Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Casa das Histórias Paula Rego tem entrada gratuita até domingo
Notícias / Vida urbana

Casa das Histórias Paula Rego tem entrada gratuita até domingo

Casa das Histórias Paula Rego
Fotografia: Arlindo Camacho

A Casa das Histórias Paula Rego celebra uma década de portas abertas. De quarta-feira a domingo, entrada no museu será gratuita. As velas apagam-se oficialmente na quarta-feira, dia 18, mas há programação especial até Novembro com visitas, documentários e oficinas. 

Para assinalar a data, além da entrada gratuita, haverá actividades para toda a família ao longo dos vários dias. Será possível ver a exposição patente “Olhar para dentro”, com quase duas centenas de peças de Paula Rego, e que tem uma visita orientada marcada para domingo, 22, às 16.00. Entre desenhos preparatórios para gravuras, chapas de cobre e trabalhos mais recentes e menos conhecidos, a exposição mostra uma forte componente emocional e de crítica social, ao abordar temas como o aborto ou a mutilação genital feminina. 

As celebrações fazem-se com uma sessão de conto sobre os últimos dez anos de histórias da vida e obra da pintora, no sábado às 15.00 e com repetição no domingo às 11.00. Ainda no sábado há uma oficina de gravura para os mais novos (10.30). No domingo, passa o documentário de Jorge Silva Melo A Gravura: Esta mútua aprendizagem, a partir das 14.30. Às 17.00, há um bolo de aniversário para todos apagarem as velas à Casa das Histórias. Em Novembro, a festa continua com a repetição do documentário de Silva Melo no dia 16 às 11.30. Mais tarde nesse dia, às 14.30, há um espectáculo de dança contemporânea, o Almofada da Paula, para ver em família, e a partir das 15.00 decorre a festa de encerramento com um alinhamento ainda por anunciar. 

A Casa das Histórias, que é um dos elementos centrais do Bairro dos Museus em Cascais e ao longo da década recebeu cerca de 630 mil visitantes, vai manter-se também pelo menos por mais dez anos. O contrato estabelecido entre a pintora e o presidente da Câmara da vila, Carlos Carreiras, foi recentemente renovado.

“É com grande regozijo que comemoramos o 10.º Aniversário da CHPR, comprovando o excepcional relacionamento que mantemos com artista e família, em especial a partir do momento em que tive o gosto de me deslocar ao ateliê de Londres para assinar o contrato que ainda está vigente e que, em breve, será substituído por outro praticamente idêntico e com a mesma duração de dez anos", refere o autarca em comunicado.

+ A agenda cultural de Lisboa que não pode perder

Publicidade
Publicidade

Comentários

0 comments