Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Dez restaurantes vegan em Lisboa que tem de conhecer
Hambúrger do Veganapati
©Inês Félix

Dez restaurantes vegan em Lisboa que tem de conhecer

Aqui animais não entram. Nem ovos, nem manteiga, nem leite. Estes são os restaurantes vegan em Lisboa que tem de conhecer.

Por Inês Garcia
Publicidade

Quanto mais restaurantes vegan aparecem em Lisboa, mais criativa fica esta dieta restritiva. Não há ovos, leite ou manteigas de origem animal – e naturalmente nem vale a pena falar em carne ou peixe – mas estes menus não são um interminável desfile de saladas. Há até francesinhas, bifanas, choco frito ou coxinhas panadas. Confuso? Estes são os restaurantes vegan em Lisboa que tem de conhecer. Animais entram, mas só pela trela. Descubra o que comer nestes dez espaços, mesmo que continue a ser um carnívoro inveterado. Entrada, prato principal e sobremesa. O difícil vai ser resistir a tantos pratos bons e apetecíveis. Carne? Peixe? É que nem se vai lembrar disso.

Recomendado: As marcas sustentáveis que tem de conhecer

Os dez melhores restaurantes vegan em Lisboa

Restaurante, 100% Vegetal, The Green Affair, Coxas de couve-flor panadas
Restaurante, 100% Vegetal, The Green Affair, Coxas de couve-flor panadas
©Manuel Manso

1. The Green Affair

Restaurantes Vegano Avenidas Novas

É 100% vegetal ou seja, nada é de origem animal e a ideia é apresentar pratos inteligentes, inspirados em cozinhas internacionais, com um empratamento apelativo e num ambiente algo sofisticado. A marca estreou-se nas Avenidas Novas em 2018 e expandiu o negócio para o Chiado no final de 2019. Além de menu de almoço e jantar, com opções como as "coxas" de couve-flor panadas (5€), o risoto de cogumelos com tomilho limão (9,95€) ou o cogumelo portobello assado (8,95€). Há também pratos do dia "de edição limitada" (com menu de almoço com entrada, prato do dia e bebida por 9,50€) e cocktails de autor, bem como um brunch vegan disponível de segunda a domingo, das 12.00 às 19.00 (este menu apenas no espaço do Chiado).

Mother Burger
Mother Burger
DR

2. Mother Burger

Restaurantes Vegano Areeiro/Alameda

O Mother Burger é uma hamburgueria 100% vegan que se estreou em Lisboa no final de 2019, tendo feito o seu caminho pelos food courts do Atrium Saldanha ou do Amoreiras Shopping Center com opções como o Burger Your Mamma, com seitan crocante, ou o Burger Fixe, com crispy fish vegan e molho tártaro. O negócio cresceu e em Maio de 2021 ganhou casa junto à Avenida de Roma, onde além da lista de hambúrgueres, dos nuggets ou das bolas de “queijo” picantes, passou a ter uma nova carta de pequeno-almoço com opções de pastelaria e bebidas quentes, dos pastéis de nata aos croissants. Tem também uma esplanada, perfeita para uma refeição ao fresco e beber uns cocktails. Tudo vegan, claro.

Publicidade
Vegan Junkies
Vegan Junkies
©Manuel Manso

3. Vegan Junkies

Restaurantes Vegano Avenida da Liberdade/Príncipe Real

Este restaurante vegano chegou para nos comprovar que fast food e animal não precisam de fazer parte da mesma frase. Há asinhas com molho barbecue picante que ao invés de frango são de couve-flor, um mac&cheese, escolha de tacos com tortilhas mexicanas de milho e senhores hambúrgueres, bem decadentes como se quer. A acompanhar tudo há cocktails e para rematar sobremesas como a tarte de manteiga de amendoim ou o bolo de chocolate death by chocolat, com bolacha oreo.

Ao 26 vegan food project
Ao 26 vegan food project
Fotografia: Arlindo Camacho

4. Ao 26 – Vegan Food Project

Restaurantes Vegetariano Chiado

Como o nome indica, o Ao 26 é um restaurante 100% vegan, onde não entra nada de origem animal. O que não quer dizer que não se degustem "bifanas", como a sublime, com seitan marinado com tomilho e mostarda, em pão bolo do caco, "queijo" cheddar e cogumelos salteados (12€) ou apenas com o seitan marinado em bolo do caco (5€). Há também "francesinha", com camadas de pão recheadas com seitan caseiro (15€) ou petiscos clássicos como o "choco" frito com maionese de limão (4,50€) e tábua com vários clássicos em versão vegan. Guarde espaço para as sobremesas, criadas pela fundadora Catarina Gonçalves, que entretanto abriu O Botanista, responsável por ideias tão boase gulosas quanto o bolo de chocolate em caramelo salgado ou o créme brûlée.

Publicidade
Restaurante, O Botanista, French Toast
Restaurante, O Botanista, French Toast
©Duarte Drago

5. O Botanista

Restaurantes Vegano Chiado/Cais do Sodré

O Botanista tem um piso térreo muito verde, carregadinho de plantas e um menu vegan para todas as horas do dia, pensado por Catarina Gonçalves, do Ao 26 Vegan Food Project, e André Baptista, responsável pela parte de cozinha. São “coisas boas, que te alimentam e te sabem bem, e por isso esqueceste-te que não têm carne, peixe ou ovos”, explicam, reforçando que querem enaltecer o sabor de ingrediente e não fazer muitas misturas. Há opções de pequeno-almoço (como a french toast com framboesas, 6€), almoço e lanche (de quinta a sábado também há jantares), tudo feito com produtos frescos. E, para acabar de vez com os preconceitos de que os veganos não bebem álcool, há vários cocktails, dos mais clássicos aos “avant garden”, sangrias botânicas e vinhos biológicos de pequenos produtores.

My mother's daughters
My mother's daughters
Fotografia: Francisco Santos

6. My Mother's Daughters

Restaurantes Vegano São Sebastião

No My Mother’s Daughters, o café de três filhas e sua mãe, no Largo de São Sebastião, comem-se pratos sem produtos de origem animal, tendencialmente biológicos, com superalimentos à mistura e muita atenção ao desperdício – há quase sempre na carta uma entrada que se vende pelo nome “desperdício zero”. Funciona assim: o que sobrou do prato do dia de ontem é a entrada de hoje. Há bowls fotogénicas, entradas como o hummus com palitos vegetais e crackers de caju, e pratos do dia que tanto pode ser uma lasanha de cogumelos como uma tarte de abóbora.

Publicidade
Veganeats
Veganeats
Duarte Drago

7. Veganeats

Restaurantes Vegano Lisboa

Esta pequena cafetaria em Arroios serve bolos sem ingredientes de origem animal – peça o bolo de chocolate com amendoim, o único que repete todos os dias, caseirinho e húmido q.b. (1,50€ a fatia). Os restantes vão variando, pela mão de Ana Filipa Tereso, a cozinheira e dona do espaço. Serve também refeições ligeiras, começando pela sopa todos os dias diferente (1,30€) ou a quiche.

Moko
Moko
©Inês Félix

8. Moko

Restaurantes Vegetariano Lisboa

É uma pastelaria vegan que nos dá tudo a que temos direito – café, croissants de frutos vermelhos, pãozinho com queijo e pão de beterraba – mas sem uma única molécula animal. O dono é Renato Lai, taiwanês que chegou a Lisboa depois de passar pelo Brasil. Ao almoço, serve sopa de noodles (2,90€), dumplings vegan (2,80€), tostas (2€), hambúrgueres (3,50€-4€) e sumos naturais (1,70€-2€). Também pode levar os seus congelados vegan quer do espaço nos Anjos, quer do mais recente em Alvalade.

Publicidade
Las Vegan
Las Vegan
Manuel Manso

9. Las Vegan

Restaurantes Vegetariano Lisboa

Ricardo Macedo apostou as fichas todas em Las Vegan e abriu um restaurante – não é gralha, este é mesmo o nome do espaço em Arroios, com uma ementa de comidas e bebidas completamente vegan e uma série de piadas e trocadilhos inteligentes. Tem saladas, sandes, hambúrgueres ou noodles. Depois dos confinamentos que a pandemia forçou, na reabertura fizeram uma parceria com a loja e mercearia vegan Pistácio, tendo agora produtos à venda. E não se esqueça: o que acontece no Las Vegan não tem de ficar necessariamente no Las Vegan, ou seja, pode sempre pedir para levar.

10. Jardim das Cerejas

Restaurantes Grande Lisboa

Todos os dias há buffet vegan aos almoços (7,50€) e jantares (9,50€) no Jardim das Cerejas. O banquete pode incluir lasanha com recheio de beringela, couve-flor e carne de soja, bróculos com tofu biológico, caril de grão de bico com curgete, cenoura, batata doce e molho de coco e manga ou umas almôndegas de legumes com molho de maracujá. A estes pratos, que todos os dias mudam, junta-se sempre o arroz basmati com nozes e sultanas, paparis, pizza, pakoras e saladas.

Lisboa vegetariana e vegan

Restaurante, Pizzeria, Tozzi Forneria Moderna, Meegan
©Gabriell Vieira

Cinco pizzas vegetarianas em Lisboa

Restaurantes Pizza

Ao contrário do que acontece com o sushi ou a comida mexicana picante, a gastronomia italiana é, provavelmente, uma das mais consensuais do mundo. Principalmente quando falamos de pizzas. E é fácil arranjar opções para todos os tipos de dietas e estilos de vida, incluindo as dos amigos vegetarianos e vegan – que, nestes restaurantes, não precisam de ir para o mais básico na altura de escolher. Não temos nada contra Margheritas e Marinaras, as escolhas seguras e aptas para todos, mas quisemos ir além das clássicas. Nesta lista encontra uma boa selecção de pizzas vegetarianas e pizzas vegan em Lisboa. Aptas para ovo-lacto-vegetarianos, vegetarianos de gema e veganos. Ou simplesmente pizzas para apreciadores deste prato que querem provar sabores diferentes.

Gelado Vegan - Scoop n' Dough
©Duarte Drago

Os melhores sítios para comer gelados vegan em Lisboa

Restaurantes

A cidade está mais atenta ao mundo vegetal, com menos preconceitos e cada vez mais curiosidade. A prova disso é a quantidade de restaurantes inteiramente vegan que têm aparecido na cidade nos últimos anos. Felizmente, é cada vez mais fácil deixar de lado os produtos de origem animal, se assim o quiser, claro está. E nem as sobremesas são excepção, para um fim de refeição guloso ou apenas para um pausa doce. Estes gelados vegan convencem até o foodie mais céptico. Não precisa de seguir este estilo de vida para provar e adorar. São os sítios para comer gelados vegan em Lisboa.

Publicidade
Talho da Esquina - Lasanha Vegetariana
©Inês Felix

Três sítios para comer lasanha vegetariana

Restaurantes

Lasanha é, indiscutivelmente, comida de conforto. Este prato feito com camadas de massa fresca intercaladas é sempre uma boa opção para jantares entre amigos – e não tem de ser só na versão clássica com carne picada. Nestes restaurantes em Lisboa serve-se lasanha vegetariana: há um dedicado à carne que a inclui para tornar a ementa mais inclusiva, outro verdadeiramente italiano que a faz seguindo as regras sicilianas e noutro servem-na como prato do dia. Sempre a fazer bom uso de vários legumes, para as tornar mais ricas e saborosas. Uma boa maneira de satisfazer o amigo vegetariano, apesar de convencer também qualquer carnívoro mais difícil de conquistar.

Recomendado

    Também poderá gostar

      Best selling Time Out Offers
        Publicidade