Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Casa-Museu Anastácio Gonçalves reabre após obras de requalificação
Notícias / Vida urbana

Casa-Museu Anastácio Gonçalves reabre após obras de requalificação

Edifício 41

A casa-museu de São Sebastião da Pedreira, também conhecida como Casa Malhoa, vai reabrir com novos espaços de exposição e reserva, dotada de uma nova entrada – com bilheteira e loja – e melhores condições de acessibilidade, asseguradas pela instalação de um elevador. 

A reabertura da Casa-Museu Anastácio Gonçalves, instalada na antiga residência e atelier do pintor naturalista José Malhoa, está marcada para a próxima segunda-feira, 29 de Abril, às 10.00. A ministra da Cultura, Graça Fonseca, estará presente na cerimónia, juntamente com a secretária de Estado da Cultura, Ângela Ferreira, o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, e a coordenadora da casa-museu, Ana Mântua.

Além de uma nova solução museográfica para a colecção de cerâmica, foi criado um núcleo dedicado à figura do médico-coleccionador António Anastácio Gonçalves (1888-1965). Já nas traseiras da casa, foi criada uma rua pedonal, a partir de onde é agora possível aceder à nova entrada, com uma bilheteira e loja, aproveitando assim áreas do museu que eram pouco usadas.

As obras de requalificação da Casa-Museu Anastácio Gonçalves (CMAG) resultam de um protocolo de apoio mecenático entre a Direcção-Geral do Património Cultural e a Edifício 41 – Promoção Imobiliária e Hotelaria, SA, no âmbito da intervenção da zona envolvente para a construção da polémica Torre de Picoas, inserida num plano urbanístico mais alargado da Câmara Municipal de Lisboa.

Aberta ao público de terça a domingo, das 10.00 às 18.00, a CMAG reúne cerca de três mil obras de arte, nomeadamente de cerâmica, pintura portuguesa e europeia, escultura, mobiliário e outros núcleos de artes decorativas.

+ Ponte de aço e bronze vai ligar Gulbenkian à Praça de Espanha

Publicidade
Publicidade

Comentários

0 comments