A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
adoptar cães
Fotografia: Anoir Chafik

Animalife lança Vet na Rua para apoiar os mais desfavorecidos

O objectivo é apoiar animais de companhia, de famílias em situação de vulnerabilidade económica, através de procedimentos veterinários gratuitos.

Por
Raquel Dias da Silva
Publicidade

Assegurar acções de medicina preventiva junto de famílias carenciadas e pessoas em situação de sem-abrigo. É esta a principal missão do Vet na Rua, o mais recente projecto da Animalife, que quer não só sensibilizar para a importância dos cuidados a ter com animais de companhia como prevenir questões de saúde pública. Vacinação, desparasitação e identificação electrónica são alguns dos procedimentos veterinários incluídos neste novo serviço gratuito.

Criado na sequência de um contrato-programa estabelecido com a Câmara Municipal de Lisboa em 2020, o projecto conta com uma equipa multidisciplinar, constituída por uma assistente social e um veterinário, que providenciam serviços médico-veterinários a famílias carenciadas, devidamente sinalizadas pela autarquia e Juntas de Freguesia. Nesta primeira fase de lançamento, a iniciativa está disponível apenas em Lisboa, mas espera-se que, a longo prazo, seja possível replicá-la noutras cidades.

Se precisa de ajuda e tem animais de companhia, pode candidatar-se ao Programa de Apoio a Famílias, através do preenchimento deste formulário ou por telefone (707 309 233), nos dias úteis, entre as 11.00 e as 19.00. Por outro lado, se quiser ajudar a Animalife, também o poderá fazer, através de voluntariado, doações, donativos ou compras na loja solidária online. As informações estão todas disponíveis no site da associação.

A Animalife é uma associação de sensibilização e apoio social e ambiental, de âmbito nacional, sem fins lucrativos, cujo objectivo é diminuir o grave problema do abandono animal, actuando a montante sobre uma das principais causas de abandono em Portugal: a vulnerabilidade económica e social das famílias. Ao longo dos anos, tem investido em três linhas de ação: apoio a associações e grupos de protecção animal; apoio a famílias em situação de carência económica; e acompanhamento de pessoas em situação de sem-abrigo com animais a cargo.

+ Como ajudar animais em tempo de pandemia

+ Time Out Lisboa volta às edições em papel com revista premium

Últimas notícias

    Publicidade