A Time Out na sua caixa de entrada

ana bacalhau
©DRAna Bacalhau

Ana Bacalhau e Boss AC fazem a passagem de ano em Almada

Por Raquel Dias da Silva
Publicidade

A festa em Almada volta a fazer-se com música em português e fogo de artifício, este ano com mais de 25 mil disparos. Escusado será dizer que a entrada é livre.

A noite, junto à Fragata D. Fernando II e Glória em Cacilhas, começa às 22.30 com uma actuação de Ana Bacalhau, que sobe a palco em Nome Próprio, disco editado em Outubro de 2017, que assinala a estreia a solo da artista. Mas há mais para ouvir e ver numa noite tão esperada.

No momento das 12 badaladas, o céu e o rio Tejo vão ser iluminados, tal como é tradição, por mais de 25 mil disparos de fogo-de-artifício, a partir de quatro pontos de lançamento, durante dez minutos e com banda sonora original, criada exclusivamente para este espectáculo piromusical.

Já em 2020, a animação é garantida por Boss AC, um dos nomes de destaque do hip-hop em Portugal, que se apresenta em Almada com uma nova tour, num espectáculo reformulado, onde será possível ouvir temas do disco Patrão, lançado em Maio de 2018, e recordar outros grandes sucessos. É para aquecer a pista de dança madrugada fora.

Cacilhas, junto à Fragata D. Fernando II e Glória (Almada). Ter a partir das 22.30. Entrada livre.

+ Adeus 2019: festas de passagem de ano em Lisboa

Últimas notícias

    Publicidade