Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right BLOOM: o novo sítio para pequeno-almoço e brunch em Alcântara
Notícias / Comida

BLOOM: o novo sítio para pequeno-almoço e brunch em Alcântara

Bloom café
©Manuel Manso

O BLOOM em Alcântara, tem opções para pequenos-almoços, almoços e brunches – das mais conhecidas às combinações improváveis.

A zona de Alcântara está a crescer, com novas aberturas de padarias, gelatarias ou restaurantes cinco estrelas (como o Attla), mas ainda faltava um sítio para brunch, com as tostas de abacate (ainda) da moda, com boa apresentação e qualidade, ovos e bowls. Anastasia e Alex mudaram-se para Portugal há dois anos com a ideia de abrir um café/restaurante e conseguiram fazê-lo agora. Chama-se BLOOM, fica na Calçada da Pampulha, em Alcântara, e os vizinhos que por lá passam dizem que é “uma lufada de ar fresco”.

Fotografia: Manuel Manso

“Queríamos criar um espaço que combinasse uma atmosfera agradável e diferentes sabores de pontos diferentes do globo”, explica Anastasia. A parte da atmosfera resolveram com um papel de parede tropical, a contrastar com sofás em veludo rosa. Depois, decidiram começar só com os pequenos-almoços, almoços e opções de brunch à la carte (os jantares começam nas próximas semanas), e com opções que todos conhecemos mas com atenção ao produto, tudo caseiro. “São coisas comuns mas com diferentes sabores e combinações”, reforça. 

 

Tosta de abacate com ovo escalfado e salmão curado
Fotografia: Manuel Manso

 

No menu têm então os mais clássicos ovos Benedict, num muffin inglês caseiro com bacon, rúcula, e molho holandês (8€), um tachinho de shakshuka, com dois ovos cozidos em molho de tomate com especiarias, queijo feta e coentros (7,20€) e um prato para um “big breakfast”, com dois ovos, bacon, salsichas, tomate grelhado, espinafres, feijão cozido e cogumelos. Há também a tosta de abacate em pão da Gleba, com abacate, ovo escalfado a baixa temperatura, queijo feta e sementes (5,70€), ao qual pode acrescentar salmão curado na casa com laranja e beterraba (mais 2,80€).

 

Waffles black jack
Fotografia: Manuel Manso

 

A diferença chega com os waffles salgados, onde há os fotogénicos black jack, waffles pretos, infusionados com tinta de choco ao invés do mais visto carvão activado, com queijo creme servido tal qual bola de gelado pronta a barrar, salmão curado e rúcula (8,50€) ou os cheesy, waffles de queijo com ovos mexidos, abacate, espinafres salteados, bacon caramelizado e tomates secos ao sol (7,80€). Na versão doce estão os waffles com chantilly, compota de ginja, frutos silvestres e gelado de groselha negra (7,30€) e três tipos de panquecas diferentes, altas e fofas (a partir de 6,60€). 

 

Bowl de frango
Fotografia: Manuel Manso

 

“O nosso orgulho principal são os bowls, especialmente os salgados. Há pessoas que receiam que estas taças não sejam uma refeição completa. Que têm só um montinho de uma coisa, outro de outra e que é uma espécie de projecto do Ikea e só se mistura tudo depois. Nós aqui tentámos que não fosse isso, escolhemos os ingredientes e combinámos tudo para funcionar junto e ser uma refeição nutritiva”, esclarece Anastasia. 

Na categoria dos bowls, além dos de pequeno-almoço (papas de aveia, smoothie com granola ou açaí), há cinco grandes: o salmão teriyaki com arroz de jasmim, cenouras fermentadas picantes, bok shoy, feijão edamame e alga (10,30€), o de tofu em crosta de sésamo com trigo sarraceno (9,20€), o de porco cozido lentamente e servido em cama de puré de legumes, brócolos, molho de brandy e sementes fermentadas (9,50€), o ceasar, com alface e frango marinado em molho de soja, tomate cereja grelhado, ovos de cordorniz e croutons de paprika fumada (7,20€) e ainda o de frango, com coxa desossada com cuscuz pérola, molho de manjericão e azeitonas Kalamata, fitas de curgete, tomate seco e amêndoas torradas (9,50€). 

 

Sopa tom yum
Fotografia: Manuel Manso

 

Para refeições realmente completas e com sabores de outras partes do mundo, acrescentaram à lista três sopas: a tailandesa tom yum (9,80€), o ramen japonês (10,20€) e uma vegan, de couve-flor assada com creme de coco, chimichurri e pistácio (6,20€). Também em trio aparecem os hambúrgueres, com uma opção com queijo azul (9,20€), outra com bacon (9,80€) e um veggie, com legumes, feijão branco e tomate seco (9,40€).

Em breve chega o menu de jantar, que mantém os bowls mas cresce com três, quatro pratos. É nesse período que querem dar mais destaque à vertente de cockteleria (que já anda a ser bem explorada, e a sair bem, aos fins-de-semana, para um brunch bem regado), que segue a mesma linha do restaurante – tudo é reconhecível, mas há junções improváveis e só produtos frescos. Prove o Lavender Sour, com pisco, xarope caseiro de lavanda, sumo de lima e claras (8,50€) ou o Pomegranate Paloma, uma bebida com tequila, sumo de romã, sumo de uva, xarope de gengibre e lima (8,70).

Calçada da Pampulha, 42 (Alcântara). Seg-Dom 09.00-17.00.

+ Os melhores brunches alcoólicos em Lisboa

Publicidade
Publicidade

Latest news