Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right As Festas do Barreiro são melhores do que as vossas
Notícias / Música

As Festas do Barreiro são melhores do que as vossas

b fachada
© Mané Pacheco B Fachada

Os cartazes musicais das festas populares que, por esta altura, se sucedem nos arredores de Lisboa cosem-se quase todos com as mesmas linhas. Mas as Festas do Barreiro, que arrancam sexta-feira e se prolongam até 18 de Agosto, são diferentes. São mais ou menos diferentes.

No palco principal não há grandes surpresas. Os Calema, que ainda há pouco foram às Festas de San'tiago, em Setúbal, ficam com o encargo de o inaugurar às dez da noite de sexta-feira. Depois vão passar por lá Cuca Roseta (sábado), Chico Moreno (domingo), Moonspell (segunda), Emanuel (terça), Deixem o Pimba em Paz (dia 14), Jimmy P (dia 15), Bárbara Bandeira (dia 16, outra repetente das Festas de San'tiago), DJ Kamala (dia 17) e David Carreira (dia 18).

A diferença está no chamado Spot da Juventude, que costuma ser programado por várias associações culturais da cidade, como a OUT.RA, Gasoline, ADAO e Hey Pachuco, e tem concertos a partir das 23.00. O cantor e compositor português B Fachada é o nome forte do cartaz de sexta-feira, que inclui ainda Pista e Cumbadélica. No sábado o ponta de lança é Allen Halloween, figura-chave do hip-hop underground português dos últimos anos, que continua a trabalhar no seu Unplugueto. Minguito, Teresona e DJ Off Lero 999 são os outros nomes confirmados para o mesmo dia. No domingo vai poder ouvir-se a pop dos D'Alva e os Humana Taranja. Na segunda, depois do concerto dos metaleiros Moonspell, tocam os Filii Nigrantium Infernalium, nome histórico do black metal português que em anos recentes evoluiu para uma sonoridade mais crust. E na terça actuam Otavinho e DJ Firmeza, um d’ Os Piquenos DJs do Guetto, que tem editado a sua batida pela Príncipe Discos.

As Festas continuam na próxima semana. Os Simply Rockers Sound System actuam no dia 14. Os barreirenses da Kyra Band tocam a 15, a par de Strada e Clemente (não, não é o de "Vais Partir"). No dia 16 ouve-se música africana, cortesia de Djumbai Jazz, Sem Vaidade e Mar & Sol. Os roqueiros portuenses Baleia Baleia Baleia sobem ao palco do Spot da Juventude a 17, juntamente com Lunnar Lhamas e Dekko. No encerramento, a 18, há um DJ set de Shaka Lion.

+ Meu querido mês de Agosto: festas populares em Lisboa e arredores

Publicidade
Publicidade

Comentários

0 comments