Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Campo de Ourique está mais verde com a cozinha do Granos
Notícias / Comida

Campo de Ourique está mais verde com a cozinha do Granos

Granos
©Manuel Manso

A carta muda todos os dias e as opções passam sempre pelo vegetariano e pelo vegan, numa cozinha que se quer descomplicada. Itamar de Grandi é o nome que faz chegar os pratos ao Granos, uma aventura que abraça finalmente como sua, depois da passagem por outras cozinhas.

À chegada, (ainda) é difícil perceber que para lá dos portões há um oásis no meio de Campo de Ourique onde a comida vegetariana e vegan mora. Isso está para mudar. "Queremos fazer mais algumas alterações, mantivemos algumas coisas e alterámos outras, fizemos alguns ajustes, mas vamos pôr alguma coisa que identifique melhor a entrada" explica Itamar, o brasileiro que trocou Porto Alegre por Lisboa há mais de três décadas.

Fotografia: Manuel Manso

O Granos – palavra tirada do mirandês e que significa grão – é a nova aposta vegetariana no bairro e traz um conceito simples: ovolactovegetarianismo e veganismo encontram-se em receitas de ingredientes frescos, alguns trazidos do mercado ali perto, sumos naturais, bolos sem glúten e sem açúcar.

Tudo é pensado e executado por Itamar, também ele vegetariano, numa espécie de adaptação comercial à comida que sempre fez em casa. "Sempre cozinhei para mim, família, amigos, e as pessoas gostavam", mas a passagem de quatro anos e meio pela cozinha de um restaurante vegetariano do lado de lá do Tejo foi o gatilho para tudo o resto. "Fiz dois ou três workshops, um de sobremesas sem açúcar, outro de cozinha macrobiótica e outro de cozinha vegetariana e decidi avançar em conjunto com o meu sobrinho para este espaço".

 

O prato do dia aquando da visita da Time Out: seitan com batatas a murro
Fotografia: Manuel Manso

 

Os desafios do começo ficaram entretanto para trás. "No início, por causa das quantidades, foi difícil. Uma coisa é cozinhar para cinco, seis, outra é cozinhar para 30 ou 50. Foi tentativa-erro, no início. ‘Vou fazer um quilo de arroz e ver para quantas pessoas dá’. Neste momento já estou preparado, aliás, teria dificuldade é em fazer menos comida", conta.

A ementa é todos os dias publicada no Facebook do restaurante, com preços entre os 6€ e os 10€ (há menu de almoço a 9€, menu estudante a 7€ e menu criança até aos 12 anos, a 6€), bem como os eventos e a restante programação. E o objectivo é fazer cada vez mais.

 

Mousse de chocolate vegan com banana e chia
Fotografia: Manuel Manso

 

"A partir de Setembro vamos ter alguns workshops: um de introdução à cozinha vegetariana, outro de vegetarianos pelo mundo, onde vamos pegar em pratos de alguns países e adaptá-los ao vegetarianismo e o último, vegetarianos em festa, onde ensinamos a fazer pratos mais elaborados". Pode ainda optar pelo serviço de take away do Granos.

Rua Saraiva de Carvalho, 358C (Campo de Ourique). 21 822 6291. Seg-Sex 07.30-18.00. Sáb 09.00-16.00.

+ Os melhores restaurantes vegan em Lisboa

Publicidade
Publicidade

Comentários

0 comments