Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Bohemian: há um novo beach club na Costa da Caparica
Notícias / Comida

Bohemian: há um novo beach club na Costa da Caparica

Bohemian Beach Club
©Manuel Manso

O Delmare, o conhecido bar da praia da Cabana do Pescador, na Costa da Caparica, fechou. No seu lugar nasceu uma estrutura inteiramente nova: é restaurante, bar de praia, vai ter sítio de massagens e aulas de yoga. Chama-se Bohemian Beach Club.

Esqueça tudo o que sabia sobre o antigo Delmare Café. O Bohemian tomou de assalto o espaço e tornou-o totalmente irreconhecível – o investimento foi de Guy-David Gharbi, dono também do restaurante Legaaal, no Bairro Alto, que não quis que este fosse um mero restaurante de praia mas sim um beach club à séria, daqueles dos filmes e das praias internacionais, ainda que sem pretensiosismos (vai ter, até, um kids club com baby-sitter e piscina, espaço para massagens e aulas de yoga).

 

O espaço interior do Bohemian
Fotografia: Manuel Manso

 

Do Delmare, manteve-se a estrutura interior, mas a decoração mudou totalmente, há mais zonas de lounge e na parte exterior foi criado um deck para mais mesas e um toldo em palhinha a proteger de dias mais soalheiros. Há também mesas para manter os pés na areia, outra zona com espreguiçadeiras e mesas baixas para aqueles finais de tarde pós-praia e camas para viver uma ida à praia na Costa como deve ser, por debaixo de uns chapéus de palha sedosa e comprida. 

Na cozinha, totalmente renovada e agora parecida às dos hotéis ou de grandes restaurantes, quem manda é o bretão Nicolas Breneliere, que dá também aulas na Escola de Hotelaria e Turismo de Lisboa. “Aqui queremos usar o máximo de produtos portugueses e aplicar algumas técnicas francesas”, explica o chef, numa volta pelo restaurante, onde passamos por uma montra carregadinha de marisco fresco, grande parte da zona da Praia Grande e do Algarve. 

Fora essa cozinha gigante, que dantes não existia (era, até, a zona de barbecue), encontra-se uma outra área com um forno, onde fazem todos os dias massa de pizza artesanal, para outro dos capítulos do menu – mas já lá vamos, porque aqui há muito por onde escolher. 

 

O pescador, um festim de marisco para dois
Fotografia: Duarte Drago

 

Se quiser começar com uma mariscada, aqui há um festim (26€ por pessoa, mínimo de duas pessoas) com ostras, búzios, burriés, amêijoas, sapateira, camarão, polvo, gambas e percebes. Mas nas entradas há também gaspacho fresco (7€), amêijoas com vinho branco, alho e coentros (15€), ceviche de dourada com mousse de lima e batata doce (11€), tártaro de polvo grelhado (11€) ou uma quinoa indiana com espuma de abacate (8€).

 

Tártaro de polvo grelhado
Fotografia: Duarte Drago

 

Para o grelhador vão robalos (45€/kg), douradas (45€/kg), pregados (52€/kg), linguados (58€/kg) ou salmonetes (70€/kg), consoante a apanha do dia, sempre com a garantia tanto de frescura como de descanso quando chegar à mesa – as espinhas são impecavelmente tiradas e é servido tal qual filete. Também para o grelhador, da terra, pode escolher o entrecôte com maturação de 21 dias (180 gramas a 18€ ou 350 gramas a 29€) ou a costela de novilho maturada (um petisco com um quilo, 48€). A acompanhar peixe ou carne, pode escolher wok de legumes, salada verde ou o maravilhoso puré “Robuchon”, com a mesma quantidade de batata e de manteiga, bem cremoso. 

Há, porém, opções para todos, e se for em família descanse que há massas frescas e pizzas artesanais e até um menu para “pequenos bohemians”, com escolha de um prato entre esparguete à bolonhesa, mini cordon bleu com batatas fritas ou legumes, mini hambúrguer ou nuggets caseiros e ainda um gelado de duas bolas ou um crepe de caramelo (10€).  

 

Tarte de limão do Algarve
Fotografia: Manuel Manso

 

 

Na hora das sobremesas, as influências francesas são bem claras, mas não são as únicas: tanto há frascos de caramelo salgado caseiro (5€) e toda uma secção de crepes bem docinhos (4€), como tarte de limão do Algarve (6€) ou tiramisu com frutas da época (6€).

Também pode ir ao Bohemian num registo mais petisqueiro: há tábuas de queijos e enchidos (a partir de 12,50€), e snacks como os mozzarella sticks (9€), a sanduíche club (13€) ou o sashimi de salmão (10€). 

No Inverno, época baixa dos restaurantes de praia, querem dinamizar o espaço com outro tipo de comidas, como as raclettes e o fondue. 

Praia da Cabana do Pescador. 21 152 3074.

+ Os melhores restaurantes de praia

Publicidade
Publicidade