Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Câmara Municipal de Lisboa alerta para vespa asiática
Notícias / Vida urbana

Câmara Municipal de Lisboa alerta para vespa asiática

Vespa velutina nigrithorax MHNT dos
Didier Descouens Vespa velutina nigrithorax MHNT dos

É a grande vilã do momento no ecossistema nacional e já chegou às cidades. Em 2017, o número de ninhos encontrados duplicou e a Câmara Municipal de Lisboa lança o alerta.

Agressiva, predadora de abelhas e também conhecida como Vespa velutina nigrithorax, este insecto é uma espécie não indígena que começou por melgar o Minho em 2011, ano em que foi detectada pela primeira vez em Portugal. O crescimento desta população por todo o país deu origem ao "Plano de Ação para a Vigilância e Controlo da Vespa velutina em Portugal" coordenado pela Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) e pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), uma leitura disponível na página do ICNF que o vai inteirar de todos os pormenores da espécie de combate à praga.

Mas é recomendado que essa luta seja feita por profissionais. Aos leigos é pedido que aprendam a identificar os ninhos, que em 2017 já eram mais de quatro mil – em 2016 tinham sido identificados 2537. Um verdadeiro sucesso reprodutivo. Os ninhos são de grandes dimensões, podendo atingir um metro de altura e 80 cm de diâmetro, e se se sentirem ameaçadas, estas vespas encetam perseguições até algumas centenas de metros. Se avistar um ninho pode usar a aplicação Na Minha Rua ou a plataforma SOS Vespa, onde já foram registados avistamentos em Santa Maria Maior, Alcântara, Ajuda e Belém.

+ BIP/ZIP: o que é que o seu bairro mais precisa?

+ Jardim do Campo Grande ganha novo nome: Mário Soares

Publicidade
Publicidade

Latest news