Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Aos domingos, o Ritz tem um brunch que é uma mariscada
Notícias / Comida

Aos domingos, o Ritz tem um brunch que é uma mariscada

Seafood sunday no Ritz
©DEBORA INES ROCHA

O brunch-buffet do Ritz, em Lisboa, faz jus às cinco estrelas do hotel. Só há aos fins-de-semana, é servido no restaurante Varanda, e é um banquete de luxo com tudo o que possa imaginar e ainda mais alguma coisa. Agora, aos domingos, há outra alternativa ainda mais luxuosa no Ritz Bar: um brunch só de marisco.

O Verão chama por mariscadas, do camarão e percebes à lagosta e lavagante. No hotel Ritz, que se tem vindo a reinventar e modernizar, mantendo toda a classe e tradição cinco estrelas pelas quais é procurado, esse chamamento resultou num Seafood Sunday, um novo conceito gastronómico servido no Ritz Bar todos os domingos. 

O nosso chef executivo Pascal Meynard tem vindo a construir a sua reputação em torno da sua criatividade e técnica na cozinha do Ritz, e nos últimos anos redefiniu também a oferta de domingo na cidade com o já famoso brunch”, explica Joachim Jacob, director de comidas e bebidas do hotel. “Seafood Sunday é uma experiência nova para os lisboetas, uma experiência informal, mas ainda assim requintada. Repleta de ingredientes locais, capturados ao longo da costa Atlântica, onde as águas frias são o habitat ideal para todo o tipo de espécies marinhas – em particular, a lagosta de água fria.”

 

Uma das torres de marisco, composta pelo chef Pascal Meynard
©Débora Inês Rocha

 

A primeira decisão que tem de tomar, assim que chegar ao Ritz Bar, no piso térreo do hotel, é se prefere comer no interior ou no terraço – em dias de muito calor, é aconselhado o espaço interior, que apesar de mais escuro, conserva a frescura do marisco. Depois pode percorrer o menu e fazer uma escolha à la carte ou optar por um dos platters de marisco, que é como quem diz uma torre gigantesca de opções frescas, para uma ou duas pessoas (110€ ou 200€, respectivamente).

O marisco é maioritariamente nacional – das zonas de Sesimbra e Setúbal – e isso é bem evidenciado e valorizado assim que chega a torre. A lagosta vem do Guincho, o berbigão também, as ostras dividem-se na origem, com algumas de Aveiro, outras de Sesimbra e Algarve (as mais claras têm uma salinidade mais reduzida, as mais musculadas são do Norte). Só o camarão selvagem vem de Madagáscar. A variedade inclui ainda sapateira, mexilhão, amêijoas, burrié ou percebes. Isto tudo devidamente acompanhado por torradas com manteiga, maionese caseira e bem equipado com o babete da casa.

À la carte, tem opções como as amêijoas à Bulhão Pato, a salada de polvo, bisque de lagosta ou uma cataplana algarvia.

Para acompanhar a mariscada, sugere-se champanhe, e por isso há um plateaux para dois já completo com uma garrafa de Perrier Jouët Grand Brut (295€). Este menu para dois inclui ainda sobremesa, à escolha entre tarte tatin com gelado de baunilha, vacherin de baunilha e framboesa ou uma sobremesa para campeões, um prego do lombo. Tudo um luxo, mas vale bem a pena o investimento. 

Four Seasons Hotel Ritz Lisboa, Rua Rodrigo da Fonseca, 88 (Marquês de Pombal). 

+ Os melhores brunches em Lisboa

Publicidade
Publicidade

Comentários

0 comments