Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Campolide vai ensiná-lo a ter uma varanda comestível
Notícias / Vida urbana

Campolide vai ensiná-lo a ter uma varanda comestível

dona horta
©DR

Está pronto para se dedicar à horticultura, mas só tem uma varanda? Este workshop é para si. A Junta de Freguesia de Campolide vai realizar de 21 a 26 de Novembro, uma série de cursos de plantação, com o objectivo de informar e sensibilizar a comunidade para práticas sustentáveis de alimentação e culinária. 

Ter uma horta em casa não é difícil. Não acredita? Então descubra o que os horticultores Tomás Tojo e Cátia Sá têm para lhe dizer com estes workshops dinamizados pela Junta de Freguesia de Campolide que desde Setembro promove o programa "Varandas Comestíveis". O objectivo é informar e sensibilizar os munícipes para a redução da produção de resíduos através de práticas sustentáveis de alimentação e culinária. E como é que isso se consegue? Diminuindo a pegada ecológica e aproveitando os espaços privados não utilizados, como uma varanda.

Tertúlias sobre alimentação saudável, workshops de anti-desperdício ou de plantação são apenas algumas das iniciativas que pode esperar deste projecto financiada pelo programa JUNTar do Fundo Ambiental do Ministério do Ambiental.

Esta semana, conte de aprender a plantar e a manter um jardim comestível, seja em vasos ou floreiras. Vai ainda aprender o que são e como se tratam flores comestíveis, ervas aromáticas e medicinais, plantas alimentícias não convencionais, e técnicas simples de simbiose e propagação de legumes e vegetais em contexto doméstico. No final desta formação ainda terá direito a uma floreira e um kit, para que possa praticar em casa todas as técnicas aprendidas.

As sessões, limitadas a dez participantes, terão lugar no Auditório Adácio Pestana entre as 18.00 e as 20.00. No fim-de-semana, no entanto, há três horários à disposição: 10.00-11.30, 14.00-15.30 ou 16.00-17.30.

A participação é gratuita, mas é preciso fazer inscrição através do e-mail varandascomestiveis@jf-campolide.pt.

Edição de Cláudia Lima Carvalho

+ Jiwa Bali: o mobiliário sustentável que vem da Indonésia

Publicidade
Publicidade

Comentários

0 comments