A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Terraço piso 6 Bairro Alto Hotel
DR

Bairro Alto Hotel reabre para jantares e brunch e terraço deixa de ser só para hóspedes

O famoso terraço do 6.º piso abre-se agora a todos e deixa de ser exclusivo a hóspedes, passando a ter carta permanente igual à do Terraço BAHR.

Por
Francisca Dias Real
Publicidade

A pandemia fechou a cidade dentro de casa e não deixou que saísse durante algum tempo. As portas foram reabrindo e agora é a vez do restaurante do Bairro Alto Hotel voltar à vida a partir de 1 de Setembro. Consigo reabre também o terraço adjacente e o terraço do 6.º piso, que dantes era exclusivo a hóspedes. 

Foi um dos projectos gastronómicos mais ansiados da cidade, marcado pela estreia do chef Nuno Mendes em Lisboa, e continua a sê-lo mesmo depois de inaugurado em Outubro de 2019. O restaurante do Bairro Alto Hotel no 5.º piso, fechado desde o início do confinamento, reabre na próxima semana e volta a trazer os pratos pensados por Nuno Mendes e pelo chef executivo Bruno Rocha, que estava à frente do anterior restaurante do Bairro Alto Hotel, o Flores do Bairro.  

A tosta de percebes fumados (10€), o robalo do mar e canja de nabos (30€) ou a lula grelhada com feijão verde, grelos e algas (16€) voltam ao menu do BAHR, que agora fucnionará apenas ao jantar (19.00-23.30). 

A reabertura do restaurante implica também a reabertura do Terraço BAHR, que é adjacente ao espaço, aberto a partir das 12.30 e que se mantém aberto também ao jantar. No terraço servem-se opções mais leves e snacks, como é o caso dos famosos rissóis de camarão com balchão (6€), tosta de tártaro de peixes de escabeche e alga kombu (12€) ou a sandes de omelete picante de cenoura e kimchi em pão de leite (12€). 

No piso 6 fica outro terraço com vista para o rio e que antes da pandemia estava apenas disponível para hóspedes. Agora o espaço abre-se a todos os que queiram visitar e passa a ter carta permanente igual à do Terraço BAHR, e a funcionar entre o 12.30 e a 01.00.

Aos fins-de-semana o Bairro Alto Hotel passa também a servir brunch, entre as 12.00 e as 16.00, tanto no restaurante como nos dois terraços. A refeição é à carta de onde pode pedir uma selecção de pães de fermentação lenta, croissants, pain au chocolat, ovos mexidos com cogumelos japoneses e queijo da ilha, ovos beneditos ou florentinos, ovos estrelados com cupita alentejana ou panquecas. Para quem prefere opções que encham a barriga de uma vez há pratos principais disponíveis no menu como o arroz de carabineiro ou o tártaro de vaca maturada. 

Outra das novidades é o serviço @Home, que permite agora um serviço de takeway de alguns snacks icónicos de Nuno Mendes, como é o caso do rissol de camarão (2,50€), a empada de frango em vinha d’alhos (2,50€), o lírio dos Açores e cebolada algarvia (12€) e o pão de ló húmido com flor de sal e azeite (2€). 

Apesar dos espaços de restauração do alojamento passarem a estar de portas abertas – excepto o espaço da pastelaria, o bar Mezzanine e o novo cocktail bar 18.68 –, o hotel mantém-se fechado com data de reabertura para breve. Ainda assim, todos os que visitarem o hotel serão recebidos pelo doorman e equipa de concierge, com serviço activo de valet parking e estacionamento gratuito.

Praça Luís de Camões, 2. BAHR Restaurante 19.00-23.30, BAHR Terraço 12.30-01.00, Rooftop 12.30-00.00.

+ Leia aqui a edição Time Out Portugal desta semana e descubra as melhores oportunidades para ir de férias em Setembro

+ Tozzi: isto é uma forneria moderna

Últimas notícias

    Publicidade