A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Good Boy Bagels
Gabriell Vieira

Bagels e bicicletas: uma nova receita à conquista de Lisboa

Chama-se Good Boy Bagels e fica dentro de uma loja de bicicletas. A ideia é de Rachael e Luke, que trocaram a Cidade do Cabo por Lisboa.

Escrito por
Mauro Gonçalves
Publicidade

Os ingredientes estão reunidos: um deles é bem comestível, o outro é o meio de transporte que está a ganhar cada vez mais adeptos em Lisboa. A Lisbon Bicycle Kitchen abre portas esta terça-feira e junta bagels e bicicletas na Avenida 24 de Julho. Luke e Rachael são os anfitriões do novo espaço, que mais do que uma paragem rápida quer ser um ponto de encontro para aficionados do pedal, mas também de pães fofos.

Quando aqui entrámos pela primeira vez, isto era uma caixa branca, introduz Luke. O espaço está agora bem mais colorido, tem bicicletas expostas, várias estantes com acessórios para ciclistas urbanos, uma consola de jogos e um canto reservado a uma pequena oficina. O plano é pô-la ao serviço de amigos e clientes, mas para já serve apenas montagens e desmontagens deste sul-africano.

Good Boy Bagels
Gabriell Vieira

Rachael é uma bagel worshipper, como a própria descreve no seu perfil de Instagram. A paixão pelos bagels começou em adolescente, quando um amigo da família abriu uma loja. Não só viria a trabalhar lá, como viria a conhecer o actual namorado atrás daquele mesmo balcão. Mais tarde, enveredou por uma carreira como produtora de televisão, entre África do Sul e o Reino Unido, mas ter a própria loja de bagels nunca deixou de ser um sonho.

Com a Covid, não sabíamos como ia ser o futuro, só sabíamos que seria em Lisboa, admite. Pouco óbvio, o destino foi relativamente fácil de escolher os pais de Luke já tinham trocado a África do Sul por esta ponta do continente europeu. O compromisso entre natureza e cultura convenceu-os a mudar de vida e a retomarem as velhas paixões. Ele já se dedicava às bicicletas (tem uma marca própria que até já tinha tentado implementar em Portugal, a RookCycles), ela voltou a pôr as mãos na massa, literalmente.

A fermentação lenta está na base destes bagels, mas é a guarnição que dá nas vistas. Dos pickles ao pastrami, tudo é feito do zero na cozinha do Good Boy Bagels. Rachael elaborou nove receitas diferentes: o B.A.T.C.C. (com bacon, abacate, tomate e queijo creme), o Mother Clucker (com frango grelhado, maionese de sriracha, couve roxa e pickles), o LOXX (salmão fumado, pickle de cebola vermelha, alcaparras, queijo creme e limão) ou o The Hangover (com ovos mexidos, bacon, molho holandês, cebolinho e queijo creme), entre outros. Os preços variam entre os três e os nove euros.

Good Boy Bagels
Gabriell Vieira

Já a lista de bebidas inclui as cervejas da alemã Superfreunde, mas também os produtos da Minor Figures, uma marca britânica de produtos à base de café e especialmente atenta aos princípios da sustentabilidade.

O casal mudou de continente e quer agora criar um espaço de culto (em torno das bicicletas e dos bagels) em Lisboa. Mas a equipa não está completa sem Truffle, o good boy de quatro patas, também respeitosamente conhecido como CEO do estabelecimento. Num lugar aberto também aos animais de estimação, é ele quem faz as honras da casa.

Avenida 24 de Julho, 88B. Ter-Sáb 10.00-18.00.

+ Dê ao pedal: sítios onde alugar bicicletas em Lisboa

+ Leia todas as edições digitais da Time Out Portugal

Últimas notícias

    Publicidade