A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar

Amor no Vale (do Silêncio) ao som da Orquestra Gulbenkian

Por Sebastião Almeida
Publicidade

A 14 de Setembro, o Parque do Vale do Silêncio rompe com a sua quietude para ouvir a Orquestra Gulbenkian, numa noite de repertório clássico.

Agosto tornou-se sinónimo de Lisboa na Rua. O programa da EGEAC e da Câmara de Lisboa traz para as ruas da capital, de 27 de Agosto a 29 de Setembro, iniciativas culturais que animam os jardins, praças e parques da cidade. A 14 de Setembro é a vez do Parque do Vale do Silêncio, nos Olivais, receber "Amor no Vale" e a Orquestra da Gulbenkian, para uma noite ao ar livre passada ao som de um repertório clássico. O concerto é de entrada gratuita e começa às 21.30.

O maestro Nuno Coelho dirigirá um conjunto de árias (peças de música) operáticas conhecidas do público, numa viagem que “desemboca sempre na vertigem do amor”, descreve a organização. “Carmen” de Georges Bizet ou “Don Carlo” de Verdi representam “as diferentes situações em que as vidas das personagens são transformadas pela acção amorosa”. Afinal de contas, “o amor tanto se manifesta como sentimento extasiante e romântico, em picos de felicidade, como se pode revelar trágico e cruel”.

Nuno Coelho foi vencedor do Concurso Internacional de Direcção de Orquestra de Cadaqués, em 2017. E é maestro convidado da Orquestra Gulbenkian e assistente de Gustavo Dudamel na Filarmónica de Los Angeles. Em 2020 vai estrear-se à frente de orquestras como a Royal Liverpool Philharmonic ou a National de Lille e a Hamburger Symphoniker.

A Orquestra Gulbenkian, fundada em 1962, conta com mais de 55 anos de actividade. Começou por ser constituída por 12 músicos, mas, ao longo dos anos, foi alargando a sua composição, tendo hoje cerca de 60 instrumentistas.

Rua Cidade de Negage, 193. 21.30. Entrada livre

+ Lisboa na Rua está de volta 

Últimas notícias

    Publicidade