A Time Out na sua caixa de entrada

castelo de São Jorge, S.Jorge, castelo,
Duarte Drago

Castelo de São Jorge expõe objetos feitos em prisões de todo o país

Por Mariana Lima
Publicidade

“Artes e Ofícios no Trabalho Prisional e Correcional” inaugura esta terça-feira no Castelo de São Jorge, prolongando-se até ao dia 23 de Dezembro.

A exposição pretende mostrar vários objectos desenvolvidos durante a formação profissional e ocupação laboral, produzidos por reclusos maiores e menores de todos os centros correcionais do país.

Na sala ogival do Castelo de São Jorge vai poder encontrar marcenarias, cerâmicas, alfaiatarias, tipografias, bordados, desenhos e produtos agroalimentares, assim como fotografias que ajudam a perceber melhor a história e a identidade destas instituições. Se gostar mmuito de um objecto, pode levá-lo para casa: tudo o que está exposto, está à venda.  

A inauguração está marcada para as 15.30, contando com a actuação do Grupo Coral do Cante Alentejano do Estabelecimento Prisional de Beja.

“O trabalho e a actividade ocupacional dos reclusos, pela relevância que tem na formação e reinserção social dos reclusos(as) e no seu potencial capacitador, quer no desenvolvimento de competências em contexto real de trabalho quer na empregabilidade após a libertação, constituem-se como importante factor de proteção na prevenção da reincidência criminal”, lê-se no site da Direcção Geral de Reinserção e Serviços Prisionais, entidade que promove a exposição.

Castelo de São Jorge. Dias 17-23 de Dezembro.

Joana Vasconcelos inaugura novo espaço expositivo na sede do Santander

Últimas notícias

    Publicidade