para a comunidade gay no país e as imediações ficaram conhecidas como um dos principais locais de cruising de Los Angeles: a Vaseline Alley.

Televisão, Séria, TV, Circus of Books
Circus of Books©DR

A revista IndieWire considera o filme Circus of Books “o melhor documentário LGBT do ano” – e é capaz de ter razão. Além de abordar temáticas como a censura, o HIV nos anos 80, os movimentos pelos direitos gay, a opressão social e os problemas legais da indústria pornográfica, traça um retrato íntimo e irresistível da família Mason – até à saída do armário do irmão mais novo.

+ Os melhores filmes gay

Últimas notícias

    Publicidade