A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Desgarrada Musa
DRPedro Monteiro, chef da Fábrica Musa

Aos fins-de-semana há battles de petiscos à desgarrada na Musa em Marvila

Todas as sextas, sábados e domingos até ao final do mês de Julho haverá uma batalha de petisco, dos tacos aos rissóis, na Fábrica Musa, em Marvila.

Por
Francisca Dias Real
Publicidade

Há muito que, pelos lados da Musa, deixou de ser só a cerveja artesanal a encantar a clientela – o mais provável é mesmo acabar sentado à mesa a comer e a lamber os dedos. Pedro Monteiro, chef da Fábrica Musa, em Marvila, vai receber ao longo dos próximos três fins-de-semana outro chef convidado para um duelo de petiscos.

O brasileiro Pedro Monteiro, depois de ter passado pelos restaurantes Via Graça e Taberna Sal Grosso, assumiu os comandos da cozinha da Musa no início de 2020. Desde essa altura tem andado a cozinhar à desgarrada aqui e acolá, seja no fogão da cervejeira em Marvila ou noutros restaurantes de amigos cozinheiros – é assim a amizade à volta dos tachos. Para oficializar a coisa, passaram-lhe para as mãos a concertina e puseram-lhe a boina na cabeça: é a Desgarrada na Musa. 

Ao longo das próximas sextas, sábados e domingos, até ao final do mês de Julho, há “chutos e canapés, duelos de patuscadas e uns valentes cozinhados ao desafio”, refere a Musa em comunicado, sempre com um outro chef convidado. A primeira battle é caseira e acontece entre a Fábrica Musa e a Musa da Bica  Leonor Godinho vai apresentar os seus koftas de borrego enquanto Pedro Monteiro junta ao frente-a-frente os durums de porco com ananás. O duelo carnívoro está marcado para dias 17, 18 e 19 de Julho. 

Nos dias 24, 25 e 26 de Julho é Taco a Taco com Pedro Bandeira Abril, que assumiu há pouco tempo a cozinha do Chapitô e convidou uma série de amigos para os jantares especiais Friendly Fire, onde Pedro Monteiro costuma estar. Nestes dias de desafio de tacos, entram na competição os tacos de polvo de Abril, contra os de  picanha do chef brasileiro.

A 30 e 31 de Julho e 1 de Agosto, o tema será Chutos e Canapés, entrando em acção o chef alentejano Vitor Charneca, que esteve à frente durante muito tempo das cozinhas do Sal Grosso e Salmoura. Na mesa a batalha será entre as cochinhas de jaca de Pedro e os rissóis de polvo de Vítor.  

Para quem não está virado para estas desgarradas especiais, o menu fixo da Fábrica Musa está lá para o consolo. Há pastéis de vento de berbigão, pães de queijo, empanadas, sandes de jaca ou frango, ou uma barriga de porco crocante. Tudo para fazer a caminha de uma referência fresquinha que escorra das torneiras da tap room.

+ Leia aqui a edição online e gratuita da Time Out Portugal

+ O novo rooftop de Carcavelos tem vista para o mar e cocktails para se refrescar nas alturas

Últimas notícias

    Publicidade